Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A desigualdade brasileira posta à mesa

» Fagulhas de esperança na longa noite bolsonarista

» 1 de setembro de 2020

» O fim do mundo e o indiscreto racismo das elites

» O milagre da multiplicação de bilhões — para os bancos

» Movimento sindical em tempos de tormenta

» 31 de agosto de 2020

» A crucificação de Julian Assange

» Nuestra America: os cinco séculos de solidão

» Ir além do velho mundo: lições da pandemia

Rede Social


Edição francesa


» Le Front national sur un plateau

» Karl Kraus, contre l'empire de la bêtise

» Hors-la-loi

» Révolte américaine contre les ogres du fast-food

» Au Soudan du Sud, l'écroulement des espoirs démocratiques

» Rendez-vous manqué de la gauche et de la politique locale

» Le monde selon Téhéran

» Xénophobes au nom de l'Etat social

» Rafael Correa : « l'Europe endettée reproduit nos erreurs »

» Le Pakistan miné par les affrontements entre sunnites et chiites


Edição em inglês


» How will the US counter China?

» October: the longer view

» America, year 2020

» The ministry of American colonies

» America, the panic room

» Independent only in name

» An election result that won't be accepted

» Into the woods, it's nearly midnight

» Canada's cancel culture

» Crumbs from Sweden's table


Edição portuguesa


» Um resultado que ninguém aceitará

» Edição de Outubro de 2020

» Distâncias à mesa do Orçamento

» Falsas independências

» Trabalho na cultura: estatuto intermitente, precariedade permanente?

» RIVERA

» Edição de Setembro de 2020

» Cuidar dos mais velhos: por uma rede pública e universal

» Restauração em Washington?

» Cabo Delgado: névoa de guerra, tambores de internacionalização


Em favor de Bové

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

(01/08/2002)

Porta-voz da Confederação Camponesa, José Bové foi o primeiro dirigente sindical a ser preso após a reeleição de Jacques Chirac. E preso devido a uma ação sindical coletiva: o desmonte do restaurante McDonald’s de Millau, em agosto de 1999, num protesto simbólico contra as sanções impostas por Washington aos produtores de queijo roquefort (em represália à recusa, por parte da União Européia, em importar carne bovina com hormônios dos Estados Unidos). É importante frisar que, nesse caso, a ação não foi interposta pela cadeia de restaurantes norte-americana, mas pelo Ministério Público francês!

Estaria o Movimento dos Sem Terra (MST) brasileiro tão longe da verdade quando considera José Bové um “preso político”? Teria a punição o significado de “dar um exemplo” no sentido de desencorajar quem luta, como Bové, contra a globalização liberal? Essa é uma opinião amplamente partilhada, e reforçada pela impunidade de que gozam, por outro lado, os distribuidores de farinhas animais ilegalmente importadas – e potencialmente transmissoras da doença da vaca louca –, assim como os dirigentes do sindicato camponês majoritário, a FNSEA (que pediu votos para Chirac desde o primeiro turno da eleição presidencial), por suas ações violentas contra bens e pessoas, como foi o caso da invasão e saque do escritório de Dominique Voynet, ministra do Meio Ambiente.

Isso sem mencionar essa aflitiva “exceção francesa” que é a imunidade judicial concedida pelo Conselho Constitucional ao presidente da República quando, em qualquer outra democracia ocidental, a suposição dos graves delitos de que é acusado deveria obrigá-lo a explicar-se perante os juízes.

A redação do Monde diplomatique manifesta sua indignação com esse exemplo de “justiça” sob encomenda, contrária a todos os valores que defende nosso jornal.

(Trad.: Jô Amado)




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» OMC
» Soberania Alimentar
» Reforma Agrária e Agricultura Familiar

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos