Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 24 de maio de 2022

» Crônica: O clã (não tão) secreto dos Punhos-Cerrados

» Como Mastercard e Visa lucram com falcatruas

» Elon Musk e o lítio da Amazônia

» A cegueira da Europa diante dos abismos da guerra

» 23 de maio de 2022

» A cultura do cancelamento e os impasses da esquerda

» Chile: o conturbado início de Boric

» Eletrobrás: por que rechaçar a privatização

» Pochmann: O fim da financeirização?

Rede Social


Edição francesa


» Mario Vargas Llosa, Victor Hugo et « Les Misérables »

» Des médias en tenue camouflée

» Jénine, enquête sur un crime de guerre

» Le monde arabe en ébullition

» Au Proche-Orient, les partis pris de la Maison Blanche

» L'abolition du territoire

» Regard sur Sarajevo

» Les progrès du libéralisme économique à Sri-Lanka

» Le marché du blé pourra-t-il être codifié par un nouvel accord international ?

» Le président Marcos allié gênant et retors des États-Unis


Edição em inglês


» Lawfare in the Mediterranean

» Lebanon: ‘Preserving the past in hope of building the future'

» May: the longer view

» Fragmented territories

» A clash of memories

» Alsace's toxic time bomb

» The poisonous problem of France's nuclear waste

» Can Medellín change its image?

» Venezuela: a ‘country without a state'

» The urgent need to preserve Lebanon's past


Edição portuguesa


» Morrer em Jenin

» Recortes de Imprensa

» Será a caneta mais poderosa do que a espada?

» A Hipótese Cinema

» Um projecto ecofeminista em Aveiro

» David Bowie em leilão

» Como Pequim absorveu Hong Kong

» Na Colômbia, o garrote Medellín

» Face ao colapso, o Líbano quer preservar a sua memória

» Continua a Inglaterra a ser britânica?




Victor Manuel

Obra "Dos Mujeres y un Paisaje" do artista plástico cubano Victor Manuel (Exposição Arte de Cuba - exposto no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB , em 2006).

Victor Manuel, começa sua carreira na Academia de Bellas Artes de San Alejandro, em 1910.

Em 1925, muda-se para a Europa. Fixa-se em Paris, onde aprimora e define sua expressão artística. Regressa a Cuba em 1927.

Algumas exposições:

- Asociación de Pintores y Escultores (mostra pessoal - 1927);
- Exposición de Arte Nuevo (1927);
- na Universidad de La Habana (1945);
- na Asociación de Reporters (1951);
- na Galería Lex (1956);
- nos Salones Nacionales;
- exposição retrospectiva de sua obra (1959);

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.