'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> 'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> Diplô - Biblioteca: Ligações perigosas com o mundo dos negócios
Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Graeber narra o declínio da Ciência Econômica

» Boaventura: a História absolverá Evo Morales

» Insurgências e reações na América Latina

» A Revolta Latina, a crise dos EUA e a esquerda

» No cinema, o ser fragmentado dos indígenas

» Seriam os neoliberais terraplanistas?

» Paulo Guedes sonha com seu 18 Brumário

» A hegemonia pentecostal no Brasil

» O que muda (para pior) no financiamento do SUS

» Outra Contrarreforma – dessa vez, Administrativa

Rede Social


Edição francesa


» Mystiques violentes et stratégie non violente

» La pêche doit être gérée à l'échelle mondiale

» Le problème juif en Union soviétique

» Le vent s'est levé

» Citoyens, ou... nécessiteux ?

» Une sixième vague

» Retraite à points... de non-retour

» L'offensive libérale contre le monde du travail

» « Donner confiance aux hommes »

» Naissance d'un charisme


Edição em inglês


» Shattering the conspiracy of silence

» This must be called murder

» Bolivia's coup

» Algeria's massive movement for change

» Islamists make common cause with the Hirak

» Grenfell's untold story

» DUP no longer kingmaker

» DUP no longer kingmaker

» Northern Ireland's deep state

» Law's disorder in Nigeria


Edição portuguesa


» Edição de Dezembro de 2019

» Uma fractura social exposta

» «Uma chacina»

» Assinatura de 6 meses: só 18 €

» Golpe de Estado contra Evo Morales

» Será que a esquerda boliviana produziu os seus coveiros?

» A era dos golpes de Estado discretos

» Pequeno manual de desestabilização na Bolívia

» No Brasil, os segredos de um golpe de Estado judiciário

» Edição de Novembro de 2019


O FUTURO DA ONU

Ligações perigosas com o mundo dos negócios

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

Como as questões estratégicas de desenvolvimento e progresso social dos povos reduziram-se a apelos de responsabilidade social para as empresas

Christian G. Caubet - (01/09/2005)

Em 1998, o Geneva Business Dialogue organiza um “diálogo” entre o mundo dos negócios e as administrações públicas nacionais e internacionais

“O mundo dos negócios tem interesse em ajudar os países que querem chegar a um desenvolvimento sustentável. Reduzir a pobreza ajuda criar mercados estáveis e socialmente integrados, e também um poder de compra que permita o crescimento. Isto também ajuda a aumentar a produtividade e a diminuir as tensões sociais. E contribui para tornar as forças de trabalho saudáveis e dinâmicas”.1

É assim que Kofi Annan, secretário-geral da ONU, estimula uma maior colaboração da ONU com o mundo dos negócios. Embora não lhe tenha sido atribuída expressamente nenhuma competência neste sentido, Annan tem, desde o início de seu primeiro mandato, em 1997, trabalhado para que essa aproximação aconteça.

Em 9 de fevereiro de 1998, participa de um encontro com 25 principais membros da Câmara de Comércio Internacional (CCI), entre eles representantes da Coca-Cola, Goldman Sachs, McDonald’s, Rio Tinto Zinc, Unilever etc. Em setembro de 1998, o Geneva Business Dialogue organiza, sob o patrocínio da CCI, um “diálogo” entre o mundo dos negócios e as administrações públicas nacionais e internacionais. Annan, na ocasião, assinala a necessidade de reforçar os laços entre a ONU e a CCI.2

Princípios esquecidos

Estamos longe das ambições iniciais da ONU, que eram “favorecer o progresso econômico e social de todos os povos”

O presidente da CCI, Helmut Maucher, membro do Conselho de Administração da Nestlé e da Mesa Redonda dos Industriais Europeus (ERT), declara que o objetivo é “reunir as cabeças das empresas internacionais e os líderes das organizações internacionais, de maneira a canalizar a experiência dos empresários e a habilidade para o processo da tomada de decisão para a economia global”. Entre os participantes estão Yves-Thibault de Silguy (comissário das finanças da Comunidade Européia), Renato Ruggiero (diretor geral da OMC), funcionários de alto nível do Banco Mundial, Vladimir Petrovski (sub-secretário geral da ONU) e Rubens Ricupero (secretário geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento).

Trata-se de definir referências comuns para permitir aos Países menos avançados (PMA) atrair investimentos. Seis Estados (Bangladesh, Etiópia, Madagascar, Mali, Moçambique e Uganda) são designados para colaborar com a British American Tobacco, British Petroleum, Cargill, Coca-Cola, Daimler Chrysler, Nestlé, Novartis, Rio Tinto, Shell, Siemens e Unilever. As empresas ajudariam a “identificar as experiências passadas e as melhores condições para criar um clima favorável aos investimentos exteriores diretos”.

Estamos longe das ambições iniciais da ONU, que eram “favorecer o progresso econômico e social de todos os povos”, segundo a introdução da Carta das Nações Unidas. Este objetivo deveria ser o fio condutor da política da organização, mas desde a sua criação ela concentrou-se nos problemas diplomáticos e os conflitos assistiram o desmonte dos meios e das instituições encarregadas do desenvolvimento e das questões econômicas.

Triunfo liberal

A tomada de decisões em matéria de economia deslocou-se para um grupo reduzido de organismos independentes da ONU: FMI, Banco Mundial, OMC

Por exemplo, o Conselho econômico e social da ONU – cujas decisões não têm força determinante, mas refletem, sobretudo, as posições de consenso dos membros mais influentes da organização. A instalação da CNUCED em 1964, da Organização das Nações Unidas pelo desenvolvimento industrial (ONUDI) em 1966 e do Programa das Nações Unidas pelo desenvolvimento (PNUD) em 1970, embora signifiquem o princípio de uma reflexão sobre uma nova ordem econômica internacional, não conseguiu definir objetivos coletivos para alcançar o desenvolvimento.

E, no decorrer dos anos 80 e 90, uma visão liberal se impôs: o ponto central da tomada de decisões coletivas em matéria de economia, pouco a pouco, deslocou-se para um conjunto reduzido de organismos independentes da ONU 3 : Banco Mundial, Fundo Monetário Internacional (FMI) e OMC. A hierarquia da Assembléia Geral é rompida. Sinal dos tempos, em 1993, a Cnuced acaba renunciando à tentativa de definir um código de conduta para as multinacionais.

Longe das metas

Na lógica de hoje, as metas do milênio, adotadas pelos chefes de Estado em 2000, já estão fora de alcance

Em janeiro de 1999, no Fórum Econômico Mundial de Davos, o secretário-geral da ONU propôs às empresas a idéia de um “pacto global”: trata-se de desenvolver a responsabilidade social das empresas para favorecer uma “economia global mais sustentável e inclusiva”. As empresas participantes devem se comprometer a respeitar dez princípios: proteger os direitos humanos, apoiar a liberdade de associação dos trabalhadores, abolir o trabalho forçado e infantil, eliminar a discriminação nos locais de trabalho, proteger o meio ambiente, combater a corrupção sob todas as formas etc. Em contrapartida, eles se beneficiariam da cooperação de agências especializadas da ONU: Alto Comissariado dos Direitos Humanos, PNUD, ONUDI, PNUE e também a OIT (Organização Mundial do Trabalho).

O pacto foi lançado oficialmente em Nova York, em 26 de julho de 2000. Ele não trata somente da proteção aos investimentos, mas também das discussões dentro da OMC, esclarecendo que a questão será em breve novamente discutida em nível internacional. No mês de março de 1999, um vazamento revela o projeto do Fundo Global para o desenvolvimento sustentável, a cargo do PNUD. O PNUD deverá garantir acesso das empresas participantes em 135 países. Entre os objetivos estão: a telefonia rural e eletrificação, pequenas financeiras... Por hora, o projeto está em estudo. Nesta lógica, apesar das suas ambições, as metas do milênio para o desenvolvimento (luta contra a pobreza, a fome e as discriminações) 4, adotados pelos chefes de Estado e pela ONU, em julho de 2000, já estão fora de alcance.

(Trad.: Celeste Marcondes)

1 - Mensagem para a reunião regional do Pacto Global, Jamshedpur, India, 8 de maio de 2005. www.un.org/apps/sg/sgstats.asp
2 - Ler Stéphane Hessel, Mireille Delmas-Marty e Amara Essy, “Ordem jurídica mundial e paz positiva”, Le Monde diplomatique, julho de 2003.
3 - Ler Isabelle Grunberg, “Um remédio que mata o paciente”, Le Monde Diplomatique, setembro de 2000.
4 - “A Declaração do Milênio” foi adotada pela Assembléia Geral da ONU no dia 23 de setembro de 2000, quando da Cúpula do Milênio; www.un.org/french/milleniumgoals/




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Desigualdade e Caridade
» Desconstrução das Políticas Públicas

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos