Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Por trás do iPhone, o Estado e os militares

» Equador: bastidores e sentidos da notável vitória

» No Equador, a insurreição tem rosto indígena

» A instigante experiência da “comuna” originária

» Alcântara, acordo indigno

» Marxismo cultural, hora de um resgate

» Conheci Santa Dulce dos Pobres

» Finanças: antes da tempestade, o mormaço

» O amargo sabor da fruticultura brasileira

» O Mugica que era padre

Rede Social


Edição francesa


» La crise suscite de sérieux remous en Irak et relance la guerre froide en Proche-Orient

» Les rivalités entre Washington, Moscou et Pékin

» Gauche latino-américaine, version Uruguay

» Fascisme, islam et grossiers amalgames

» Intellectuels est-allemands sur la sellette

» Le malheur kurde

» La Turquie dans le grand jeu

» Fiasco américain au Proche-Orient

» Le paradis sur terre des intellos précaires

» Ces territoires méconnus de l'économie sociale et solidaire


Edição em inglês


» October: the longer view

» Socialism resurgent?

» Power to decide who's guilty

» East Germany's loyal returnees

» Ankara realpolitik

» South Africa's lands must be shared

» Turkey's rival Islamists

» Argentina's unlikely presidential duo

» Reversing the polarities

» Value chains: who takes the profits?


Edição portuguesa


» Quantas divisões há entre os curdos?

» Edição de Outubro de 2019

» Estabilidade para quem?

» Washington contra Pequim

» Edição de Setembro de 2019

» Portugal não pode parar?

» Quem elegeu Ursula von der Leyen?

» Edição de Agosto de 2019

» Plural e vinculado à esquerda

» Os talibãs de São Francisco


Comentários sobre esse texto:

O papel “esquecido” da União Soviética

Sem a ajuda da degenerada "democracia" ocidental o "exército vermelho" seria esmagado como uma pulga podre pelo glorioso exército alemão! Os traidores e criminosos de guerra Roosevelt e Churchill são as prostitutas pdres de Stalin, eles trouxeram para nós no Leste Europeu o comunismo judaico que exterminou 100 milhões de pessoas! Vão pra o Inferno!


Nicolau da Romênia
2008-12-16 14:08:20

O papel “esquecido” da União Soviética

Não sei se por conta da tradução ou por precipitações da autora, o texto está truncado, com citações desnecessárias e, por outra lado, fazendo referências sem fonte ou citação. O título do texto é chamativo, mas sua leitura sofrível.
Deixando de lado tal problema, dois pontos: URSS e III Reich foram as duas instituições mais assassinas da história. Herr Hitler e camarada Stalin não pensavam nem nos seus quando o assunto era sangue. Por exemplo, o 6ª Exército de Von Paulus referido pela autora poderia ter continuado a existir caso Hitler tivesse autorizado as solicitações de retiradas feitas por Von Paulus após este ter visto seus flancos sumirem com a pinça soviética que lhe isolou em Stalingrado. Do lado da URSS, enquanto as nações ocidentais pesavam cada baixa, os túmulos dos caídos do Exército Vermelho eram valas comuns. Quando identificados, dos tenentes para cima, os nomes eram escritos de uma forma que na primeira chuva se apagavam. O segundo ponto: realmente, independente de ideologia, o Exército Vermelho tem papel secundário no seu peso referente a vitória aliada. O texto da autora deixa isto claro no desbalance de divisões em cada fronte. Mas a culpa não é outra senão o temor da Alemanha em ser invadida pelos soviéticos, pois estes arrasavam terra e gente quando se convertiam em invasores. Mas isto tiveram culpa os nazistas, pois eles, ao iniciarem suas incursões ao leste, não foram muito humanos com os civis e não faziam prisioneiros dos soldados derrotados. Mesmo assim, o Ocidente deveria reconhecer o valor do soldado vermelho e de seu povo, por ter sofrido tanto na mão de Hitler como de Stalin. O que nos dá a obrigação de saber mais daquilo que passou no fronte oriental.


Nivardo Melo
2007-11-01 00:51:33

O papel “esquecido” da União Soviética

O autor deixa claro sua simpatia pelo marxismo, o que compromete um pouco a isenção de opinião. Porém o trabalho é excelente. Sem dúvida a URSS foi a grande vitoriosa da II Guerra. Comtraposto a opinião do autor, alguns historiadores identificam semelhanças incontestáveis entre Nazismo e Comunismo; sistemas políticos idênticos em resultados, principalmente quanto à prática de extermínios, holocaustos. A doutrina Truman de conter o Comunismo a qualquer custo tinha este foco devido à igualdade deste ao Nazismo, em efeitos maléficos para a humanidade.


Nilson
2006-06-14 17:41:40

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.