Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Jeremy Corbyn aposta no pós-capitalismo

» Exportações, bote salva-vidas de Bolsonaro

» Quando Damares conheceu as Mães pela Diversidade

» A vida invisível, um filme de gênero

» Como se forma uma polícia racista

» Bolívia: e os indígenas resistem ao golpe…

» Para pensar a Amazônia após o pesadelo

» EUA: Os campos de detenção da Era Trump

» Parasita: o cheiro ao redor

» Chile conquista Constituinte – mas qual?

Rede Social


Edição francesa


» Depuis une chambre à Glasgow

» Petit précis de déstabilisation en Bolivie

» Ni Orient ni Occident, les choix audacieux d'Ankara

» Le mythe renaissant de l'islam conquérant

» Les « gilets jaunes » réinventent la manifestation

» Par delà les régimes, émergence d'un gigantesque ensemble

» Wikipédia ou la fin de l'expertise ?

» En Espagne, bataille pour la mémoire républicaine

» Séisme sur les retraites en Argentine et au Chili

» Ce nouveau parti qui bouscule le paysage politique allemand


Edição em inglês


» The fall of liberal triumphalism

» Sarah Seo on Americans, their cars and the law

» November: the longer view

» Ibrahim Warde on the rise and fall of Abraaj

» Fighting ISIS: why soft power still matters

» Life as a company troll

» The imperial magazine

» Setting Socrates against Confucius

» Price of freedom on the road

» Global business of bytes


Edição portuguesa


» Golpe de Estado contra Evo Morales

» Será que a esquerda boliviana produziu os seus coveiros?

» A era dos golpes de Estado discretos

» Pequeno manual de desestabilização na Bolívia

» No Brasil, os segredos de um golpe de Estado judiciário

» Edição de Novembro de 2019

» Sempre uma coisa defronte da outra

» OTAN: até quando?

» Alojamento local-global: especulação imobiliária e desalojamento

» Rumo a uma governança participativa da vida nocturna de Lisboa


Jean-Christophe Servant

Jornalista.


Seus artigos nesse site:

De olho nas remessas africanas

O dinheiro enviado pelos que deixaram o continente para seus familiares representa um nicho de mercado em constante alta e contribui de maneira decisiva para a renda nacional. Os bancos internacionais parecem querer transformar essas transferências numa “solução milagrosa” para a miséria local

8 de janeiro de 2009

A explosão política no Quênia

Menina dos olhos do Ocidente, o país vive hoje uma crise social que envolve velhos atores políticos e contrapõe as etnias luo e kukuyo. Mais do que uma disputa eleitoral, o conflito é conseqüência da profunda desigualdade de classes no leste africano.

15 de fevereiro de 2008

Os EUA apostam no "black business"

No momento em que a influência norte-americana sobre o continente negro enfrenta a concorrência da China, ex-militantes pelos direitos civis impulsionam a GoodWorks, uma estranha rede que une governantes suspeitos e homens de negócio ambiciosos

21 de junho de 2007

São Tomé e Príncipe: o azar do petróleo

Micro-pais de 140 mil habitantes no Golfo da Guiné, o arquipélago de língua portuguesa descobriu, na virada do século, que está sobre um manto de óleo. Tragédias da mentalidade colonial: em vez de grande oportunidade, o achado atiça desigualdades, golpes e divisões

7 de outubro de 2006

O preço dos preços baixos

China, Uganda, Nicarágua, Suazilândia...: para abarrotar suas prateleiras de produtos baratos, a Wal-Mart espalha pelo mundo o trabalho sub-humano, os salários de fome e a repressão sindical

1º de janeiro de 2006

As frustradas esperanças da charia

Vista como a principal solução para mudar uma situação social catastrófica, a ’charia`, lei islâmica implantada em 12 dos 36 Estados nigerianos em 1999, causou em toda a sociedade uma frustração e um mal-estar que pode gerar mais radicalismo religioso

1º de junho de 2003

Mídia sob suspeita

Esta enorme nação africana continua difícil de decifrada para os olhos ocidentais, sobretudo depois dos atentados do 11 de setembro. Quando não é a violência, boatos e inverdades são a parte que cabe aos jornalistas que freqüentam esse país.

1º de junho de 2003

A ofensiva sobre o petróleo africano

Com 8% das reservas mundiais de petróleo bruto, o continente africano tornou-se objetivo de uma ofensiva estratégica norte-americana: os Estados Unidos poderiam importar 25% de seu petróleo da África subsaariana até 2015, ao invés dos atuais 16%

1º de janeiro de 2003

Paris-Bamako: a terceira via

Uma espécie de terceira via musical franco-malinesa evita as armadilhas do exotismo, assim como as das superproduções, em proveito de uma mistura de modéstia e escuta do outro, paciência e improvisação, sons eletrônicos e acústicos

1º de outubro de 2002

As preocupações dos rappers

Aprovada no mês de junho, a capa de um álbum dos rappers do The Coup queria provar, “com sua implosão fantasmagórica”, que a música pode contornar as leis do capitalismo e fazer explodir o sistema. Detalhe: ao fundo, o World Trade Center, em chamas

1º de dezembro de 2001

O Atlas 2000 dos conflitos

Ao contrario do que se pensa, eles estão todos bem próximos do mesmo ponto: a fome está presente em todo lugar, num mundo onde a produção agrícola é cada vez mais densa por hectare

12 de fevereiro de 2000

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» A “América profunda” está de volta
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Finanças: sem luz no fim do túnel
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» O planeta reage aos desertos verdes
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos