Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 20 de maio de 2022

» O impasse da democracia e o dilema feminista

» Como o patriarcado engole a democracia

» O modernismo a contrapelo – em exposição e livro

» Argentina: a potência das cooperativas de plataforma

» 19 de maio de 2022

» O mundo à beira da grande crise alimentar

» O que o Brasil pode perder sem a Eletrobras

» A distopia trabalhista da Amazon

» Cinema: A arte de observar a poesia das miudezas

Rede Social


Edição francesa


» Mario Vargas Llosa, Victor Hugo et « Les Misérables »

» Des médias en tenue camouflée

» Jénine, enquête sur un crime de guerre

» Le monde arabe en ébullition

» Au Proche-Orient, les partis pris de la Maison Blanche

» L'abolition du territoire

» Regard sur Sarajevo

» Les progrès du libéralisme économique à Sri-Lanka

» Le marché du blé pourra-t-il être codifié par un nouvel accord international ?

» Le président Marcos allié gênant et retors des États-Unis


Edição em inglês


» Lebanon: ‘Preserving the past in hope of building the future'

» May: the longer view

» Fragmented territories

» A clash of memories

» Alsace's toxic time bomb

» The poisonous problem of France's nuclear waste

» Can Medellín change its image?

» Venezuela: a ‘country without a state'

» The urgent need to preserve Lebanon's past

» French troops forced to withdraw from Mali


Edição portuguesa


» Morrer em Jenin

» Recortes de Imprensa

» Será a caneta mais poderosa do que a espada?

» A Hipótese Cinema

» Um projecto ecofeminista em Aveiro

» David Bowie em leilão

» Como Pequim absorveu Hong Kong

» Na Colômbia, o garrote Medellín

» Face ao colapso, o Líbano quer preservar a sua memória

» Continua a Inglaterra a ser britânica?


Comentários sobre esse texto:

CPMF: muito além dos clichês

Bem Antigo o artigo; já está ultrapassado. Já criaram até novo imposto e gastaram tudo.


antonio
2008-03-21 15:18:51

CPMF: muito além dos clichês

A CUT, PT e demais movimentos e partidos de esquerda têm a obrigação de defender nas ruas a aprovação da CPMF.

Dizem que o,38 de imposto encarece a cadeia produtiva, aumentando o preço de produtos. Façam as contas e vejam que isso não é verdade. Isso é irrisório do ponto de vista de que a CPMF, como imposto pago pelos ricaços, é importante. Caso a CPMF venha a ser derrubada pelo Senado, os preços dos produtos não diminuiráo um centavo por causa disso, esta é que a verdade, de forma que esta alegação de que a CPMF faz aumentar os preços dos produtos para o consumidor é uma mentira.

Além do mais, a CPMF é uma forma de fazer com que sonegadores e mafiosos que "lavam" dinheiro sejam descobertos.

Outra questão que a questão da CPMF suscita é o quanto o Senado é prejudicial ao Brasil. É prejudicial porque, no Senado, uma meia centena de senadores, a maioria representantes da alta burguesia, pode revisar aquilo que a Câmara Federal aprova, de forma que a existência dos deputados federais torna-se inútil, uma vez que, no final das contas, o Senado pode revogar o que eles decidem, como está ocorrendo com a CPMF.

Os brasileiros temos a obrigação de lutarmos pela extinção do Senado, esta espécie de Casa dos Lordes brasileira.


Site: CPMF
jose carlos lima
2007-11-16 11:13:06

CPMF: muito além dos clichês

O Brasil e um dos paises com maior carga tributaria. Em tudo se paga imposto e sao impostos que vao se acumulando. Nos EUA, o consumidor paga 7% de imposto na hora da compra. Em alguns Estados, alimentos, vestuario e material de construcao sao isentos de imposto. Na minha opiniao, nao e preciso arrecadar mais e sim ter competencia para administrar e punir aqueles que se apropriam do nosso dinheiro. Precisamos de pessoas no governo que estejam realmente visando o bem do pais e nao o seu proprio. Precisamos de pessoas interessadas e comprometidas em melhorar a educacao do povo, porque enquanto tivermos um povo com baixo desenvolvimento, continuaremos a ter um pais mediocre como esse que assisto todos os dias na tv. E revoltante!!!



2007-11-14 21:09:56

CPFM: muito além dos clichês

é impressão ou a sigla está trocada no título?



2007-11-12 05:26:00

CPFM: muito além dos clichês

Esse tema é importantíssimo. Por um lado o povo não pode abrir mão da fiscalização da movimentação financeira possibilitada pelo desenho tributário da CPMF, pois sem essa, o colarinho branco faria a festa, ainda mais do que já faz, a final a idoneidade duvidosa da máquinapública não para de ser evidenciada. Por outro lado, não podemos pactuar com a carga tributária onerosíssima sobre os parcos e suados ganhos da grande maioria da sociedade, ainda mais sem garantias da reversão em benefícios sociais destas taxas. Esse tal de desvinculamento do orçamento é uma pouca vergonha, corroborando a centenaria prática tupiniquim de favorecimento das oligarquias, hoje representadas não só pela burguesia industrial mas com toda força pela cartolagem bancária. Falta educação e por consequência, discerniemento para o cidadão enquanto o dinheiro do imposto continua a fluir tranquilamente para os cofres bancários.
A pergunta é: Como nós, os interessados, podemos agir para mudar essa situação? Meter a boca alivia a raiva mas infelizmente não resolve nada!



2007-11-08 01:09:22

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.