Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Por que aproxima-se uma onda de fome no Brasil

» 9 de julho de 2020

» A formação da personalidade autoritária

» A estratégia indígena para enfrentar o vírus

» Brasão da PM: coleção de massacres em nome da elite

» Cinema: Um ensaio sobre a mentira

» 8 de julho de 2020

» Competição, paradigma obsoleto

» O nascimento da economia solidária mundial

» Guedes quer repetir privataria da década de 90

Rede Social


Edição francesa


» Primes pour stimuler la production et sanctions contre les pratiques illégales

» Les difficultés de l'économie soviétique ravivent le débat entre traditionalistes et partisans de la réforme

» Comment le Sahel est devenu une poudrière

» Tout commence, tout finit à Gaza

» Cette « double autorité » qui écartèle les Palestiniens

» Aux origines de la secte Boko Haram

» Michel Onfray, le dernier nouveau philosophe

» Les forces de l'ordre social

» Vous avez dit « systémique » ?

» Un pays miné par les homicides policiers


Edição em inglês


» Cities: the power of the urban

» July: the longer view

» Fossil fuel disarmament

» Oil production and consumption around the world

» OPEC's share of production in a changing oil market

» Passport power

» Prato's migrant workforce

» No going back to business as usual

» Trade war in strategic minerals

» When oil got cheaper than water


Edição portuguesa


» Edição de Julho de 2020

» Metáforas bélicas

» Alguém disse «sistémico»?

» Dois ou três lugares a preencher – a propósito de José Saramago

» A Jangada de Saramago

» Um homem chamado Saramago

» «O desastre actual é a total ausência de espírito crítico»

» Edição de Junho de 2020

» A fractura social

» Vender carros Audi na Birmânia


LITERATURA

Palavra 7

Imprimir
enviar por email
Compartilhe

Os buracos da máscara
As histórias de Karen Blixen – em Sete narrativas góticas – negam as obviedades da tradição que evocam no título. Antes, sugerem novas sombras, disfarces e duplos. A começar por aquele que é o grande tema do livro, a identidade.
Aqui

Três canções
De Marco Catalão
Aqui

A morte sólida e terrível
Em A estrada não há gratidão ou reconhecimento, mas apenas o impacto causado pelo encontro entre seres de uma raça que se aproxima da extinção, num pessimismo similar ao de Samuel Beckett.
Aqui

O caso dos pensadores mortos
"O corpo de um matemático de renome, professor de cursos disputados, pesquisador das equações mais abstrusas, foi encontrado sentado em seu gabinete, a cabeça sobre uma pilha de papéis, os olhos arregalados, fixos, a boca escancarada, os dedos ainda apertando a caneta"
Aqui

Rodrigo Gurgel - (17/11/2007)

O insólito sempre será um instrumento útil à literatura. É o que comprova a resenha de Gregório Dantas, na qual ele analisa os contos da escritora Karen Blixen reunidos no volume Sete narrativas góticas. O exotismo, os sonhos, as referências a superstições e bruxarias – Blixen utiliza todos os conhecidos elementos que compõem o fantástico para criar as histórias que, segundo Dantas, “negam as obviedades da tradição que evocam no título”.

Os três poemas de Marco Catalão, escolhidos pelo autor para iniciar sua participação em Palavra, evocam um lirismo singular. O delicado ritmo, a precisão das imagens e, no poema “Amor, não palavras”, a verdade sobre o inevitável limite dos vocábulos, tudo conflui na direção de uma leitura mais que prazerosa.

O mais recente lançamento do norte-americano Cormac McCarthy, A estrada, romance vencedor do Prêmio Pulitzer de 2007, é comentado por Leandro Oliveira, que ressalta o cenário no qual pai e filho descobrem que os valores da civilização ocidental soçobraram: não há mais direito, o cristianismo desapareceu e os princípios da filosofia estão deturpados pelo crime e pelo cinismo.

Na crônica bem-humorada de Diego Viana, os intelectuais estão sendo assassinados. De quem é a culpa? A sociedade deve ficar alarmada? Como a mídia se comporta? Matemáticos, historiadores, físicos e antropólogos – ninguém escapa do misterioso assassino. Haverá salvação para os intelectuais? O Estado poderá protegê-los?

Estes são os textos desta semana. Boa leitura!

Rodrigo Gurgel



Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos