Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Preparados para o mundo pós-petróleo?

» 3 de julho de 2020

» Destrinchamos a nova lei que mercantiliza a água

» Literatura dos Arrabaldes: O decreto e o levante

» As fronteiras cruzadas em Apocalipse Now

» Bolsonaro usa o vírus para reinventar tortura

» 2 de julho de 2020

» Boaventura: A universidade pós-pandêmica

» As miragens de que se vale a ultradireita

» Em filme, Nise, e sua crítica radical à velha psiquiatria

Rede Social


Edição francesa


» Les forces de l'ordre social

» Vous avez dit « systémique » ?

» Un pays miné par les homicides policiers

» Décollage africain, marasme sénégalais

» BCE, enquête dans le temple de l'euro

» Le procès de M. Barack Obama

» Comment fonctionnent les systèmes de santé dans le monde

» Les nouvelles stratégies pétrolières des Etats et des grandes compagnies

» École et santé en ruines

» La gauche israélienne en déshérence


Edição em inglês


» Oil production and consumption around the world

» OPEC's share of production in a changing oil market

» Passport power

» Prato's migrant workforce

» No going back to business as usual

» Trade war in strategic minerals

» When oil got cheaper than water

» A tale of two countries

» Jair Bolsonaro, wannabe dictator

» The culture of health and sickness


Edição portuguesa


» Dois ou três lugares a preencher – a propósito de José Saramago

» A Jangada de Saramago

» Um homem chamado Saramago

» «O desastre actual é a total ausência de espírito crítico»

» Edição de Junho de 2020

» A fractura social

» Vender carros Audi na Birmânia

» Edição de Maio de 2020

» Defender os trabalhadores

» Todos crianças


Comentários sobre esse texto:

Literatura de pai para filho

Literatura contundente, que percorre as entranhas e as dilacera. Que traz à tona sentimentos sombrios contudo puros, sinceros e verdadeiros. A leitura é sofrida, mas não se fala aqui de um sentimento piegas, uma lamúria. O que aflige é reconhecer que lá no fundo esses sentimentos existem, é percebê-los como verdadadeiros e reais. O que amedronta é ver-se no espelho, um espelho da alma humana. O que faz do livro de Tezza, Literatura (c/ L maiúsculo), é essa universalidade, a narração em 3ª pessoa que nos tira do foco da pieguice e da auto-comiseração, é essa forma original de revelar as mazelas de qualquer um.


Site: "O Filho Eterno", de Cristovão Tezza, é eleito Melhor Romance no Jabuti.
Marisa
2008-09-24 16:00:33

Literatura de pai para filho

Gostaria apenas de salientar a importância das palavras inseridas no texto, que muitas vezes podem contribuir para um estigma e um conceito errados a respeito desta síndrome. A palavra doença não é pertinente ao conceito de síndrome, então indivíduos com síndrome de Down podem adquirir inúmeras doenças como qualquer outro ser humano, mas ele não é doente! Assim como também o indivíduo não sofre de síndrome de Down, simplesmente nasce com uma alteração genética, ele pode sofrer preconceito numa sociedade como a qual vivemos hoje, mas isso já é uma outra estória.


Simone
2008-01-02 21:41:52

Literatura de pai para filho

Mais do que uma história de filho doente, O filho eterno é uma bela reflexão sobre a paternidade,pessoas como estas devem ser tratadas com muito carinho atenção mais que dever do que uma obrigação mais nunca é como tem que ser pessoas agi deferentes sem amor ao poximo so que ama que passa pela dor que um pai sente pra deus nada é dificil
,e principalmente o amor materno e muito importante passa a força que sai da mãe nigem sabe o quanto é importante essa atitude .


kill
2007-10-21 00:57:59

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.