Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Mais humor, menos motor

» Em Milagro Sala, encarcera-se a Argentina indígena

» Pistas para um Brasil pós-golpe

» Para rever a dialética do escravo e do senhor

» Polícia para quem?

» O Blockchain contra a ditadura das finanças

» Uma palavra por Lula

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

Rede Social


Edição francesa


» La défaite programmée des syndicats allemands

» Sens et enjeux de la mobilisation étudiante contre la loi Devaquet

» Jeter les bases d'une information éthique

» L'humanisme, dernier rempart contre la barbarie

» Le meilleur des mondes selon Washington

» Pleure, ô Zimbabwe bien-aimé

» L'autre Amérique

» « Il ne peut y avoir de paix avant l'avènement du Messie »

» Bataille pour la terre au Zimbabwe

» L'exigence laïque du respect mutuel


Edição em inglês


» The world according to Trump

» Special Ops at war

» Mapping a world from hell

» Honeybees for hire

» Honeybees for hire

» The buzz fades

» Fabricating a war on Iran

» Food's Disneyland

» Food's Disneyland

» Germany alone within the EU


Edição portuguesa


» Edição de Janeiro de 2018

» Recuperar os CTT

» O alvo iraniano

» O eixo Washington-Riade-Telavive

» Edição de Dezembro de 2017

» O Orçamento, o presente e o futuro

» Guerras de religião

» Assinatura de 6 meses: só €18

» Edição de Novembro de 2017

» O Estado e as catástrofes normais


Revoluções

Cuba e EUA, aproximação improvável

Desde 1819, os EUA desejam Cuba. Tal obsessão permanente não autoriza grandes ilusões de mudanças nas relações entre os dois países. Para Washington, a ilha lhes pertence. E esta não tem como abrir mão do poder que acumulou, a partir de sua posição defensiva e resistência vitoriosa

José Luís Fiori
29 de fevereiro de 2008

Os cadernos inéditos de Che Guevara

Mantidas em sigilo por décadas, estão disponíveis as Notas em que ele aponta as desigualdades do socialismo real, ironiza os "calhamaços soviéticos" que "não deixam pensar" e começa a compreender a necessidade de democratizar o poder revolucionário

Michael Löwy
15 de outubro de 2007

A Revolução dos Cravos, vista de Moçambique

Aqueles que viviam nos bairros de zinco (a periferia pobre) fizeram verdadeiramente a festa no dia 25 de junho de 1975, data da independência nacional de Moçambique. No dia 25 de abril de 1974, na Revolução dos Cravos, eles sorriam. No dia 25 de junho de 1975, cantaram e dançaram

1º de abril de 2004

Quando a revolução devora seus filhos

A escritora britânica Doris Lessing nasceu em 1919 e instalou-se com seus pais na Rodésia do Sul (atual Zimbábue) aos 6 anos de idade. Identificada como a militante feminista que abalou as idéias conservadoras com seu romance ’cult Carnet d’or’ (Carnê dourado), foi também uma combatente heróica contra as injustiças, o colonialismo e o ’apartheid’. Hoje, aos 84 anos, Lessing não hesita em falar sobre suas decepções com o feminismo, mas também com os dirigentes do Zimbábue, pois lutou muito em prol da independência desse país. Traça aqui um retrato acusador contra o controvertido presidente Robert Mugabe. Trata-se de um autocrata que mandou prender seu principal oponente, Morgan Tsvangirai, antes de ser obrigado a libertá-lo. Mas sua política é também marcada pelas pressões econômicas e políticas das potências internacionais.

Doris Lessing
1º de agosto de 2003

"Irmãos Muçulmanos" divididos

Um conflitos entre a "linha dura" e os "moderados" sacode a organização que criou o Hamas e que é, desde 1928, referência para militantes islâmicos no Egito, Jordânia e Palestina

Wendy Kristianasen
12 de abril de 2000

Palavras-chave no mesmo grupo
[temas permanentes]

Outros grupos de palavras-chave

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel