Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Preparados para o mundo pós-petróleo?

» 3 de julho de 2020

» Destrinchamos a nova lei que mercantiliza a água

» Literatura dos Arrabaldes: O decreto e o levante

» As fronteiras cruzadas em Apocalipse Now

» Bolsonaro usa o vírus para reinventar tortura

» 2 de julho de 2020

» Boaventura: A universidade pós-pandêmica

» As miragens de que se vale a ultradireita

» Em filme, Nise, e sua crítica radical à velha psiquiatria

Rede Social


Edição francesa


» Aux origines de la secte Boko Haram

» Michel Onfray, le dernier nouveau philosophe

» Les forces de l'ordre social

» Vous avez dit « systémique » ?

» Un pays miné par les homicides policiers

» Décollage africain, marasme sénégalais

» BCE, enquête dans le temple de l'euro

» Le procès de M. Barack Obama

» Comment fonctionnent les systèmes de santé dans le monde

» Les nouvelles stratégies pétrolières des Etats et des grandes compagnies


Edição em inglês


» Oil production and consumption around the world

» OPEC's share of production in a changing oil market

» Passport power

» Prato's migrant workforce

» No going back to business as usual

» Trade war in strategic minerals

» When oil got cheaper than water

» A tale of two countries

» Jair Bolsonaro, wannabe dictator

» The culture of health and sickness


Edição portuguesa


» Dois ou três lugares a preencher – a propósito de José Saramago

» A Jangada de Saramago

» Um homem chamado Saramago

» «O desastre actual é a total ausência de espírito crítico»

» Edição de Junho de 2020

» A fractura social

» Vender carros Audi na Birmânia

» Edição de Maio de 2020

» Defender os trabalhadores

» Todos crianças


Comentários sobre esse texto:

Parar a esquerda o fim do mundo é lá...

E A ELEIÇÃO NA ITALIA QUE FOI FRAUDADA COM OS DESAPARECIMENTOS DE CEDULAS PARA AJUDAR O ROMANO PRODI.



2006-09-07 21:15:55

Parar a esquerda

AS PALAVRAS DE Ramonet sobre as eleições no México constituem mais um ponto de grande confiança sobre o que ele tem afirmado com relação à política da América Latina, através do jornal Le Monde Diplomatique para que o mundo obtenha melhores conhecimentos dessa região americana.
Apesar de todo o processo reacionário, conservador e excludente feito pelos Estados Unidos, contrário ao desenvolvimento dos países latino-americanos, na atualidade, a exemplo do que foi realizado pela Europa - ainda acreditamos na liberdade e independência dos latino-americanos para que desse modo venha ser construido o desenvolvimento desses povos menos esclarecidos, descendentes de índios e negros que procuram ocupar o espaço dígno, justo e solidário para a sua evolução.
Portanto, reconhecemos que Ignacio Ramonet tem sido um dos maiores incentivadores mundiais pela libertação da América Latina do sistema capitalista implantado pelos Estados Unidos.
Esperamos que o Le Monde - Ramonet sejam determinados em continuar com os esclarecimentos dessa natureza, pois eles
fazem com que as lideranças políticas conscientes e competentes das nações sul-americanas - sejam cada vez mais estimuladas e apoiadas para ao prosseguimento dos trabalhos com essa finalidade.



2006-08-28 03:40:54

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.