Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Boaventura: o Brasil diante de uma eleição dramática

» Jerusalém, convivência profanada

» Uma feminista propõe repensar a esquerda

» Uma feminista propõe repensar a esquerda

» Horror e humor em “O animal cordial”

» Aquecimento global: comentário sobre nossa cegueira

» México: o enigmático caminho de Lopez Obrador

» Direito à Creche, luta rebelde

» Eleições e novo governo: o que revogar

» Argentina: nada será como antes

Rede Social


Edição francesa


» La mécanique clientéliste

» « Révolution hors la révolution » en Bolivie

» Puissant et fragmenté, le mouvement social bolivien

» Eruption annoncée du volcan bolivien

» Nobel de littérature à V. S. Naipaul : le prix du reniement

» La Russie en quête d'un nouveau rôle

» La gauche américaine découvre la « justice écologique »

» Spectaculaire victoire des camionneurs américains

» Le vagabondage des déchets toxiques

» Le regard vide de V. S. Naipaul


Edição em inglês


» Venice festival premiere for Syrian war film on the death of hope

» Gunrunning USA

» Ayn Rand's Promethean myth

» Iranians can't wait till 2020

» The legacy of infinite war

» The entropy wars

» Journalism in the age of Trump

» Meat goes out of style

» Where did you go to college, Daddy?

» How Morales stays in power


Edição portuguesa


» Uma aliança das civilizações

» Dirigir a ONU, um trabalho estranho

» Liquidação florestal em França

» Que alterglobalismo?

» Atolamento saudita no Iémen

» Escalada

» Edição de Agosto de 2018

» Na construção do senso comum

» A fábula do 31 de Agosto de 2013

» Edição de Julho de 2018


Arábia Saudita

As vozes de Washington

Por que a Arábia Saudita promove, há décadas, jornais que influem em todo o mundo árabe, mas procuram mantê-lo fragmentado e dividido. História de uma operação ideológica montada para fortalecer o poder dos EUA no Oriente Médio

Mohammed El Oifi
21 de dezembro de 2006

Arábia Saudita, frágil solução

As reservas sauditas, grande esperança dos Estados Unidos para atender à crescente demanda por petróleo, estão mais perto do esgotamento do que se imagina

Michael T. Klare
1º de abril de 2006

Caleidoscópio saudita

Reportagem na "nova" Arábia Saudita governada pelo rei Abdallah. Quais os avanços reais na situação das mulheres, tolerância religiosa e liberdade política. Que chances há de transformar as concessões de um soberano esclarecido em direitos permanentes

Alain Gresh
1º de fevereiro de 2006

As origens da nova crise do petróleo

As tensões geopolíticas, ou seja a degradação da situação no Iraque e na Arábia Saudita, e as compras especulativas ampliaram a alta dos preços do barril, que fixa suas raízes na evolução da oferta e da demanda, onde os sinais, apesar de opacos, apontam para aumento de necessidades e perda de fôlego da oferta

Nicolas Sarkis
1º de julho de 2004

Uma questão xiita?

Discriminados e sem direitos religiosos, os xiitas sauditas vivem na principal zona de produção de petróleo do país, o que inspira neoconservadores norte-americanos a sonharem com a divisão do reino, mas não, os representantes desta minoria

Alain Gresh
1º de junho de 2003

Sob a pressão da nova ordem

Enquanto suas relações com Washington foram abaladas pelos atentados de 11 de setembro, a monarquia saudita é desafiada a enfrentar, por um lado, o islamismo fundamentalista e, por outro, as aspirações por reformas e por abertura

Alain Gresh
1º de junho de 2003

Meca, a mais longa viagem

Quinto e último “pilar” do islamismo – depois da profissão de fé, da oração, do jejum do Ramadã e do dízimo (’zakat’) – o ’hadj’ (a peregrinação a Meca, cidade de Maomé, da “Casa de Deus”) continua sendo o mais difícil de ser cumprido

Slimane Zeghidour
1º de fevereiro de 2003

Modernização à moda do príncipe

Jovens, de túnica branca tradicional, com seus telefones celulares num cibercafé. O petróleo entregue outra vez aos estrangeiros e as fortunas da elite sempre no exterior. Sem romper com o atraso, e sem democracia, o novo monarca saudita que ser global...

Alain Gresh
12 de abril de 2000

Palavras-chave no mesmo grupo
[países]

Outros grupos de palavras-chave

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel