Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 24 de setembro de 2021

» Dissidência jovem no coração do sistema

» Ainda não acabou: o mal-estar na pandemia

» Para entender as três crises do Haiti

» Uma cineasta à altura dos desafios de nosso tempo

» 23 de setembro de 2021

» Evergrande: falência e oportunidade na China

» Tecnologia e política para reconstruir mundo em ruínas

» Cinema: Aranha e nossas raízes fascistas

» 22 de setembro de 2021

Rede Social


Edição francesa


» Émergence de l'Asie sur la scène scientifique

» Singapour, Malaisie, Indonésie : triangle de croissance ou triangle des inégalités ?

» Les rêves déçus et la colère rentrée des harkis

» Conflits d'usages en mer Baltique

» Autocritiques cathodiques en Chine

» L'Australie séduite par la Chine

» Que faisons-nous en Irak ?

» De la mer en partage au partage de la mer

» La Russie à la conquête du Grand Nord

» Batailles pour le partage de la mer de Chine


Edição em inglês


» China's post-communist Communist Party

» The Manet effect

» The race to be German chancellor

» September: the longer view

» Meandering through Paraguay

» Don't expect tech giants to build back better

» Long hot nights on the Paraguay river

» Can Pedro Castillo unite Peru?

» Tensions mount over Yemen's contested islands

» Hungary's Fidesz builds a parallel state


Edição portuguesa


» O mundo em mutação e o Estado - em crise?

» Edição de Setembro de 2021

» Transformação e resiliência

» O caminho de Cabul

» Edição de Agosto de 2021

» Ditadura digital

» Desigualdades digitais

» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena


Comentários sobre esse texto:

Uma aldeia global no Quebec

não existe crescimento sem problemas, os problemas virão, aqueles que foram constituidos autoridades, liderança da vila, certamente encontrarão uma saída. deu vontade de viver lá!


Site: Uma aldeia global no Quebec
aline curado
2007-01-05 17:36:34

Uma aldeia global no Quebec

toda iniciativa que tenha como base a participação ativa da comunidade é válida. no entanto, se numa comunidade com pouco mais de 400 pessoas já vive a contradição auto-suficiência X agricultura p/ exportação. o que é mesmo que há de extraordinário nessa comunidade ? esse tipo de vanguardismo não nos lembra nenhuma outra experiência histórica, em solo estadunidense ?


neto vale
2006-08-20 23:17:06

Uma aldeia global no Quebec

Até agora tudo muito bonitinho. Vamos ver como eles lidarão com a questão da agricultura.


Eduardo
2006-08-19 02:51:55

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.