Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Miguel: breve simbologia de um país que não mudou

» Elogio à sensorialidade da Cultura

» Edição de 5 de junho de 2020

» E se a doméstica desafiar a Casa Grande?

» Esperança como ação: caminhos ao pós-pandemia

» Como reinventar o estar presente, em quarentena

» Literatura dos Arrabaldes: Territórios culturais

» Depois da pandemia, a semana de quatro dias

» Edição de 4 de junho de 2020

» George Floyd: esse não é só um caso policial

Rede Social


Edição francesa


» Industrie, socle de la puissance

» Victoire historique au procès de l'amiante

» La cotisation, levier d'émancipation

» Sur le toboggan de la crise européenne

» Bouée pour la Grèce, béquille pour l'euro

» Faust et l'alchimie capitaliste

» Indétrônables fauteurs de crise

» Comment la droite américaine exploitait les émeutes

» Bush peut-il tirer parti des émeutes de Los Angeles ?

» Les États-Unis, une nation née dans la brutalité


Edição em inglês


» UK Labour: from Corbyn to Starmer

» June: the longer view

» Another ‘Europeanisation'

» Miami: flood risk and development

» Texas opens again for business

» US in the spring of the pandemic

» Florida's flooded future

» Oman struggles to stay neutral

» Syria's quiet return

» UK coexists with coronavirus


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2020

» A fractura social

» Vender carros Audi na Birmânia

» Edição de Maio de 2020

» Defender os trabalhadores

» Todos crianças

» Há um problema com a representação jornalística da violência doméstica

» Chile, o oásis seco

» Edição de Abril de 2020

» O tempo é agora


Comentários sobre esse texto:

Dos reencontros

Construir uma ou muitas casas que duram, reflete o desejo de se prolongar a existencia, contudo, sempre dá uma idéia de finitude, pois toda construção mesmo que grandiosa, chega ao seu final, como também o desfrute dela termina ao término da vida. Porém, a construção da casa onde mora o Espírito, só chega ao final, quando termina a vida, daí por diante, em uma casa construida na rocha, enquanto se vivia,viver-se-á eternamente. . . .
Os materiais para essa construção?.. . Bem. . . você sabe.



2008-01-12 02:25:57

Dos reencontros

REENCONTROS

Reencontrar é uma necessidade permanente, mesmo que seja na frente do espelho, para avaliar o que já se passou e fazer as correções para melhorar o que se vai passar. O homem se preocupa em construir uma casa com todo o conforto necessário, obra para durar cem ou duzentos anos, sendo que a vida, com qualidade, dura apenas uns oitenta anos. Percebe-se a inversão de valores e a necessidade de melhorar a casa da alma, do espírito; o corpo que, sem uma durabilidade satisfatória, fica em segundo plano.

GOSTARIA DE CONSTRUIR MUITAS CASAS EM MINHA VIDA.
E elas não precisariam durar tanto, só uns setenta ou oitenta anos.
Gostaria também de viver muitos anos para desfrutar de todas elas.
Não importaria se elas durassem no máximo uns cem anos,
mas que eu pudesse durar muitos anos para que,
quando elas fossem se acabando, eu construisse outra, e mais outra, e mais outra,
e fosse feliz em cada uma delas sem a preocupação de deixa-las, porém,
gozando do prazer de que elas é que me deixariam. Eider Ribeiro Luz


Site: REENCONTRO
EIDER RIBEIRO LUZ
2007-10-31 14:43:16

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.