Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 20 de janeiro de 2022

» Netflix sacode (e ameaça) o cinema

» Como avança a uberização no setor de turismo

» Um Macbeth negro, deslumbrante e irreal

» Combater desigualdades e mudar a Economia

» 19 de janeiro de 2022

» Estados Unidos, democracia em desmantelo

» Amazônia e a potência da bioeconomia

» 18 de janeiro de 2022

» A crise energética, a Europa e a reviravolta russa

Rede Social


Edição francesa


» Alphabétisation & scolarisation

» Développements comparés des pays du Maghreb

» Taux de croissance annuel de la population

» Pyramide des âges au Maghreb

» Au lycée, vigilance ou paranoïa

» TF1 ou la parabole de Frankenstein

» Víctor Erice et Abbas Kiarostami, deux cinéastes en correspondance

» Le toxicomane domestiqué

» Les fous du roi

» De la soumission dans les têtes


Edição em inglês


» January: the longer view

» United States: the black hole of Guantanamo

» Transnistria: a pro-Russian enclave in Europe

» The Chinese take to the slopes

» Japanese women find their voice

» The open-source world is more and more closed

» Transnistria, relic of a frozen conflict

» The Algeria-Morocco standoff

» Chile's victorious ‘new left' brings hope, but it's all to play for

» Europe's secretive system to keep out migrants


Edição portuguesa


» A orquestra do caos

» Recortes de Imprensa

» Será a caneta mais poderosa do que a espada?

» A pilhagem da comunidade do software livre

» Braço-de-ferro entre Marrocos e a Argélia

» Transnístria: o vestígio de um conflito congelado

» As japonesas já não querem ficar caladas

» O regresso da chantagem da dívida

» Homenagem do vício à virtude

» Impor uma visão do mundo


EMPRESA-SÍMBOLO

Da torradeira à fibra ótica

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

Nos tempos dourados, a GE ajudou a mudar a vida quotidiana de bilhões de pessoas

(10/11/2006)

A General Electric esteve na origem de inúmeras invenções, em múltiplos terrenos:

Som: a radiodifusão, em 1906, o primeiro posto de TV, em 1927).

Imagem aplicada à medicina: os primeiros raios X, em 1896, seu melhoramento, em 1913, o scanner tomográfico em 1976, a imagem por ressonância magnética, em 1983, e ultra-som em 2002...),

Eletricidade: a lâmpada. em 1879, o motor elétrico, em 1887, a turbina, em 1901, o laser, em 1962.

Transporte: em 1924, as locomotivas a diesel, depois elétricas.

Equipamento doméstico: o ventilador, em 1902, a torradeira, em 1905, o forno elétrico, em 1915, a geladeira, em 1917, a máquina de lavar, em 1930, o ar condicionado, em 1932, diversos outros aparelhos eletrodomésticos.

Química: resinas, em 1912, várias moléculas plásticas a partir de 1930, em particular o Lexan, que é transparente, em 1953. e o diamante sintético, em 1955.

Aeronáutica: o motor a jato, a partir de 1941, a pilotagem automática, em 1943, a utilização comercial do radar, em 1945.

Eletrônica: os primeiros componentes optoeletrônicos, em 1961, e a fibra ótica, em 1981.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» DOSSIÊ EUA
» Papel das corporações transnacionais

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos