Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A Tecnologia da Adaptação — e como vencê-la

» O Irã e os idiotas úteis… a Washington

» “Atire na cabeça!”

» Um reino de farsas e encenações necessárias

» Jogue no Google, senhor ministro

» Religião, violência e loucura

» O consenso pela Educação acabou

» O dia em que o governo perdeu as ruas

» Galeria: Brasil nas ruas

» Um governo tóxico

Rede Social


Edição francesa


» Une obligation morale

» Mais pourquoi cette haine des marchés ?

» Les militants français confrontés à la logique de l'entreprise

» Une machine infernale

» Pour sauver la société !

» Des réformes qui ne sont pas allées assez loin

» Controverses et débats en Allemagne

» Un nouveau maître à penser : l'entreprise

» Le problème de l'épuisement des matières premières peut, aujourd'hui, être envidagé avec un optimisme relatif

» Incontrôlable avant l'an 2000, l'explosion démographique accroit le risque d'une double catastrophe mondiale


Edição em inglês


» Iran and the US, a tale of two presidents

» Terry Gou, Taiwan's billionaire and political wildcard

» Ecuador's crackdown on abortion is putting women in jail

» Traditions of the future

» Boondoggle, Inc.

» Sisi amends Egypt's constitution to prolong his presidency

» May: the longer view

» The languages of Ukraine

» Chile's day of women

» Notre Dame is my neighbour


Edição portuguesa


» 20 Anos | 20% desconto

» EUROPA: As CaUsas das Esquerdas

» Edição de Maio de 2019

» Os professores no muro europeu

» Chernobil mediático

» Edição de Abril de 2019

» A nossa informação, as vossas escolhas

» O cordão sanitário

» O caso do Novo Banco: nacionalizar ou internacionalizar?

» Edição de Março de 2019


AMÉRICA LATINA

Glossário mexicano

Imprimir
Enviar

Ler Comentários
Compartilhe

Nomes e siglas da esquerda institucional, dos movimentos rebeldes, dos observadores internacionais e dos partidos de direita

Jean-François Boyer - (29/04/2007)

AMLO: Abreviatura de Andrés Manuel López Obrador, candidato à presidência nas eleições de 2006, derrotado em meio a denúncias de fraude. Não reconhece o resultado.

CND: Convenção Nacional Democrática; reúne espontaneamente simpatizantes de Andrés Manuel López Obrador contra a “fraude eleitoral”. Depois dois meses de luta, a CND reuniu 1.025.724 militantes em todo o país — algo inédito, na Cidade do México — em 16 de setembro de 2006. A convenção decidiu eleger um “governo legítimo” com “AMLO” como presidente.

Coalizão pelo Bem de Todos: aliança do PRD, do Partido do Trabalho e da Convergência Democrática que apóia López Obrador na eleição presidencial.

PRD: Partido da Revolução Democrática; partido de centro-esquerda fundado oficialmente em 26 de maio de 1989 a partir de uma ruptura com o PRI.

FAP: Frente Ampla Progressista; reúne os três partidos membros da coalizão eleitoral de López Obrador.

APPO: Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca.

EZLN: Exército Zapatista de Liberação Nacional; Movimento armado indígena criado em 1º de janeiro de 1994, em Chiapas; tomou, logo em seguida, forma de uma rebeldia pacífica.

Outra Campanha: Lançada em 1º de janeiro de 2006 pelo Exército Zapatista de Liberação Nacional (EZLN) e o subcomandante Marcos. Esse ataca vigorosamente o PRI e o PAN, mas também não simpatiza com o PRD.

CCIODH: Comissão Civil Internacional pela Observação dos Direitos dos Homens, organização não-governamental européia ligada à esquerda, reconhecida pela ONU e pela União Européia.

PAN: Partido Ação Nacional; partido de direita no poder com Vicente Fox (2000-2006) e hoje com Felipe Calderón.

PRI: Partido Revolucionário Institucional; monopolizou o poder no México por 71 anos.

Nafta: North American Free Trade Agreement (Tratado de Livre Comércio Norte-Americano); de essência neoliberal, reúne Canadá, Estados Unidos e México na mais vasta zona de livre comércio do mundo.

Tradução: Silas Martí
silas.marti@revistaflan.com

Leia mais:

Nesta edição, sobre o mesmo tema:

Novo mosaico das resistências mexicanas Num país governado pela direita autoritária, multiplicam-se iniciativas de contra-poder, algumas com forte caráter inovador. Mas serão capazes de se entender e fazer de sua grande diversidade um trunfo?




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» México
» América Latina

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos