Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Por que murchamos os pneus de SUVs

» Retrato do esgotamento dos comerciários digitais

» Golpes no Brasil (I): Uma república febril e oligarca

» Cinema: O dom de iludir

» Maranhão: CNBB denuncia a barbárie do “agro”

» 29 de junho de 2022

» Boaventura: o encolhimento do Ocidente

» Contramemória: Modernismo em alta voltagem política

» WikiFavelas: As lutas LGBTI+ pela saúde pública

» WikiFavelas: As lutas LGBTI+ pela saúde pública

Rede Social


Edição francesa


» Le poids des pamphlets, le choc des classes

» En Russie, réprimer plus et enfermer moins

» Apprendre à nager n'est plus donné à tout le monde

» Bouillonnement de l'art contemporain africain

» Les Sri-Lankais défient le pouvoir

» Clarice Lispector, l'étoile de Rio

» Séparatismes ukrainiens

» Les mineurs, la mer et autres histoires

» Le droit à l'avortement menacé

» Occident contre Occident


Edição em inglês


» Fragmented Yemen

» Ukraine's logistical crisis

» Tensions and blackmail over Western Sahara

» Migrants still risk their lives to reach England

» Africa: agribusiness or diversity?

» Poisoning our oceans

» UN Earth Summits: how the rot set in

» In Mexico, will slow and steady win the day?

» Sri Lanka plunges into crisis

» Uncertain loyalties and competing narratives


Edição portuguesa


» Que pode o teatro face ao crescimento das extremas-direitas?

» Mapeamento de uma arte político-social: "Untitled", de Paula Rego

» Assembleia-Geral da Outro Modo

» O problema da riqueza

» «Sangrar a Rússia»

» Vulnerabilidades territoriais: o que se pode aprender com a crise pandémica?

» O paraíso da inovação militarizada

» Mineração em mar profundo: para quê destruir os fundos oceânicos?

» O lado oculto das cimeiras da Terra

» Viagem ao fim da Transamazónica


Comentários sobre esse texto:

A nau dos dinossauros

a concepção americanizada do mundo, historicamente, tem influenciado o desenvolvimento dos continentes. O texto é um reflexo de tais idéias. Os muçulmanos reagem, fortemente, ao ideal americano de dominar a sociedade. O conservadorismo norte americano segue em frente com política de Bush, o artigo é ótimo ao possibilitar enxergar as táticas e as estratégias políticas e bélicas dos Estados Unidos.


Clodoaldo Pontes
2008-03-14 15:37:26

A nau dos dinossauros

otimo texto... a direita americana é assim ...e a esquerda tbm ...eles elegem bush e apoiam qualquer guerra...


sonia
2008-03-11 00:32:25

A nau dos dinossauros

É consolador saber que existem jornalistas assim! É deprimente, mas real a existência destes sêres, mas isto leva a uma reflexão até além da "nau sem rumo" com seus psicopatas sem o saberem: O ser humano sempre manifestou estes transtôrnos, individualmente e em grupos de poder, ao longo da história: no século passado as 2 grandes guerras (além das incontáveis outras, civil espanhola etc.) E o que mais me "comove" é ver a idiotia ser manifesta em nome de Deus, para os que acreditam,( Inquisição, Noite de São Bartolomeu etc) ou em qualquer nome para os que não acreditam. Lembrando mais um pouco: Hiroshima e Nagasaki. O bestialismo pirata prevalecente na classe dominante da americazinha do norte, com seu farisaismo protestante e judaico, está ainda muito atrás do código de Hamurabi. Parabéns ao jornalista e termino considerando que ateus como Bertrand Russel são modêlo de cristianismo para estas bestinhas do apocalipse.


Ayrton Brown Procopio
2008-03-03 22:47:26

A nau dos dinossauros

O jornalista que realizou o prodígio de embarcar na "nau dos condenados" merecia nada mais nada menos do que uma "silver star" das mãos do próprio Presidente Americano. Sou até capaz de ver a cena: num belo dia de sol, nos jardins da Casa Branca, com direito a salva de tiros e duas esquadrilhas de F16 soltando fumaça colorida, o herói de guerra se levanta, cumprimenta todos com a cabeça e recebe a condecoração merecida. O autor do texto é um superherói de guerra! Enfrentou as baterias verbais e as armas de destruição em massa conceituais da direita escrota, esclerosada e audo-destrutiva norte-americana e não deu sinais de senilidade. Só não sei como é que um cara inteligente e inteligível conseguiu passar tanto tempo ao lado de seres tão desumanos. É realmente uma pena o tal naviu não ter sido afundado por uma mina naval alemã ou inglesa da II Guerra Mundial. A humanidade ficaria bem melhor se os tais calhordas não cagassem mais nas suas fraudas descartáveis.


Site: HEROI DE GUERRA
Fábio
2008-03-03 20:29:57

A nau dos dinossauros

Da direita nazista norte-americana que já está envelhecida não é de se surpreender que os U$A estejam no buraco pela imcompetência burocrática e retrógrada dessa política ultrapassada.


XanLaden
2008-03-03 05:57:39

A nau dos dinossauros

A guerra do Iraque foi realmente absurda...
mas descobri que sou conservadora.

Gostei muito das opiniões do Buckley, ao que parece a única pessoa sensata nesse navio. Só podia ser católico....



2008-02-28 20:49:10

A nau dos dinossauros

Lendo o artigo, imaginei a cara dessa gente toda com aqueles vestidos hiper-cafonas e ternos de cortes mais que ultrapassados.
Imaginei também que tipo de papo deve rolar quando a elite tupiniquim tem a oportunidade de se reunir como os de lá...
Não há limites quando as pessoas optam por serem ridículas.


Glauco Lima
2008-02-21 17:26:11

A nau dos dinossauros

Interessante, belo artigo.
Explicita o pensamento dessa direita reacionária...é vital para sua sobrevivência a "eleição de um inimigo público, e como inimigo, deve ser exterminado".
Engraçado comparar essa direita do american way of life com a que a reproduz no hemisfério sul.
Na questão de ódio incontido aos imigrantes (latinos, hindus, asiáticos, etc.) é de se notar o mesmo ranço, raiva que a elite bandeirante se refere aos migrantes nordestinos.
A branquitude é a mesma.
Ao defenderem veementemente a guerra no Iraque, o inimigo a ser extinto, lembra-se do ódio que a direita brasileira, hereditariamente dona do poder, se dirige no combate ao inimigo público de plantão, justificando assim todo tipo de ofensiva ostensiva. O inimigo de plantão, nestas terras brasilianas, são os marginais padrão das favelas das metrópoles. O "tráfico" deve ser combatido a todo custo, afinal é uma guerra...motivos não faltam pra fundamentar uma "guerra", basta querer agredir.


Bruno Lima
2008-02-20 03:11:04

A nau dos dinossauros

A pauta é muito bem sacada, o texto excelente e os americanos de direita, os equivocados de sempre...Adorei!


Juliana Vilas
2008-02-19 22:33:23

A nau dos dinossauros

Lamentáveis essas visões de Mundo, a impressão que se dá é que os outros povos só encontrarão o que precisam se se aliarem (os se subtmeterem) ao império norte americano, mas creio que não poderia ser diferente face à ideologia desta sociedade como um todo.

Uma questão para pensar: Se a teoria de D’Souza ( O valor do imigrante é diretamente proporcional à distância que ele reside dos EUA ) tem mais simpatizantes no país podemos imaginar o que nós, brasileiros valemos para eles...


Edson Melo
2008-02-18 14:21:37

A nau dos dinossauros

Acabei de ler a matéria e estou me sentindo com um mixto de nojo e pasmacidade. Como pode um Estado ser manipulado por mentes tão arrogantes, imbecis e alienadas?

Eles estão atolados até o último fio de cabelo no Iraque. Fizeram uma guerra sem justificativa. Poluem o mundo de uma forma cínica. Se acham acima de tudo e de todos. Vivem hoje numa ecomonia podre, sustentada por títulos podres, aonde tudo é maquiagem.

O pior é que quando caírem, trarão à tona todo o mau que fizeram e isso dragará todo o mundo para um futuro cada vez mais incerto.


Site: A Nau dos Dinossauros
Ricardo Moura - Analista de Sistemas-Recife/PE
2008-02-18 12:44:53

A nau dos dinossauros

Engraçadíssimo a paranóia fascistóide desses seres jurássicos!

Nunca tinha lido a Le Monde antes e resolvi comprar numa banca, muito bom!


Apolo
2008-02-18 05:32:29

A nau dos dinossauros

Concordo com os conservadores em muitos assuntos. Fora muçulmanos!!!!!!!!!!



2008-02-18 04:37:50

A nau dos dinossauros

Mas o que é isso? Uma história de cunho literário? Ou uma "novela mexicana"? Risos

É inacreditável que existam pessoas tão arrogantes e egoístas... e ainda elegem presidentes.

Mas lutemos por mais democracia e justiça social.

Abraço e parabéns pelo jornal.


Marcos, de Porto Alegre
2008-02-16 20:14:39

A nau dos dinossauros

prezado amigo,

em poucas palavras expresso a minha opinião do excelente artigo, mostrando a qualidade do conceituado boletim, e também, a concepção belicista que prevalece majóritariamente na população americana.

saudações democráticas,

orlando marcelo santos gomes


orlando
2008-02-16 15:13:44

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.