Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


Rede Social


Edição francesa


» La France et son espace maritime de souveraineté économique

» Villes et comptoirs hanséatiques

» Le sultanat de Malacca à la fin du XVe siècle

» Les grandes poubelles de plastique

» Feu vert à la surveillance de masse

» G8 : policiers italiens condamnés... et promus

» L'Italie saisie par la tentation autoritaire

» En régionalisant, les gouvernements entendent préserver le cadre national d'une action cohérente

» Petite histoire de l'embargo américain contre Cuba

» Comment l'obsession sécuritaire fait muter la démocratie


Edição em inglês


» The forgotten chapter of the women's movement

» The battle for narrative in Afghanistan

» Work less, pollute less

» July: the longer view

» Ethiopia's failed experiment in ethno-federalism

» What press freedoms for North Africa?

» The Balkans rediscover socialism

» China's balancing act: power or prosperity?

» The immovable Assad clan

» When the women's movement went global


Edição portuguesa


» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena

» Pandemónio Pandomínio

» Em Cuba, rumo ao fim do mais longo embargo da história

» Edição de Julho de 2021

» «Ajude um caloiro»: requiem por um direito

» Acalmia em França?

» Edição de Junho de 2021

» O jornalismo no novo negócio dos "media"


Palavra 57

Imprimir
enviar por email
Compartilhe

Aquém das expectativas
Gregório Dantas analisa Elementares – notas sobre a história da literatura policial, coletânea de textos superficiais, mas às vezes curiosos e divertidos.
Aqui

Vida e morte no museu
Romilda Raeder devorou o romance policial Museu, de Véronique Roy, e não conseguiu parar até a última linha. Para contextualizar o leitor, nossa colaboradora revê um pouco do debate que envolve evolucionistas e criacionistas.
Aqui

Maçã caramelada
Maria Bitarello escreve sobre Maçã caramelada, de André Rezende, peça que enfoca “a angústia da escolha, o medo do esquecimento, a preocupação com a memória no futuro”.
Aqui

Clássico da filosofia analítica demole mito
José Renato Salatiel leu, especialmente para o Palavra, um clássico da filosofia analítica – Empirismo e filosofia da mente, de Wilfrid Sellars –, lançado há poucas semanas pela Editora Vozes. Na opinião de Salatiel, Sellars “refutou o verificacionismo e atomismo lógico dos positivistas, e também uma determinada ideia de mente compartilhada tanto por tradições empiristas como racionalistas”.
Aqui

Rodrigo Gurgel - (13/03/2009)

Gregório Dantas analisa Elementares – notas sobre a história da literatura policial, coletânea de textos superficiais, mas às vezes curiosos e divertidos.

Romilda Raeder devorou o romance policial Museu, de Véronique Roy, e não conseguiu parar até a última linha. Para contextualizar o leitor, nossa colaboradora revê um pouco do debate que envolve evolucionistas e criacionistas.

Maria Bitarello escreve sobre Maçã caramelada, de André Rezende, peça que enfoca “a angústia da escolha, o medo do esquecimento, a preocupação com a memória no futuro”.

José Renato Salatiel leu, especialmente para o Palavra, um clássico da filosofia analítica – Empirismo e filosofia da mente, de Wilfrid Sellars –, lançado há poucas semanas pela Editora Vozes. Na opinião de Salatiel, Sellars “refutou o verificacionismo e atomismo lógico dos positivistas, e também uma determinada ideia de mente compartilhada tanto por tradições empiristas como racionalistas”.

Boa leitura ­­– e até a próxima edição, em 27 de março!

Rodrigo Gurgel, editor de Palavra



Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos