Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A Mão do Povo Brasileiro, de volta ao MASP

» “Hackers russos”, nova invenção da velha mídia

» A arte de morrer

» As guerras que se avizinham

» Quando a mídia incita à violência de gênero

» Privacidade, mercadoria de luxo

» Seu nome era Ruas

» Boulos e o MTST pensam numa nova esquerda

» Para enxergar os ”secundas” além do romantismo

» Quando a Al-Qaeda volta a ser “aliada” do Ocidente

Rede Social


Edição francesa


» Les dix commandements du consensus de Washington

» Rivalités régionales et convoitises des grandes puissances

» La Corne de l'Afrique dans l'orbite de la guerre au Yémen

» La kinésithérapie piégée par les mages

» Faut-il changer le statut de l'hôpital public ?

» Œil de fennec

» « C'était mieux avant… »

» Dans les Yvelines, le clientélisme au quotidien

» Fleuves profonds, frontières fluides

» Petite histoire des grandes famines


Edição em inglês


» Prepare, pursue, prevail!

» President blowback

» Trump's military nostalgia (or “Victory at Sea” all over again)

» The SNP's big gamble

» Doubling down on dystopia

» The surge delusion

» American carnage

» The president who loved generals

» Who contributes to UN peacekeeping

» Fastest way out of a banlieue without hope


Edição portuguesa


» Canto Livre e Canção de Protesto

» União Europeia: para onde vai o pelotão da frente?

» A literatura, cimento que constrói mundos

» Tendências recentes do emprego dos jovens diplomados portugueses

» Edição de Março de 2017

» Offshores, defeitos e feitios

» Obstinação europeia

» Desafios de uma agenda política para a inclusão dos portugueses ciganos

» Edição de Fevereiro de 2017

» Trabalho e organização colectiva


Alain Gresh

Editor de Le Monde diplomatique.


Seus artigos nesse site:

Entre a água e a comida

Criar gado e cultivar trigo em pleno deserto. Na Arábia Saudita, essa é a realidade há mais de uma década. Porém, a alta produtividade nesses dois setores, resultante de investimentos pesados em tecnologia, pode ter um preço alto demais: o esgotamento das fontes aquíferas do país

3 de março de 2009

Da batalha das Termópilas ao 11 de setembro

Buscando numa concepção maniqueísta da história um afrontamento incessantemente reiniciado entre civilização e barbárie, inúmeros autores, frequentemente prestigiosos, nos fazem embarcar numa máquina do tempo para encontrar as raízes dessa “guerra de 2.500 anos”

12 de fevereiro de 2009

A proliferação do ódio

A guerra em Gaza modificou profundamente a situação na região, só que não no sentido desejado pelos dirigentes israelenses: ela apenas confirmou a marginalização da Autoridade Palestina e favoreceu a consolidação de uma frente de resistência reunida em torno do Qatar e da Síria

10 de fevereiro de 2009

A marcha para a multipolaridade

A crise atual do sistema financeiro só acelerou o movimento de recuo do Ocidente. Sem sombra de dúvida, os Estados Unidos continuarão sendo, por longos anos, a potência dominante. Mas a ascensão de Brasil, Rússia, Índia e China leva à formação de novos centros de poder que contestam a ordem internacional

22 de novembro de 2008

Escravidão à francesa

Inspiradas por uma velha lei medieval, houve, na França colonialista, vozes que se pronunciaram contra o tráfico de escravos. Mas, como em outros lugares do mundo, os interesses econômicos falaram mais alto. Voltaire, que contestou a escravidão na América, nada disse sobre aquela promovida por seu próprio país

22 de abril de 2008

Iraque, miragens e ruína

No quinto aniversário da guerra, governo Bush comemora os "êxitos" de sua nova estratégia, e o declínio das pressões por uma retirada imediata. Mas o preço dos sucessos obtidos é um país destroçado e dividido e o fim das ilusões sobre o papel "construtivo" dos EUA no Oriente Médio

23 de março de 2008

A desastrosa “pax americana”

Rotulando todo e qualquer conflito na região como um confronto global entre o Bem e o Mal, a política neoconservadora dos Estados Unidos estabeleceu vínculos antes inexistentes entre crises locais, municiou o fanatismo islâmico e criou o maior foco de instabilidade do planeta

12 de novembro de 2007

Carta branca aos incendiários

Com a cumplicidade dos EUA e Europa, e o aplauso dos neoconservadores, Israel aprofunda a guerra contra os árabes. Os poderosos do Ocidente querem a “guerra de civilizações”?

1º de agosto de 2006

A voz pálida da França

Análise da mudança silenciosa, porém muito preocupante, da diplomacia de Paris. Uma reaproximação com Washington, e uma atitude hostil ao Islã, podem reforçar o risco de uma confrontação entre Ocidente e mundo árabe

1º de julho de 2006

Há algo de podre...

A Dinamarca é tudo, menos um Estado laico. Há uma religião oficial: o protestantismo luterano. Os padres são funcionários; os cursos de cristianismo, obrigatórios na escola

1º de março de 2006

Caleidoscópio saudita

Reportagem na "nova" Arábia Saudita governada pelo rei Abdallah. Quais os avanços reais na situação das mulheres, tolerância religiosa e liberdade política. Que chances há de transformar as concessões de um soberano esclarecido em direitos permanentes

1º de fevereiro de 2006

Insubmissão

A peristência dos nacionalismos e a crescente impopularidade dos Estados Unidos estimulam a crescente rejeição às pretensões econômicas e políticas da potência militar que capitaneia a avalanche impetuosa da globalização liberal

1º de setembro de 2005

A improvável aliança entre Paris e Washington

O acordo pontual na retirada das tropas sírias não significa o engajamento de Paris numa questão crucial: o desarmamento do Hezbollah

1º de junho de 2005

O velho Líbano resiste à mudança

No país do Cedro, onde centenas de milhares foram às ruas recentemente pela retirada das tropas sírias, as eleições legislativas marcam a manutenção no poder dos patriarcas do Líbano confessional

1º de junho de 2005

A esperança viva dos palestinos

Morto na quinta-feira, 11 de novembro, o presidente Yasser Arafat era o símbolo da aspiração dos palestinos por um Estado Nacional e pela Independência

1º de novembro de 2004

Na origem de um conceito

A idéia de choque de civilizações, freqüentemente retomada para explicar os conflitos entre ocidente e oriente, vê os mulçumanos como uma cultura petrificada

1º de setembro de 2004

A guerra de mil anos

Com a “guerra contra o terrorismo” e o “choque entre civilizações”, as divisões deixam de ser entre fortes e fracos, entre os opulentos e os deserdados e passem a ser entre “eles” e “nós”. Ou seja, a “luta de classes” dá lugar à bandeira da “luta contra o Outro”, um conflito eterno e sem solução

1º de setembro de 2004

O campo da morte

Com o assassinato do líder do Hamas, Ariel Sharon mostra continuar determinado na sua opção de subjugar completamente o povo palestino, usando para isso a violência extrema e o terrorismo de Estado. Israelenses e palestinos continuarão pagando o preço dessa loucura, que pode se estender para além das fronteiras de Israel

1º de abril de 2004

A onda do caos

Dois anos após o 11 de setembro, o que chama a atenção de qualquer observador atento aos fatos é que as espetaculares vitórias norte-americanas se afundam politicamente num atoleiro, tanto no Afeganistão quanto no Iraque

1º de setembro de 2003

Niilismo

O ataque que destruiu a sede das Nações Unidas demonstrou a limitação intelectual e o comportamento criminoso dos responsáveis pela ação, que podem ter provocado, com isso, o fortalecimento da posição norte-americana na região

1º de setembro de 2003

Um artigo muito controverso

Ao explicitar as modalidades de transferência dos bens públicos para as Igrejas, artigo 4 da Lei que determinou a separação do Estado da Igreja suscitou intensa controvérsia ao abrir caminho para disputas entre coletividades de fiéis pelos bens eclesiásticos

1º de agosto de 2003

As origens das controvérsias sobre o laicismo

A nomeação, pelo presidente Chirac, de uma comissão para refletir sobre o laicismo na República, no momento em que a Assembléia Nacional examina o uso de signos religiosos na escola, ilustra o vigor do debate que percorre a sociedade francesa

1º de agosto de 2003

Uma questão xiita?

Discriminados e sem direitos religiosos, os xiitas sauditas vivem na principal zona de produção de petróleo do país, o que inspira neoconservadores norte-americanos a sonharem com a divisão do reino, mas não, os representantes desta minoria

1º de junho de 2003

Sob a pressão da nova ordem

Enquanto suas relações com Washington foram abaladas pelos atentados de 11 de setembro, a monarquia saudita é desafiada a enfrentar, por um lado, o islamismo fundamentalista e, por outro, as aspirações por reformas e por abertura

1º de junho de 2003

Crimes e mentiras de uma "guerra de libertação"

Depois de uma agressão criminosa, os iraquianos dizem sim à liberdade e ao Islã, e não à América e a Saddam. Mas os EUA têm planos de uma administração direta do Iraque e impõem uma hegemonia humilhante que deverá incentivar o terrorismo

1º de maio de 2003

Objetivo: Bagdá

Hoje como ontem, a Casa Branca não tem interesse na volta dos inspetores, mas num pretexto para uma aventura militar que pode acentuar ainda mais o fosse que separa o mundo muçulmano do Ocidente

1º de setembro de 2002

Uma paz despedaçada?

Um livro recentemente publicado tem o mérito de desmentir veementemente a versão – divulgada por Israel e propalada pela mídia global – de que, na reunião de Camp David de julho de 2000, Arafat rejeitou a “generosa” oferta de paz de Ehud Barak

1º de julho de 2002

Islamofobia

Alguns intelectuais e especialistas tentam nos persuadir de que o Corão contém em si as fontes dos males dos países do islã: mergulhe nas suratas – dizem – reveladas a Maomé há cerca de 14 séculos, e você compreenderá, enfim, esse universo misterioso

1º de novembro de 2001

Como a paz foi perdida

Taba, estação balneária no Golfo de Aqaba, início de 2001. Representantes israelenses e palestinos estão reunidos desde 21 de janeiro, para tentar “salvar a paz”. Um documento, “explosivo”, da delegação israelense, abre caminho para o conseguir

1º de setembro de 2001

Como a paz foi perdida

Taba, estação balneária no Golfo de Aqaba, início de 2001. Representantes israelenses e palestinos estão reunidos desde 21 de janeiro, para tentar “salvar a paz”. Um documento, “explosivo”, da delegação israelense, abre caminho para o conseguir

1º de setembro de 2001

"O Iraque pagará!"

Longe de olhares do público, a Comissão de Indenizações da ONU decide, em Genebra, as sanções que vai impor a esse país onde crianças morrem por falta de cuidados médicos e os hospitais não têm material. O objetivo parece ser desmantelar uma das mais antigas civilizações do mundo

12 de outubro de 2000

Uma Comissão influenciada

Em 20 de maio de 1991, a UNCC decide que 30% das exportações de petróleo e de produtos do petróleo iraquianos serão canalizados para as indenizações e o pagamento dos custos de funcionamento da Comissão

12 de outubro de 2000

Quem lê os relatórios?

Muitos dados utilizados pela UNCC provinham de governos nacionais, encarregados de centralizar as reivindicações. Esses governos tinham todo interesse em "aumentar" os pedidos, uma vez que poderiam reter até 1,5% das somas recebidas, o que fizeram

12 de outubro de 2000

Conceitos sinuosos de democracia

Os Estados Unidos interpretaram o colapso da União Soviética e o fim do comunismo como a vitória da sua concepção de democracia. Ela se reduz, no fundo, a algumas receitas e uma vitrine eleitoral

12 de setembro de 2000

A irresistível ascensão do Dr. Bachar

O roteiro da ascensão do futuro presidente sírio é tão perfeito que se poderia acreditar ter sido escrito por seu pai, Hafez El Assad, que reinou absoluto durante 30 anos. E isso não é totalmente falso

12 de julho de 2000

Modernização à moda do príncipe

Jovens, de túnica branca tradicional, com seus telefones celulares num cibercafé. O petróleo entregue outra vez aos estrangeiros e as fortunas da elite sempre no exterior. Sem romper com o atraso, e sem democracia, o novo monarca saudita que ser global...

12 de abril de 2000

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» A “América profunda” está de volta
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Finanças: sem luz no fim do túnel
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» O planeta reage aos desertos verdes
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos