Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Sérgio perdeu um olho. Os juízes, a dignidade

» Colômbia, cavalo de Tróia na América Latina?

» Boaventura: em busca de Outros Iluminismos

» Crise civilizatória: que esperar do G-20?

» Por que o “mercado” flerta com Bolsonaro

» Argentina: as garotas que desafiam o patriarcado

» Como as mulheres argentinas venceram

» Por que tributar as bebidas açucaradas

» Os municípios brasileiros em situação-limite

» Num país obstruído, há caminhos

Rede Social


Edição francesa


» Au pays des sans-terre

» Aux racines du nationalisme américain

» La troisième génération ouvrière

» Les chômeurs desserrent l'étau

» Relever les minima sociaux, une exigence économique

» Crise, chômage et racisme au miroir de l'histoire

» La Bosnie otage du conflit

» Les Allemands de l'Est redressent la tête

» Signes de fractures en Ukraine

» En attendant l'an 2000, une transition lourde de menaces


Edição em inglês


» Welcome to North Macedonia

» Special Report: World Cup 2018

» American wars and self-decline

» Infinite War

» Confidentiality Policy

» Change in Eastern Europe?

» The lie of the land

» A search for roots and connections

» Trump's EU doormats

» After the factory gates shut


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2018

» Assalto ao trabalho e às pensões

» Lambe-botas de Washington

» Jerusalém: o erro crasso do presidente americano

» Edição de Maio de 2018

» Direitos, não incentivos

» Maio, uma esperança de oceano

» Cuba quer o mercado… sem capitalismo

» Como assinar o Le Monde diplomatique - edição portuguesa

» O duplo desafio da esquerda brasileira


Paulo Cannabrava Filho

Paulo Cannabrava Filho - Jornalista bilíngüe, com 52 anos de exercício profissional, 40 dos quais relacionados com comunicação social. Trabalhou durante 12 anos como correspondente de agências noticiosas nos países de América Latina. Elaborou e desenvolveu projetos de comunicação para organismos governamentais e empresas privadas na Bolívia, Peru, Panamá, Nicarágua e Itália. Reportagens e artigos publicados nos principais jornais e revistas do continente bem como em jornais da Itália e França. No Brasil foi repórter e editor em jornais como O Tempo, Correio da Manhã, A Nação, Última Hora e Folha de São Paulo. Integrou durante mais de 30 a equipe de Cadernos do Terceiro Mundo. Nas últimas décadas tem se dedicado ao estudo e elaboração de projetos de comunicação social. É presidente do conselho da Associação Brasileira da Propriedade Intelectual dos Jornalistas e integra a diretoria do Sindicato dos Escritores do Estado de São Paulo. Tem livros e ensaios sobre problemática latino-americana publicados na Europa e em países da América Latina.


Seus artigos nesse site:

Quem tem medo de Obama

Aclamado pela mídia, a futura política de Obama permanece incerta. Ele é negro, mas não é baiano. E muito menos arretado. O novo presidente mostrarará ao mundo o que que a baiana tem?

12 de dezembro de 2008

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» A “América profunda” está de volta
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Finanças: sem luz no fim do túnel
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» O planeta reage aos desertos verdes
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos