Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Lei Rouanet e a cultura em demolição

» Rebelião em Londres: é o clima ou o sistema?

» A “inteligência caolha” da família Bolsonaro

» Opacidade: o direito de escapar à vigilância total

» O crime de Guarapuava e as elites sem freios

» Boaventura: os EUA flertam com o direito názi

» Argentina: ainda bem que há eleições…

» O bispo que não vai para o céu

» Prisões brasileiras: relato de dentro do inferno

» Bernardet: “Tirei o corpo fora”

Rede Social


Edição francesa


» Rwanda, retour sur un aveuglement international

» La riposte des exclus

» La justice, pilier ou béquille de la démocratie ?

» La canicule, révélateur d'une santé malade

» La caution des scientifiques

» Dans l'enfer blanc de l'amiante

» Fiasco à La Haye

» L'immigration au miroir des échecs de la gauche

» « Faxer » ou périr, une culture de l'urgence

» Comment Sciences-Po et l'ENA deviennent des « business schools »


Edição em inglês


» The making and unmaking of Brazilian democracy

» Mica mining, why watchdogs count

» LMD's New York debates

» Decriminalizing the drug war?

» April: the longer view

» Housing, rubbish, walls and failing infrastructure in East Jerusalem

» Mining profits go to foreign investors

» Combatting climate change: veganism or a Green New Deal?

» Berlin's fight for expropriation

» Afghanistan: the fighting continues


Edição portuguesa


» Edição de Abril de 2019

» A nossa informação, as vossas escolhas

» O cordão sanitário

» O caso do Novo Banco: nacionalizar ou internacionalizar?

» Edição de Março de 2019

» Sabe bem informar tão pouco

» O presidente e os pirómanos

» Edição de Fevereiro e 2019

» As propinas reproduzem as desigualdades

» Luta de classes em França


ALEMANHA

A moda e o mercado

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

O fenômeno da ’ostalgia’ cria novas modas – e mercados – no dia-a-dia da população da Alemanha do Leste

Benjamin Wuttke - (01/08/2004)

A ostalgia aparece em vários campos da vida

Cinema O filme Adeus, Lênin, lançado em fevereiro de 2003, com a história de um filho que esconde da mãe (depois que ela sai de um coma) os fatos ocorridos depois da queda do muro, atraiu mais de 6 milhões de espectadores na Alemanha.

Televisão Quatro emissoras produziram em 2003 shows sobre a ostalgia, com antigos astros, produções e histórias da RDA. O da ZDF reuniu 4 milhões de telespectadores.

Programas noturnos Inúmeras discotecas organizam noitadas ostalgicas. Os dez primeiros participantes ganham uma banana. Os que vêm vestidos no estilo da RDA pagam meia entrada. E, em alguns casos, um sósia de Erich Honecker dança um balé masculino.

Posto de gasolina No início de abril foi aberto, em Berlim Oriental, um posto de gasolina Minol – a marca de gasolina da ex-RDA.

Vida cotidiana Sempre em Berlim Oriental, pode-se a partir de agora visitar o apartamento-museu de uma família da RDA dos anos 1980: um imóvel de três cômodos de 61 m2 com sala, banheiro, cozinha, quarto, quarto das crianças e mezanino, todos mobiliados como na época. Ele era alugado por 109 marcos orientais.

Viagem De agora em diante, é possível fazer um tour de três horas para Berlim Oriental, de Trabant, por 29 euros por pessoa: os veículos são equipados com um leitor de DVD que permite encontrar gravações históricas, como a de Walter Ulbricht declarando: "Ninguém tem intenção de construir um muro" (www.trabi-x.de).

Leituras O segundo livro das "melhores piadas da RDA" foi lançado em 2003 (9,90 euros). "Destinado aos leitores dos antigos Länder, que se interessam pelos segredos da Alemanha Oriental", segundo o material de propaganda do editor, Wewos (www.ddr-witze.de).

Gastronomia É possível fazer compras de supermercado como na RDA graças ao site www.ossiversand.de, que oferece um sortimento de produtos de marcas alemãs orientais – do schnaps aos preservativos. A onda da Ostalgia aumentou seu consumo em mais de 80%, dos quais quatro quintos nos antigos Länder.

(Trad.: Marcelo de Valécio)




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Desigualdades Internacionais
» Privatizações
» Alemanha

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos