Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 18 de maio de 2022

» Os deadbots e os limites éticos da tecnologia

» Por outra Política de Ciência, Tecnologia e Inovação

» A Nave dos Loucos e os espaços da (des)razão

» WikiFavelas: O racismo religioso de cada dia

» 17 de maio de 2022

» As necessárias “heresias” de Lula

» A rebelião dos idiotas

» O arame farpado na existência dos Guarani-Kaiowá

» Por que a cracolândia funciona?

Rede Social


Edição francesa


» Le monde arabe en ébullition

» Au Proche-Orient, les partis pris de la Maison Blanche

» L'abolition du territoire

» Regard sur Sarajevo

» Les progrès du libéralisme économique à Sri-Lanka

» Le marché du blé pourra-t-il être codifié par un nouvel accord international ?

» Le président Marcos allié gênant et retors des États-Unis

» Front de gauche, ou la fin d'une malédiction

» Le défi indien et le colonialisme blanc

» La participation des travailleurs : cote difficile à tailler


Edição em inglês


» Lebanon: ‘Preserving the past in hope of building the future'

» May: the longer view

» Fragmented territories

» A clash of memories

» Alsace's toxic time bomb

» The poisonous problem of France's nuclear waste

» Can Medellín change its image?

» Venezuela: a ‘country without a state'

» The urgent need to preserve Lebanon's past

» French troops forced to withdraw from Mali


Edição portuguesa


» Morrer em Jenin

» Recortes de Imprensa

» Será a caneta mais poderosa do que a espada?

» A Hipótese Cinema

» Um projecto ecofeminista em Aveiro

» David Bowie em leilão

» Como Pequim absorveu Hong Kong

» Na Colômbia, o garrote Medellín

» Face ao colapso, o Líbano quer preservar a sua memória

» Continua a Inglaterra a ser britânica?


LITERATURA

Palavra 11

Imprimir
enviar por email
Compartilhe

Poemas
Aqui

Em nome da harmonia
Assim Assis Brasil se mostrou em seu romance: mantendo um ritmo sensatamente emocionante do começo ao fim, com a honesta prioridade não de impactar, mas de ser fiel ao texto, ao tom de narração escolhido.
Aqui

A literatura que vem da Ásia
Que o leitor mais exigente não se engane: há, em tais best-sellers, algo que cativa e que aparece justificado num fazer literário que, não sendo fruto da mente de gênios da literatura, ainda assim, tem o seu lugar.
Aqui

A noite dos viúvos
"No momento seguinte, Fernando debruçou-se sobre ela para chegar-se mais ao calor de seu corpo, e viu, neste instante, o que quase o arrancou de si, que Teresa olhava, com lascivos olhos semicerrados, para a fotografia de Raul a apenas alguns centímetros de seu rosto."
Aqui

Rodrigo Gurgel - (15/12/2007)

Esta semana, abrimos Palavra com o lirismo enternecedor de Cristina Betioli Ribeiro. Seus poemas guardam um tom pueril, podendo esconder sob os versos certo quê de ironia ou demonstrar, sempre de maneira quase singela, a dor dos amantes que se despedem. Essa poesia, aparentemente desprovida de grandes ornatos, não é, contudo, nem um pouco inofensiva.

Renata Miloni analisa Música perdida, de Luiz Antonio de Assis Brasil. Romance baseado na vida do maestro Joaquim José Mendanha, a narrativa do escritor gaúcho enfoca o drama de quem se acredita preparado para a glória, mas se vê tolhido pela desventura.

Isa Fonseca escreve sobre os best-sellers de Khaled Hosseini e Anita Amirrezvani, na lista dos mais vendidos há várias semanas. O que há por trás desses sucessos? Entre falhas e acertos, parece ser possível encontrar algo cativante nesses romances que, certamente, não serão lembrados dentro de uma década.

Fechando a edição, trazemos um conto inédito do escritor David Oscar Vaz. Entre a ilusão do amor e a verdade, entre o desejo e o equívoco, há, segundo as palavras do narrador de “A noite dos viúvos”, “coisas que só se dizem com uma história”. Contudo, a grande certeza, subjacente a todas as nossas dúvidas, é que existem dores que jamais morrerão.

Boa leitura a todos!

Rodrigo Gurgel



Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos