Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Aos super ricos, os super genes?

» A Ideologia da Mineração está em xeque

» Orçamento 2020 expõe o Bolsonaro das elites

» A esquecida questão da desigualdade energética

» Crônica de Cuba, em incerta transição

» “Direitos Já”: Uma perigosa contradição

» Cinema: Espelhos deformantes

» As mentiras da ciência a serviço do mercado

» Anatomia da próxima recessão global

» Passo a passo para frear a devastação da Amazônia

Rede Social


Edição francesa


» Le Media Lab aux avant-postes du cybermonde

» Echec à la corruption au Brésil

» Les beaux jours de la corruption à la française

» Parler français ou la « langue des maîtres » ?

» Au Portugal, austérité et contestation

» Le piège du 11-Septembre

» Quand la gomme arabique fait tanguer l'Amérique

» Au Kosovo, la « sale guerre » de l'UCK

» L'école publique à l'encan

» Le régime de Khartoum bousculé par la sécession du Sud


Edição em inglês


» September: the longer view

» Afghan peace talks: Trump tweets, Taliban fights

» An inexhaustible myth in times of extreme adversity

» What happened to social solidarity?

» Sudan: conflict, violence and repression

» Russia's appointed billionaires

» Another end is possible

» Arms sales: the Swedish model

» Soft power influence in the Arabian Gulf

» Life with bribes and kickbacks


Edição portuguesa


» Edição de Setembro de 2019

» Portugal não pode parar?

» Quem elegeu Ursula von der Leyen?

» Edição de Agosto de 2019

» Plural e vinculado à esquerda

» Os talibãs de São Francisco

» Edição de Julho de 2019

» Inconsistências (ou o sono da razão?)

» Comércio livre ou ecologia!

» Edição de Junho de 2019


EMPRESA-SÍMBOLO

Da torradeira à fibra ótica

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

Nos tempos dourados, a GE ajudou a mudar a vida quotidiana de bilhões de pessoas

(10/11/2006)

A General Electric esteve na origem de inúmeras invenções, em múltiplos terrenos:

Som: a radiodifusão, em 1906, o primeiro posto de TV, em 1927).

Imagem aplicada à medicina: os primeiros raios X, em 1896, seu melhoramento, em 1913, o scanner tomográfico em 1976, a imagem por ressonância magnética, em 1983, e ultra-som em 2002...),

Eletricidade: a lâmpada. em 1879, o motor elétrico, em 1887, a turbina, em 1901, o laser, em 1962.

Transporte: em 1924, as locomotivas a diesel, depois elétricas.

Equipamento doméstico: o ventilador, em 1902, a torradeira, em 1905, o forno elétrico, em 1915, a geladeira, em 1917, a máquina de lavar, em 1930, o ar condicionado, em 1932, diversos outros aparelhos eletrodomésticos.

Química: resinas, em 1912, várias moléculas plásticas a partir de 1930, em particular o Lexan, que é transparente, em 1953. e o diamante sintético, em 1955.

Aeronáutica: o motor a jato, a partir de 1941, a pilotagem automática, em 1943, a utilização comercial do radar, em 1945.

Eletrônica: os primeiros componentes optoeletrônicos, em 1961, e a fibra ótica, em 1981.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» DOSSIÊ EUA
» Papel das corporações transnacionais

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos