Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» A Revolta Latina, a crise dos EUA e a esquerda

» No cinema, o ser fragmentado dos indígenas

» Seriam os neoliberais terraplanistas?

» Paulo Guedes sonha com seu 18 Brumário

» A hegemonia pentecostal no Brasil

» O que muda (para pior) no financiamento do SUS

» Outra Contrarreforma – dessa vez, Administrativa

» Quando os neoliberais encontram os fascistas

» Começam lançamentos de Amazônia

» No centro da revolta global, o feminismo

Rede Social


Edição francesa


» Le vent s'est levé

» Citoyens, ou... nécessiteux ?

» Une sixième vague

» Retraite à points... de non-retour

» L'offensive libérale contre le monde du travail

» « Donner confiance aux hommes »

» Naissance d'un charisme

» Une nouvelle proie, les télécommunications

» Noblesse et misères du syndicalisme

» Dans l'Ohio, les emplois volés de Fostoria


Edição em inglês


» Shattering the conspiracy of silence

» This must be called murder

» Bolivia's coup

» Algeria's massive movement for change

» Islamists make common cause with the Hirak

» Grenfell's untold story

» DUP no longer kingmaker

» DUP no longer kingmaker

» Northern Ireland's deep state

» Law's disorder in Nigeria


Edição portuguesa


» Assinatura de 6 meses: só 18 €

» Golpe de Estado contra Evo Morales

» Será que a esquerda boliviana produziu os seus coveiros?

» A era dos golpes de Estado discretos

» Pequeno manual de desestabilização na Bolívia

» No Brasil, os segredos de um golpe de Estado judiciário

» Edição de Novembro de 2019

» Sempre uma coisa defronte da outra

» OTAN: até quando?

» Alojamento local-global: especulação imobiliária e desalojamento


Comentários sobre esse texto:

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

falar mais o basico do petroleo tipo como e feito o refinamento


Juliana
2006-09-24 15:10:20

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Os países industrializados responsabilizarão a OPEP quando a farsa acabar, num cenário apocalíptico de caos que está se desenhando, aliada a falta de investinento pesado em novas tecnologias para geração de energia. Enquanto isso Chavéz emprega o seu petróleo de maneira populista sem pensar no futuro.


Bruno Maia
2006-06-14 22:35:36

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Estamos falando sobre o fim das reservas de petróleo desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Mas pouco ou quasi nada foi feito para resolver o problema do pobre consumidor, pois quanto mais caro for o barril de petróleo, mais dinheiro vai ficando nos bolsos dos acionistas e executivos dos grupos econômicos envolvidos na produçao e distribuição. Aqui nos Estados Unidos a gasolina custava US$ 1,00 em 1998 e agora custa quasi US$ 3,00. Mas gente como o atual presidente americano continua implementando sua política para "garantir o suprimento de petróleo" e com o aumento do preço do barril sua família e amigos estão levando vantagem. Isso sem contar os trilhões de dólares que o mundo está pagando pelas guerras no oriente-médio, dinheiro que poderia ser investido no desenvolvimento de fontes de energia como é o caso das células de hidrogênio e a implementação dos meios de consumo deste produto não poluente. O petróleo moveu o mundo no século 20 e agora chegou a hora de inovar, criar fontes diverenciadas de energia para que não tenhamos que "trabalhar para podermos ir ao trabalho de automóvel..."


Ivan Zeni dos Santos
2006-06-14 02:17:00

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Bom: Difícil é crer nos afirmados fatos.
Detalhe: No 4º parágrafo do título EXTRAÇÃO SUPERA NOVAS DESCOBERTAS, não está multiplicado por mil a atual extração diária da Arábia?


Roberto
2006-06-14 01:08:56

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Concordo com o colega Joseph Safra, temos que derrubar essa politica que já somos auto-suficiente e realmente passar a ser "auto-suficiente" em refinamento do petroleo, em energia alternativas e deixar de ser especulados por grandes bancos e investidores inescrepulosos.


RedFox
2006-06-14 00:54:25

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Tudo muito bonito, mas o mundo precisa ver que nada mais sera como antes, esse papo de paz e amor, não cola mais. Precisamos sim de politicas radicais, pois somente assim poderemos pensar num mundo melhor. E olha, sobre esta matéria faltou falar do nosso Brasil, o pais do futuro, e pra isso precisamos ter um governo inteligente que invista nas nossas forças armadas, pois daqui pra frente vai ser pauleira. O pais que não souber defender o seu, vai sucumbir a outros dominantes, e ai se olharmos para tras veremos que vai começar tudo de novo, um querendo o que do outro.
Se preparem...


Rubens
2006-06-14 00:47:29

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Esta questão da exaustão das possibilidades de uso do petróleo, foi profeticamene abordade em 1982 por Fritjof Capra no seu segundo livro: "O ponto de mutação" quando alerta para o ocaso do que chama de "combustíveis fócil" pode-se objetivamente concordar ou discordar das razões expostas no artigo do Le monde e essas opções terão como explicação preferências pessoais sobre o nível de generalidade e de abrangência que deverão ser correlacionadas com o fenômeno em discussão. Contudo a ninguém deverá passar desapercebido que não estamos num mundo imutável, e que o cerne das mudanças que nos envolvem, é de natureza energética. Me parece que a nossa civilização, onde usamos muito descartáveis, desperdiça muita energia, e nós pricipalmente nossas grandes cidades teremos que evoluir para modelos igualmente funcionantes, porém com baixo consumo energético. É possível que um dos caminhos já esteja sendo esboçado, quando em muitas de nossas tarefas percebemos uma redundância entre o automóvel e a internet. Não teríamos que nos deslocar tanto, para situações que poderíamos resolver num plano virtual...
Mas há muito mais para ser percebido e ser planejado. O que poderíamos esperar é que as inversões não sejam tão traumáticas se nos debruçarmos ativamente, cooperativamente e preventivamente sobre esses desafios.
[]s
FranklinDS:.



2006-06-13 20:26:32

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

ESTE TEXTO REFORÇA A NECESSIDADE DO MUNDO SE VOLTAR PARA A ENERGIA RENOVÁVEL. O DESENVOLVIMENTO DOS PAÍSES TEM QUE VIR ATRELADO A PRESERVAÇÃO, SEJA PELA UTILIZAÇÃO DA ENRGIA EÓLICA OU SOLAR. O BRASIL PODE DAR ESTE EXEMPLO. O OURO NEGRO VAI ACABAR SIM.


DONIZETE EUGÊNIO
2006-06-13 19:36:24

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Faltou ao autor considerar quem será o próximo presidente norte americano. As possibilidades são muitas e a sociedade norte americana não está mais disposta a bancar os negócios da família Bush.


Nicolau
2006-06-13 19:13:07

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Este texto é legalzinho, mas é furado. Já vemos lenta e silenciosamente uma mudança de polo, os eua vão continuar a depender muito de petroleo importado, mas cada vez mais do canadá e cada vez menos do oriente médio, e salvando suas principais reservas no alaska, sob a benção dos abraçadores de arvore que citam a proteção ao alce e caribou como a coisa mais importante do mundo. Nós estamos finalmente auto suficientes(?) e com programas energéticos alternativos. E nada vai mudar muito em curto espaço de tempo. O que talvez nós venhamos ver em curto espaço de tempo é a china como grande importador/consumidor, cada vez mais dependente do óleo do oriente medio, isso pode atravessar o samba todo. E então, em vez de john wayne invadindo a arabia venhamos ver é gengis khan ressucitado.


V8
2006-06-13 17:54:57

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

O texto é rico em detalhes mas omita o que a maioria das pessoas não sabe e o que é fundamental para o balanço energético do mundo: O Canadá tem aproximadamente as mesmas reservas que a Arábia Saudita. As maiores do mundo (de longe) o que vale também para o país situado ao norte dos EUA.

Por outro lado, sempre que o preço do barril de petróleo alcance níveis elevados, o mundo se sacude para diminuir o consumo e tem capacidades técnicas e scientíficas enormes para fazer isto.

É curioso saber que a industria automobilística continua aumentando a cilindrada/potência dos motores, o peso dos veículos, lança o modismo dos SUV de 2,5 toneladas com 4x4 para asfalto, lança carro popular para ter certeza que cada chinês, indianos, etc. podera comprar um e esquecer do transporte público.

Resumindo, o homen tem a capacidade de se adaptar a novas situações ou condições já vividas e ainda tira proveito disso. Haja vista por exemplo os bilhões de US$ gastos pelso EUA para a proteção contra a gripe aviária que não vem... porque tem a copa de futebol.


Site: Bem-vindos ao fim da Era Petróleo
Raymond
2006-06-13 17:54:43

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Falta muito pouco para cair a máscara de Defensor das Democracias e Inimigo de Ditadores que os EUA insistem em usar, acreditando que enganam alguém (bem, na verdade devem enganar...).

Fato, é que em pouco tempo as invasões aos grandes centros produtores de petróleo, como a Guerra do Golfo e a Invasão Iraquiana, se justificarão (ainda que veladamente, e de forma inconfessável)pelo que elas representam, de per si, ou seja,se justificarão pela necessidade de petróleo dos países invasores. E que ninguém espere que a ONU vá fazer algo mais que aprovar uma moção de repúdio ao ato.

Quantos aos outros super-consumidores de petróleo (Inglaterra, França, Itália, China, Rússia, Alemanha, Japão)eles estarão (e já não estão?) mais preocupados em conseguir, eles próprios,o controle de algum grande exportador que não ofereça muitas defesas.

O Presidente Hugo Chaves, apesar de toda sua bravata, sabe que nada poderá fazer quando os olhares cobiçosos do G8(e, anotem, não demorará tanto tempo assim) se voltarem para suas reservas. Nós, brasileiros, coitados, não podemos sequer com Evo Morales (embora eu, particularmente ache correta a nacionalização das exploradoras de petróleo e gás, mesmo sabendo que isso pode trazer consequências belicosas - claro, desde que o país perdedor não sejamos "nosotros" porque, neste caso, apenas assistiremos de braços cruzados)o quê poderemos fazer contra um dos "Grandes"?.

Resta o Governo Brasileiro, tomar vergonha na cara, investir pesado na reforma agrária sustentável, subsidiar pesadamente o álcool, parar com as negociatas (como a que entregou ao Bradesco, por alguns bilhões de reais, é claro, a possibilidade do Banco Postal), e decidirmos, todos nós, os brasileiros, a não sermos mais uma República de Bananas.


Josefh Safra
2006-06-13 17:52:56

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Falta muito pouco para cair a máscara de Defensor das Democracias e Inimigo de Ditadores que os EUA insistem em usar, acreditando que enganam alguém (bem, na verdade devem enganar...).

Fato, é que em pouco tempo as invasões aos grandes centros produtores de petróleo, como a Guerra do Golfo e a Invasão Iraquiana, se justificarão (ainda que veladamente, e de forma inconfessável)pelo que elas representam, de per si, ou seja,se justificarão pela necessidade de petróleo dos países invasores. E que ninguém espere que a ONU vá fazer algo mais que aprovar uma moção de repúdio ao ato.

Quantos aos outros super-consumidores de petróleo (Inglaterra, França, Itália, China, Rússia, Alemanha, Japão)eles estarão (e já não estão?) mais preocupados em conseguir, eles próprios,o controle de algum grande exportador que não ofereça muitas defesas.

O Presidente Hugo Chaves, apesar de toda sua bravata, sabe que nada poderá fazer quando os olhares cobiçosos dos G8(e, anotem, não demorará tanto tempo assim) se voltarem para suas reservas. Nós, brasileiros, coitados, não podemos sequer com Evo Morales (embora eu, particularmente ache correta a nacionalização das exploradoras de petróleo e gás, mesmo sabendo que isso pode trazer consequências belicosas - claro, desde que o país perdedor não sejamos "nosotros" porque, neste caso, apenas assistiremos de braços cruzados).

Resta o Governo Brasileiro, tomar vergonha na cara, investir pesado na reforma agrária sustentável, subsidiar pesadamente o álcool, parar com as negociatas (como a que entregou ao Bradesco, por alguns bilhões de reais, é claro, a possibilidade do Banco Postal), e decidirmos, todos nós, os brasileiros, a não sermos mais uma República de Bananas.


Josefh Safra
2006-06-13 17:51:36

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Falta muito pouco para cair a máscara de Defensor das Democracias e Inimigo de Ditadores que os EUA insistem em usar, acreditando que enganam alguém (bem, na verdade devem enganar...).

Fato, é que em pouco tempo as invasões aos grandes centros produtores de petróleo, como a Guerra do Golfo e a Invasão Iraquiana, se justificarão (ainda que veladamente, e de forma inconfessável)pelo que elas representam, de per si, ou seja,se justificarão pela necessidade de petróleo dos países invasores. E que ninguém espere que a ONU vá fazer algo mais que aprovar uma moção de repúdio ao ato.

Quantos aos outros super-consumidores de petróleo (Inglaterra, França, Itália, China, Rússia, Alemanha, Japão)eles estarão (e já não estão?) mais preocupados em conseguir, eles próprios,o controle de algum grande exportador que não ofereça muitas defesas.

O Presidente Hugo Chaves, apesar de toda sua bravata, sabe que nada poderá fazer quando os olhares cobiçosos do G8(e, anotem, não demorará tanto tempo assim) se voltarem para suas reservas. Nós, brasileiros, coitados, não podemos sequer com Evo Morales (embora eu, particularmente ache correta a nacionalização das exploradoras de petróleo e gás, mesmo sabendo que isso pode trazer consequências belicosas - claro, desde que o país perdedor não sejamos "nosotros" porque, neste caso, apenas assistiremos de braços cruzados)o quê poderemos fazer diante de algum dos "Grandes"? .

Resta o Governo Brasileiro, tomar vergonha na cara, investir pesado na reforma agrária sustentável, subsidiar pesadamente o álcool, parar com as negociatas (como a que entregou ao Bradesco, por alguns bilhões de reais, é claro, a possibilidade do Banco Postal), e decidirmos, todos nós, os brasileiros, a não sermos mais uma República de Bananas.

Mas claro, antes disso acontecer teremos que eleger alguém que tope morrer pela pátria, porque ninguém contraria impunemente os interesses dos "tycoons" da economia mundial e fica impune por muito tempo.


Josefh Safra
2006-06-13 17:50:52

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Muito bom texto. O mundo ficou totalmente dependente do popular "ouro negro" e os EUA principalmente promoveram guerras p/ terem o controle do estoque mundial. Hoje infelizmente para nós quem está certo é o Evo Morales protegendo suas reservas.E o Brasil está de parabéns:C/programas alcool,biodisel.
Mas em compensasão só assim vão todos serem forçados a não poluirem nosso planeta.Lembro-me de 1979 1ºataque EUA no golfo a gasolina era crz:0,10 passou a 0,30 foi grito geral.


Zinho - RS
2006-06-13 17:37:17

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

A lucratividade,o poder político e financeiro oferecido pela produção e comercialização cegaram completamente a nossa visão de progresso. Progresso, que atualmente, está comprometido pela poluição, retrocesso tecnológico e problemas sociais que o petroleo tem oferecido ao longo dos anos. Já era tempo (2006) de estarmos empregando formas alternativas de energia em prol do benefício de nossa Humanidade e nosso futuro. Mas infelizmente, a nossa realidade moral, social e educacional ainda não nos permite agirmos assim. :(


Roberto Lico
2006-06-13 17:25:49

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

A lucratividade,o poder político e financeiro oferecido pela produção e comercialização do petróleo cegaram completamente a nossa visão de progresso. Progresso, que atualmente, está comprometido pela poluição, retrocesso tecnológico e problemas sociais que o petroleo vem oferecendo ao longo de tantos ardúos anos. Já era tempo (2006) da adoção de formas alternativas de energia em prol da Humanidade e nosso futuro. Mas infelizmente, a nossa realidade moral, social e educacional ainda não nos beneficiou com o bom senso necessário para tais medidas. :(


Roberto Lico
2006-06-13 17:16:34

Bem-vindos ao fim da Era Petróleo

Excelente texto. Precisamos de um mundo menos consumista. Sou a favor de um imposto internacional sobre o petróleo, para arrecadar fundos para a pesquisa de energias alternativas


Site: Greenpeace
Luísa Cabral
2006-05-26 16:16:00

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.