Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Dinheiro: o novo sonho de controle do Facebook

» Mulheres na política: uma nova onda a caminho

» Sertanejo, brasilidade e Nelson Pereira Santos

» A crise do Brexit e o capitalismo impotente

» Pilger: é hora de salvar o jornalismo

» Missão: extinguir o BNDES

» Etiópia: a eterna marcha da humanidade

» O direito ao sagrado dos povos do terreiro

» Como derrotar a “direita Trump-Bolsonaro”

» As pedras da contracultura (ainda) rolam

Rede Social


Edição francesa


» Quand la gauche renonçait au nom de l'Europe

» Un « New Deal » pour l'école

» La Chine bouscule l'ordre mondial

» L'affirmation homosexuelle

» Faut-il larguer la république ?

» Comment les apprentis sorciers ont aggravé le chaos au Proche-Orient

» Quarante ans de conflits et d'échecs nourris par les interventions occidentales

» Décentraliser l'éducation pour mieux la privatiser

» L'avenir du temps

» Ces Espagnols qui ont libéré Paris


Edição em inglês


» How US climate deniers are working with far-right racists to hijack Brexit for Big Oil

» Confessions of a map-maker

» The Spaniards who liberated Paris

» Fighting for communication control

» June: the longer view

» Niger, a migration crossroads

» Niger, a migration crossroads

» Whatever happened to Bob Woodward?

» Europe in space

» The Corbyn controversy


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2019

» As pertenças colectivas e as suas conquistas

» A arte da provocação

» 20 Anos | 20% desconto

» EUROPA: As CaUsas das Esquerdas

» Edição de Maio de 2019

» Os professores no muro europeu

» Chernobil mediático

» Edição de Abril de 2019

» A nossa informação, as vossas escolhas


DOSSIÊ CONHECIMENTO X MERCADO

Vocabulário da propriedade intelectual

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

(12/03/2000)

Patentes. Em contrapartida à publicação da descrição da invenção, a patente proíbe qualquer exploração (fabricação, uso, venda ou importação) por terceiros sem autorização de seu titular. A proteção da invenção é limitada no tempo (geralmente por um período de vinte anos contados da data de depósito do pedido).

Marcas. Quando uma marca é registrada, nenhuma pessoa ou empresa além da detentora do registro pode fazer uso dela em produtos ou serviços idênticos ou similares. A proteção de uma marca não é, em geral, limitada no tempo, sempre que seu registro seja periodicamente renovado e que a marca continue sendo utilizada.

Concorrência desleal. São reprimidos os atos que, no quadro das atividades comerciais ou industriais, se mostrem "contrários aos usos honestos": as práticas que se prestem a criar confusão com produtos, serviços, atividades industriais ou comerciais de outra empresa, ou que consistam em aproveitar-se indevidamente de sua reputação (contrafação); as falsas afirmações, que se prestem a desacreditar as atividades de uma empresa; as indicações ou afirmações que possam induzir o público a erro, principalmente quanto ao modo de fabricação de um produto ou serviço ou quanto à sua qualidade; a compra ilícita, divulgação ou uso de segredos de fabricação, etc.

Direito autoral e direitos conexos

O direito autoral aplica-se às obras literárias e artísticas. Os direitos "patrimoniais" não são, em geral, direitos exclusivo de autorização mas simples direitos de remuneração; assim, em certos países, qualquer obra pode ser difundida por rádio. Alguns usos estritamente definidos (citações, uso da obra para fins didáticos, uso de artigos que tratam de questões políticas ou econômicas em outros jornais) não necessitam de autorização nem pagamento de qualquer remuneração.

Os criadores gozam igualmente de direitos "morais" em virtude dos quais podem reivindicar sua qualidade de autor e exigir que seu nome seja mencionado nos exemplares da obra e quando de outros usos desta, e têm o direito de opor-se à mutilação ou deformação de suas obras. O titular do direito autoral pode, na maioria dos casos, transferir seu direito ou autorizar, sob licença, certos usos de sua obra. Mas os direitos morais são, em geral, inalienáveis, embora o autor possa renunciar a seu exercício.

(Fonte: Síntese de documentos da OMPI)

Leia também: Rumo ao apartheid sanitário? A quem pertence o conhecimento? Palavras proibidas Um sistema que mata Bibliografia na Internet




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos