Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Boaventura: para que o futuro seja de novo possível

» Seis elementos da conjuntura brasileira

» Trump quer a guerra – e conquista o establishment

» Sob Temer, a grilagem volta sem freios

» Tiradentes, herói sem nenhum caráter?

» Como pulsa hoje nosso desejo de rua?

» França: a esquerda vive, quando não se rende

» A indispensável Reforma Política

» Quilombolas: a longa batalha pelo território

» Bem-vindo à escola do século 19

Rede Social


Edição francesa


» « What is Brexit ? »

» Payer en un clin d'œil

» Partager la chaîne

» Le prix de la Carpette anglaise

» Le vent nouveau de la Big Society

» Qui a peur du wolof ?

» Le candidat des médias

» Prisonniers de la mobilité

» La fabrique des indésirables

» « Tout le monde profite du libre-échange »


Edição em inglês


» Destabilizing the Middle East (yet more)

» Chinese songs of dignity

» A psychedelic spin on “national security”

» The age of grief

» France and Iran, two years after the nuclear deal

» Little big man

» America last

» Is Trump launching a new world order?

» Denmark, pushed to the edges

» Life in Hagadera


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2017

» Segurança na reforma começa no emprego

» Os anos loucos

» Colonialismo português: excepção ou barbárie?

» Os genes do euro e as vacas que não voam

» Agitação anti-sistema na Europa e nos Estados Unidos

» Crise e estagnação no labirinto

» Edição de Maio de 2017

» O desígnio de Marcelo

» O Estado profundo


Renaud Lambert

Jornalista


Seus artigos nesse site:

Como o homem mais rico do mundo juntou seus tostões

Ao contrário do mito do Tio Patinhas, que iniciou sua fortuna com uma única moeda, o megempresário mexicano, dono no Brasil da Claro e de muita coisa mais, já nasceu rico. E acumulou mais de 67 bilhões de dólares graças às suas excelentes relações com os círculos do poder

22 de abril de 2008

O plano da direita e a resposta popular

Plan Visión de País, programa político elaborado por partidos de direita para os próximos quatro anos, é composto por leis de educação, saúde, segurança pública e desenvolvimento rural. Em resposta, os movimentos sociais elaboraram consultas populares - expressão de uma busca pela democracia participativa

6 de setembro de 2007

Guatemala: o lento despertar do gigante

Ainda sem chance nas urnas, a esquerda guatemalteca é, porém, uma força política em ascensão. Até que ponto a oligarquia será capaz de aceitar as demandas populares que essa força representa, ao invés de precipitar o país novamente em um funesto ciclo de violência?

6 de setembro de 2007

Participação popular contra o "velho Estado"

Caracas: numa espécie de revolução dentro da revolução, setores populares criam conselhos comunais, e tentam transformar o Estado para tornar reais, enfim, as mudanças no país

6 de setembro de 2006

Paraná, discreta resistência

O governo do Paraná ousa - e procura manter o Estado livre dos transgênicos. Mas ainda falta avançar muito

1º de janeiro de 2006

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» A “América profunda” está de volta
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Finanças: sem luz no fim do túnel
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» O planeta reage aos desertos verdes
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos