'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> 'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> Diplô - Biblioteca: Fórum Social Mundial: de Paris a Porto Alegre
Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Oito teses sobre a Revolução Feminista

» As feridas da Guerra com Paraguai ainda latejam

» A última chance de salvar Julian Assange

» Quando a polícia bandida quer mandar na sociedade

» Zé do Caixão, herói do Cinema Popular Brasileiro

» Poderá Francisco salvar a Economia e o planeta?

» Auschwitz: os portões da memória ainda abertos

» As democracias engolidas e o erro de Piketty

» Eles lutam por todos nós

» Paulo Guedes, o bravateiro velhaco

Rede Social


Edição francesa


» Une Internationale… de la santé

» Wal-Mart à l'assaut du monde

» Réalité en quête de fictions

» Émergence d'une voix africaine

» L'astrologie, la gauche et la science

» L'Afrique conteste en rap

» Les sondés ne veulent plus parler

» Apolitisme très politique des journaux municipaux

» La force molle de la social-démocratie

» L'enfance, une espèce en danger ?


Edição em inglês


» US ideologues in the ascendant?

» US ideologues in the ascendant?

» Rojava, a fragmented territory

» Australia's angriest summer

» February: the longer view

» African national parks managed by African Parks

» Genetic medicine makes the world less fair

» From apartheid to philanthropy

» Who is the land for?

» Belarus, the industrious state


Edição portuguesa


» Edição de Fevereiro de 2020

» O que Donald Trump permite…

» As marcas do frio

» Edição de Janeiro de 2020

» Embaraços externos

» De Santiago a Paris, os povos na rua

» Que prioridades para uma governação mais à esquerda?

» Edição de Dezembro de 2019

» Uma fractura social exposta

» «Uma chacina»


LIVROS

Fórum Social Mundial: de Paris a Porto Alegre

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

Bernard Cassen retrata o nascimento dos fóruns sociais mundiais que vieram coroar um movimento nascido com o “grito de Chiapas” e que desembocou em Porto Alegre, desenhando uma nova cartografia internacional das lutas pela emancipação humana

Emir Sader - (01/11/2003)

O Fórum Social Mundial (FSM) deveria ser realizado na periferia do capitalismo – em alguma parte do mundo “globalizado”, e não nos países “globalizadores”

Tudo (re)começou, mas não em Porto Alegre1 e, sim, em Paris, onde tudo terminara. Foi, efetivamente, na capital francesa que Bernard Cassen recebeu, em fevereiro de 2000, a visita de dois diretores de organizações não-governamentais brasileiras que lhe fizeram a proposta de organizar um Fórum anti-Davos. O então presidente do Attac na França reagiu favoravelmente à idéia, porém imprimindo-lhe características que se tornariam o núcleo central do movimento que estava em vias de nascer: o Fórum Social Mundial (FSM) deveria ser realizado na periferia do capitalismo – em alguma parte do mundo “globalizado”, e não nos países “globalizadores”. No Brasil, por exemplo, devido ao peso que tinha a esquerda neste país e, mais precisamente, em Porto Alegre, devido à notável e singular experiência de uma política pública: a do orçamento participativo.

Era a oportunidade de reatar a teia rasgada cerca de quinze anos antes, quando o presidente François Mitterrand, empenhado na consolidação da hegemonia liberal com a dupla Reagan-Thatcher, optou por se alinhar às novas tendências dominantes, abandonando o papel histórico da esquerda francesa, de solidariedade e aliança com os movimentos da periferia do capitalismo. Os futuros fóruns sociais mundiais iriam reativar os vínculos entre os movimentos do centro e da periferia do sistema, desenhando, dessa maneira, uma nova cartografia internacional das lutas pela emancipação humana.

Bernard Cassen faz o inventário dos avanços dos fóruns e dos problemas a serem ainda resolvidos para passar da “acumulação primitiva” para a “reprodução ampliada”

Em seu livro, Bernard Cassen narra na primeira pessoa o nascimento dos fóruns sociais mundiais que viriam coroar um movimento nascido com o “grito de Chiapass”, em janeiro de 1994, prosseguindo em Seattle, cinco anos depois, e desembocando em Porto Alegre, em janeiro de 2001. Um processo que o autor qualifica, corretamente, como de “acumulação primitiva” da construção de um modelo alternativo à hegemonia neoliberal e para o qual o Attac e o Monde diplomatique – cada um à sua maneira – seriam referências básicas fundamentais. Foi deles que nasceram expressões – como a luta contra a “ditadura dos mercados”, ou “Um outro mundo é possível” (título de um artigo de Ignacio Ramonet, em maio de 1998) – que, longe de serem meros slogans, passaram a fazer parte da identidade do próprio movimento.

Bernard Cassen faz o inventário dos avanços dos fóruns e dos problemas a serem ainda resolvidos para passar da “acumulação primitiva” para a “reprodução ampliada”. Entre esses problemas, alguns são o do poder das instâncias do FSM, o da representatividade dos movimentos participantes, o da exclusão dos partidos políticos de um processo que não pretende se limitar à chamada “sociedade civil”, o dos conceitos de liberalismo, antiestatismo, antipartidarismo ou antipolítica. O livro de Bernard Cassen é, desde já, um instrumento de referência para todos aqueles que, na luta por um outro mundo (ou, para retomar a expressão do subcomandante Marcos, “por outros mundos possíveis”), pensam que esta deverá ser uma luta consciente, organizada e travada por coalizões da maior amplitude possível.

(Trad.: Jô Amado)

1 - Ler, de Mohammed Larbi Bouguerra, Les Batailles de l’eau. Pour un bien commun de l’humanité, col. “Enjeux Planète”, Edições do Atelier e Edições Charles Léopold Mayer, Paris, 2003; e L’Eau, res publica ou marchandise, org. Riccardo Petrella, ed. La Dispute, Paris, 2003.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Fóruns Sociais
» Altermundialismo

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos