Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


Rede Social


Edição francesa


» Raoul Ruiz ou le refus des normes

» Ces soldats américains envoyés combattre les bolcheviks

» Dictature numérique

» Au travail, les enfants

» En Afrique, la démocratie entravée

» Le grand partage du globe

» La France et son espace maritime de souveraineté économique

» Villes et comptoirs hanséatiques

» Le sultanat de Malacca à la fin du XVe siècle

» Les grandes poubelles de plastique


Edição em inglês


» The sea: hidden threats

» Dispatches from colonial North Africa

» The many shades of Latin American racism

» Window on the Russian soul

» The Arab world says #MeToo

» Lebanese central bank falls from grace

» Chips with everything

» Which way for Germany's CDU after Angela Merkel?

» Welcome to western China!

» France's watered-down climate bill


Edição portuguesa


» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena

» Pandemónio Pandomínio

» Em Cuba, rumo ao fim do mais longo embargo da história

» Edição de Julho de 2021

» «Ajude um caloiro»: requiem por um direito

» Acalmia em França?

» Edição de Junho de 2021

» O jornalismo no novo negócio dos "media"


Universidades transculturais?

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

Um dos pólos de atração de estudantes de todo o mundo, os EUA possui mais de 4 mil instituições de ensino superior. Públicas ou privadas, os gastos com o ensino são elevados e chegam a 30 mil dólares anuais

Christopher Newfield - (06/09/2007)

Esse conjunto díspar proporciona instrução a 17 milhões de estudantes, entre os quais dois milhões se preparam para um mestrado ou doutorado. Dois mil e quinhentos dos 4.000 colleges [1] promovem ciclos de estudos de quatro anos e oferecem uma licenciatura. O restante oferece uma formação de dois anos, validada por um diploma profissional que por vezes abre caminhos para um ciclo de quatro anos na universidade.

Mil oitocentos e cinqüenta dos 2.500 colleges que preparam para a licenciatura são estabelecimentos particulares: não estão submetidos ao controle direto do Estado, e o ensino é pago. As despesas anuais com educação se situam em uma faixa de 10.000 a 30.000 dólares. Mas os alunos inscritos numa universidade pública, também arcam com gastos de educação elevados: de 3.000 a 12.000 dólares por ano.

Leia mais:

Nesta edição, sobre o mesmo tema:

Nos EUA, o desmonte do ideal democrático
A ultra-direita no poder fez um esforço deliberado para destruir a democracia social ao estilo norte-americano, reduzindo seus custos e efeitos igualitários. Seu alvo: a comunidade universitária. Suas armas: o ataque ao “politicamente correto” e as privatizações.



[1] No sistema americano, um “college” é uma instituição de educação superior que oferece cursos em uma de especialização por um período de quatro anos.


Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Educação

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos