Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A crise do Brexit e o capitalismo impotente

» Pilger: é hora de salvar o jornalismo

» Missão: extinguir o BNDES

» Etiópia: a eterna marcha da humanidade

» O direito ao sagrado dos povos do terreiro

» Como derrotar a “direita Trump-Bolsonaro”

» As pedras da contracultura (ainda) rolam

» Corporações: já vivemos uma distopia…

» Olhai a nova geração de ativistas

» Rússia e China: fim do mundo unipolar?

Rede Social


Edição francesa


» Comment les apprentis sorciers ont aggravé le chaos au Proche-Orient

» Quarante ans de conflits et d'échecs nourris par les interventions occidentales

» Décentraliser l'éducation pour mieux la privatiser

» L'avenir du temps

» Ces Espagnols qui ont libéré Paris

» Les pompiers pyromanes de l'antisémitisme

» Menace iranienne, menace sur l'Iran

» Comme si l'école était une entreprise…

» Voyage au bout de la peur avec les clandestins du Sahel

» Chanter le devenir du monde


Edição em inglês


» Confessions of a map-maker

» The Spaniards who liberated Paris

» Fighting for communication control

» June: the longer view

» Niger, a migration crossroads

» Niger, a migration crossroads

» Whatever happened to Bob Woodward?

» Europe in space

» The Corbyn controversy

» The invisible people


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2019

» As pertenças colectivas e as suas conquistas

» A arte da provocação

» 20 Anos | 20% desconto

» EUROPA: As CaUsas das Esquerdas

» Edição de Maio de 2019

» Os professores no muro europeu

» Chernobil mediático

» Edição de Abril de 2019

» A nossa informação, as vossas escolhas


IRÃ / CRONOLOGIA

A escalada da crise

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

(12/10/2000)

11 de maio de 1949: Depois de sua vitória sobre os exércitos árabes, o Estado de Israel torna-se membro da ONU. 21 de julho de 1951: O rei Abdallah da Jordânia é assassinado por um palestino.

28 de abril de 1951: Aumentam as tensões entre o Estado e a Anglo-Iraniana Oil Company. Mohamed Mossadegh torna-se primeiro-ministro do Irã e nacionaliza o petróleo.

23 de julho de 1952: Os "oficiais livres" de Gamal Abdel Nasser tomam o poder no Egito.

19 de agosto de 1953: O governo Mossadegh é derrubado. O xá, com o apoio do general Zahedi, instaura um poder ditatorial.

Outubro-novembro de 1956: Israel, a França e a Grã Bretanha atacam o Egito após a nacionalização do canal do Suez. Israel ocupa temporariamente o Sinai.

4 de junho de 1963: Revoltas camponesas assinalam o fracasso da "revolução branca" (a reforma agrária iraniana). Ruhollah Khomeini é preso, solto e depois expulso.

Janeiro-março de 1979: O regime do xá desmorona, o aiatolá Khomeini volta a Teerã e funda a República Islâmica.

Traduzido por Celeste Marcondes.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos