Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Periferia e memória em O Sepulcro do Gato Preto

» Boulos: o julgamento da História

» Quando o jornalismo vai à guerra

» Zumbis à brasileira

» Varoufakis e o mundo parasitado pelos EUA

» Em busca da Internet perdida

» Em busca da Internet perdida

» O marketing proto-fascista de Alexandre Moraes

» A mídia fez o golpe. Como democratizá-la?

» Dowbor: Crônica em meio à grande crise global

Rede Social


Edição francesa


» Razzia chinoise sur le lait

» Même la guerre a ses lois

» Au Yémen, une année de guerre pour rien

» Paysans chinois entre cueillette et Internet

» Les entreprises dans l'engrenage de la finance

» Le soleil ne se couche jamais sur l'empire Vinci

» Le Sahara algérien, eldorado de la tomate

» Aux Etats-Unis, le petit peuple des mobile homes

» Les barbares sont parmi nous

» Maudit pétrole bon marché


Edição em inglês


» How veterans are losing the war at home

» Turkey: from Suruç to a failed coup

» No need to build the Donald's wall, it's built

» What does it mean when war hawks say, “never Trump”?

» ‘Criminals are the law in Syria'

» America's criminal injustice system

» Mosul's liberation must wait

» Military dissent is not an oxymoron

» The Greatest show on earth

» The Decay of American Politics


Edição portuguesa


» Edição de Agosto de 2016

» Provocações atlânticas

» Sanções, FMI e cegueiras

» Porque é que Erdogan tem esperança de levar a melhor

» Edição de Julho de 2016

» Uma Europa por reconstruir

» Sanções ou reparações?

» Como são representados os refugiados na comunicação social?

» Edição de Junho de 2016

» No consultório do Dr. Estranhoamor


Curdistão

Qual autonomia para os curdos?

Expulsos de suas regiões tradicionais pela política de ?arabização? do Ba?ath ao longo das últimas décadas, os curdos foram beneficiados pela guerra que derrubou Saddam Hussein e agora definem o modelo de autonomia que irão pleitear

Michel Verrier
1º de março de 2004

Curdos: eternamente traídos

Desde o final da I Guerra Mundial, inúmeras potências utilizaram-se dos curdos para abandoná-los na última hora. Nos anos 70, com ajuda norte-americana, israelense e iraniana, eles foram usados para enfraquecer o regime ba’athista

1º de abril de 2003

Oitenta anos depois…
1º de outubro de 2002

Paisagens antes da guerra

Indesejáveis para o regime turco, os curdos são tolerados pelo governo de Teerã (existem 10 milhões no Irã, quase 15% da população do país). Seu sonho é um só: que Bush bombardeie logo o Iraque para poderem voltar para sua terra...

Michel Verrier
1º de outubro de 2002

Palavras-chave no mesmo grupo
[países]

Outros grupos de palavras-chave

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel