Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» O prisioneiro que não cede ao Grande Irmão

» Previdência: a fábula da República das Laranjas

» A difícil arte de superar o senso comum

» Os mapas do poder dos ruralistas

» Petrobrás: assim Paulo Guedes planeja o desmonte

» O neoliberalismo periférico e a oportunidade perdida

» Nunca fomos tão pequenos

» Caro coxinha, nossa bandeira já é vermelha…

» O mundo encantado da Previdência privada

» A lógica senil da propriedade privada

Rede Social


Edição francesa


» Le poids du lobby pro-israélien aux États-Unis

» Tradition et qualité françaises

» Batna dans le vertige des peurs et des frustrations

» Le champ sémantique du populisme

» Les dangers d'une monnaie unique

» L'Algérie sous le choc

» L'art de la désinformation

» La longue guerre occulte contre le Nicaragua

» Comment l'« intelligence artificielle » conduirait la guerre

» Délinquants et victimes


Edição em inglês


» Retiring the Statue of Liberty

» Iraq's choice: US air strikes or Iranian air conditioners?

» Gilets jaunes: the French uprising

» March: the longer view

» Rwanda now sets its own aid rules

» The rise of the hardliners

» Should we be combatting sexism to stimulate economic growth?

» Julia Buxton on Venezuela's ongoing crisis

» What happened to the dream of a united Maghreb?

» What happened to the dream of a united Maghreb?


Edição portuguesa


» O caso do Novo Banco: nacionalizar ou internacionalizar?

» Edição de Março de 2019

» Sabe bem informar tão pouco

» O presidente e os pirómanos

» Edição de Fevereiro e 2019

» As propinas reproduzem as desigualdades

» Luta de classes em França

» Das propinas ao financiamento do Ensino Superior

» Na Venezuela, a lógica do pior

» Vale a pena (re)ler John Kenneth Galbraith?


NICARÁGUA

Um desastre total

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

Balanço de 10 anos de neoliberalismo: do 60º lugar no índice de desenvolvimento humano da ONU (PNUD) em 1990, a Nicarágua passou, em 1999, para o 116º; o poder aquisitivo dos salários caiu pela metade: a dívida externa duplicou

François Houtart - (01/12/2001)

Nos índices de desenvolvimento humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a Nicarágua passou do sexagésimo lugar, em 1990 (após dez anos de conflito armado), para o centésimo décimo sexto, em 19991. O desemprego chega, oficialmente, a 25%2, mas a sub-utilização da força de trabalho supera os 50%. Entre 1991 e 1999, a redução do poder aquisitivo dos salários foi de 52,08%; 30% das pessoas morrem antes de atingir a idade de começar a trabalhar3. O Banco Mundial avalia que o número de famílias pobres representa 74,8% do total da população. Vítimas de uma verdadeira contra-reforma agrária, a metade das cooperativas rurais (mais de 250) desapareceram e, na região de Masaya, as que restam perderam a metade de suas terras.

A desigualdade social cresce. Entre 1993 e 1998, o 1% dos mais ricos da população, que detinha 13,2% da renda nacional, passou a absorver 15,6%4. A dívida externa, no final de 2000, era de 6,664 bilhões de dólares, quase a metade dela, contraída durante os últimos dez anos5. O valor das importações é três vezes maior que o das exportações – e destinam-se, principalmente, ao consumo das classes privilegiadas.
(Trad.: Celeste Marcondes)

1 - Relatório mundial sobre o Desenvolvimento Humano 2000, PNUD, Nova York, 2000.
2 - Ler, de Nestor Avendaño, Pronósticos económicos en un año electoral, Envío, nº 228, março de 2001.
3 - Ler, de Nestor Avendaño, Pronósticos económicos en un año electoral, Envío, nº 228, março de 2001.
4 - PNUD, El desarrollo humano en Micaragua 2000, Manágua, 2000.
5 - Ler, de Oscar René Vargas, Onze anos despues del ajuste (edição do autor), Manágua, 2001.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Dívida Externa e Dívida Pública
» Neoliberalismo
» ONU
» Nicarágua
» Livre Comércio e Desigualdade
» América Latina

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos