Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Mais humor, menos motor

» Em Milagro Sala, encarcera-se a Argentina indígena

» Pistas para um Brasil pós-golpe

» Para rever a dialética do escravo e do senhor

» Polícia para quem?

» O Blockchain contra a ditadura das finanças

» Uma palavra por Lula

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

» Facebook e seu novo algoritmo: a distopia total

Rede Social


Edição francesa


» La défaite programmée des syndicats allemands

» Sens et enjeux de la mobilisation étudiante contre la loi Devaquet

» Jeter les bases d'une information éthique

» L'humanisme, dernier rempart contre la barbarie

» Le meilleur des mondes selon Washington

» Pleure, ô Zimbabwe bien-aimé

» L'autre Amérique

» « Il ne peut y avoir de paix avant l'avènement du Messie »

» Bataille pour la terre au Zimbabwe

» L'exigence laïque du respect mutuel


Edição em inglês


» The world according to Trump

» Special Ops at war

» Mapping a world from hell

» Honeybees for hire

» Honeybees for hire

» The buzz fades

» Fabricating a war on Iran

» Food's Disneyland

» Food's Disneyland

» Germany alone within the EU


Edição portuguesa


» Edição de Janeiro de 2018

» Recuperar os CTT

» O alvo iraniano

» O eixo Washington-Riade-Telavive

» Edição de Dezembro de 2017

» O Orçamento, o presente e o futuro

» Guerras de religião

» Assinatura de 6 meses: só €18

» Edição de Novembro de 2017

» O Estado e as catástrofes normais


Wendy Kristianasen

Jornalista, Londres.


Seus artigos nesse site:

Índia: muçulmanos contra os atentados

A maioria das comunidades e lideranças islâmicas do país tem se mobilizado para acabar com o terrorismo. Mas o verdadeiro perigo vem da miséria e do sentimento de injustiça: praticamente todos os 154 milhões de muçulmanos que vivem na Índia continuam à margem do tão exaltado milagre econômico

8 de janeiro de 2009

O mal-estar dos muçulmanos britânicos

Seis meses após os atentados de Londres, as autoridades continuam em busca de políticas que evitem a segregação da comunidade árabe. Mas a política externa de Tony Blair e a discriminação social de fundo podem anular esta tentativa

16 de janeiro de 2007

Hamas: a prova do poder

Radiografia de uma crise sem fim: as razões da vitória do Hamas, as pressões internacionais sobre o novo governo, os riscos de um conflito entre os próprios grupos árabes e a hipótese de um acordo que restaure a luta pela libertação nacional

1º de junho de 2006

O olhar feminino do Islã

Na Internet, nas mesquitas e nos salões islâmicos, as mulheres buscam seus espaços dentro de um “novo islamismo”, que ainda ensaia seus primeiros passos no Egito

1º de setembro de 2005

Os movimentos das mulheres do Islã

Tanto no Irã, como no Marrocos as mulheres desempenharam um papel ativo. Se definem como militantes dos direitos femininos e, principalmente no Marrocos, rejeitam o termo "feminista", que julgam restrito, referindo-se a uma época e um espaço que não são delas

1º de abril de 2004

O desencanto da juventude

Qual o número de jovens que participará das eleições legislativas? Em Teerã, o clima que predomina entre a juventude é o de desilusão com o sistema político e de rebeldia com algumas restrições sociais, mas não em relação à religião

1º de fevereiro de 2004

Os democrata-cristãos islâmicos

A vitória eleitoral do partido islâmico AKP foi uma resposta à crise que abalou a classe média, atingida pelo desemprego, e também um protesto contra a corrupção e a falência do sistema turco. Mas ele poderá corresponder às expectativas?

1º de março de 2003

O papel dos islamitas moderados

Os movimentos islâmicos de natureza moderada, que vêm tentando há vinte anos participar da vida política, social e cultural de seus países, sofreram um sério abalo com os atentados de 11 de setembro. Agora, tentam retomar o terreno perdido

1º de setembro de 2002

Ascensão e divisões entre islamitas

Diante de uma família real paralisada pela sucessão do emir, crescem no Kuait as facções políticas religiosas. Elas já reivindicam separação de sexos na universidade e incorporação da `charia’ à Constituição

1º de junho de 2002

"Irmãos Muçulmanos" divididos

Um conflitos entre a "linha dura" e os "moderados" sacode a organização que criou o Hamas e que é, desde 1928, referência para militantes islâmicos no Egito, Jordânia e Palestina

12 de abril de 2000

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» A “América profunda” está de volta
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Finanças: sem luz no fim do túnel
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» O planeta reage aos desertos verdes
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos