Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 17 de setembro de 2021

» Convite a ir além do sistema trabalho-e-família

» Paulo Freire, 100: Em busca de outra autoridade pedagógica

» O 7 de Setembro de Jair Bolsonaro

» Ponciá Vicêncio: A rebeldia de fabular, em meio ao cinismo

» A furiosa e disfarçada guerra pela Água no Brasil

» 16 de setembro de 2021

» Brasil dos Borba Gato aos Bolsonaro

» 60 anos do Centro Popular de Cultura da UNE – e seu legado

» Muhammad Ali e Malcom X, em tempo de indelicadeza

Rede Social


Edição francesa


» Conflits d'usages en mer Baltique

» Autocritiques cathodiques en Chine

» L'Australie séduite par la Chine

» Que faisons-nous en Irak ?

» De la mer en partage au partage de la mer

» La Russie à la conquête du Grand Nord

» Batailles pour le partage de la mer de Chine

» Pétrole, bases et conflits dans le Golfe

» Ces industries florissantes de la peur permanente

» L'ultime trahison


Edição em inglês


» China's post-communist Communist Party

» The Manet effect

» The race to be German chancellor

» September: the longer view

» Meandering through Paraguay

» Don't expect tech giants to build back better

» Long hot nights on the Paraguay river

» Can Pedro Castillo unite Peru?

» Tensions mount over Yemen's contested islands

» Hungary's Fidesz builds a parallel state


Edição portuguesa


» O mundo em mutação e o Estado - em crise?

» Edição de Setembro de 2021

» Transformação e resiliência

» O caminho de Cabul

» Edição de Agosto de 2021

» Ditadura digital

» Desigualdades digitais

» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena


Comentários sobre esse texto:

O trabalho mata em silêncio

Pelo menos nos gulags de Stálin se contruía um país pro povo, nos gulags burgueses se constrói uma MegaCartago nos EUA.Cansei!


Agatocles
2007-08-17 07:09:55

O trabalho mata em silêncio

Realmente o artigo é de interesse social e deve ser mais aprofundado e sistematicamente difundido, levando-se em conta que não é so na França que parece que este trágico fenômeno vem acontecendo na pós-modernidade. A pressão do trabalhador qualquer seja a sua hierarquia, as condições de trabalho, a instabilidade, a ansiedade pelo futuro imediato, etc, sem dúvida configuram fatores influentes no suicídio tanto dos altos executivos, quanto de outro tipo de trabalhadores, inclusive intelectuais.
Parabens por colocar em evidência um problema tão grave: é uma das funções do jornalismo investigativo.


JBertha
2007-08-07 03:15:35

O trabalho mata em silêncio

O texto de Annie Thebaud Mony traduzido como "O trabalho mata em silencio" (em francês o titulo foi "Le Travail, lieu de violence et de mort") merece ampla divulgação. Pois poderá remeter nossa reflexão, ante os fatos europeus, à realidade brasileira, onde a violência no trabvalho ainda permanece bastante ocultada quanto às seus resultados em termos de suicidios e cancer.


Site: O TRABALHO MATA EM SILENCIO
EDI
2007-08-01 02:51:28

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.