Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A arrogância do Direito e da Comunicação

» Transgênicos: mais uma trapaça

» Romero Jucá, síntese de um sistema falido

» Wallerstein enxerga o novo cenário brasileiro

» O mito da “herança maldita”

» Nova face do teatro de rua em São Paulo

» Governo Temer: o plano oculto

» Por que a Cultura incomoda Michel Temer

» De Boulos a Temer: vai ser “na marra”?

» Chomsky: três desafios ao poder de Washington

Rede Social


Edição francesa


» Cartographie des ventes d'armes

» Le banquier, l'anarchiste et le bitcoin

» Les transformations successives de Panamá

» Du droit du travail au travail sans droits

» Amérique latine, pourquoi la panne ?

» Imposture de la démocratie d'entreprise

» Silicon Army

» Guerre civile au sein de la droite américaine

» La stratégie de l'émotion

» « Printemps arabe », autant en emporte le vent ?


Edição em inglês


» Power loves the dark

» Privatizing america's public land

» Poof! It's forgotten

» UK: in or out?

» Washington's military addiction

» The costs of violence

» Georgia: neoliberalism and industrial policy

» American power under challenge

» Gimme shelter (from the tax man)

» Donald Trump in South Sudan


Edição portuguesa


» Edição de Maio de 2016

» A fabricação de Marcelo

» A recusa do comércio livre

» Resistir à uberização do mundo

» Edição de Abril de 2016

» 40 anos da Constituição: recuperar a radicalidade

» Guerra civil na direita americana

» Alimentos, medicamentos, cosméticos, suplementos… (in)formação contra riscos desnecessários

» Edição de Março de 2016

» O tempo das cóleras


Curdistão

Qual autonomia para os curdos?

Expulsos de suas regiões tradicionais pela política de ?arabização? do Ba?ath ao longo das últimas décadas, os curdos foram beneficiados pela guerra que derrubou Saddam Hussein e agora definem o modelo de autonomia que irão pleitear

Michel Verrier
1º de março de 2004

Curdos: eternamente traídos

Desde o final da I Guerra Mundial, inúmeras potências utilizaram-se dos curdos para abandoná-los na última hora. Nos anos 70, com ajuda norte-americana, israelense e iraniana, eles foram usados para enfraquecer o regime ba’athista

1º de abril de 2003

Oitenta anos depois…
1º de outubro de 2002

Paisagens antes da guerra

Indesejáveis para o regime turco, os curdos são tolerados pelo governo de Teerã (existem 10 milhões no Irã, quase 15% da população do país). Seu sonho é um só: que Bush bombardeie logo o Iraque para poderem voltar para sua terra...

Michel Verrier
1º de outubro de 2002

Palavras-chave no mesmo grupo
[países]

Outros grupos de palavras-chave

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel