Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 27 de setembro de 2021

» O novo ataque cerrado às cidades brasileiras

» Estrutura e ação sindical brasileira no olho do furacão

» Pochmann: No Brasil, a pandemia saiu mais cara

» 24 de setembro de 2021

» Dissidência jovem no coração do sistema

» Ainda não acabou: o mal-estar na pandemia

» Para entender as três crises do Haiti

» Uma cineasta à altura dos desafios de nosso tempo

» 23 de setembro de 2021

Rede Social


Edição francesa


» Le vieux monde et la mer

» Émergence de l'Asie sur la scène scientifique

» Singapour, Malaisie, Indonésie : triangle de croissance ou triangle des inégalités ?

» Les rêves déçus et la colère rentrée des harkis

» Conflits d'usages en mer Baltique

» Autocritiques cathodiques en Chine

» L'Australie séduite par la Chine

» Que faisons-nous en Irak ?

» De la mer en partage au partage de la mer

» La Russie à la conquête du Grand Nord


Edição em inglês


» China's post-communist Communist Party

» The Manet effect

» The race to be German chancellor

» September: the longer view

» Meandering through Paraguay

» Don't expect tech giants to build back better

» Long hot nights on the Paraguay river

» Can Pedro Castillo unite Peru?

» Tensions mount over Yemen's contested islands

» Hungary's Fidesz builds a parallel state


Edição portuguesa


» O mundo em mutação e o Estado - em crise?

» Edição de Setembro de 2021

» Transformação e resiliência

» O caminho de Cabul

» Edição de Agosto de 2021

» Ditadura digital

» Desigualdades digitais

» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena


Comentários sobre esse texto:

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Linda história, lindo texto. Comovente sensibilidade. Mas, nós pais, como sofremos quando percebemos que relembrar fatos, contar origens e histórias de família afugentam os jovens! Eles mal olham para nós, enquanto teclam, conversam em salas de bate-papo, engolem as refeições. Minha dica: preservar pelo menos, em família, uma refeição em volta da mesa e indagar como foi o dia para cada um dos presentes, para que possam falar do balanço do dia, comentarem conquistas. Nunca abdicar da contribuição mínima que cada geração pode dar.


Marilisa
2008-07-20 16:16:47

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Maria Helena

Parabéns! Alertar contra a sedução do mercado que tem nas crianças suas maiores vítimas é um ato de coragem! Como seria maravilhoso se os pais, conscientes disso, levassem para casa material para que eles construissem seus próprios brinquedos... como eu fazia na minha infância. Vc se lembra das bonecas de papel? Além de confeccioná-las, eu criava um enredo e um cenário para elas ganharem vida. Assim, a imaginação enriquecia a realidade e estimulava novas criações.
Adorei!
Vivianne Fattibene


Vivianne Fattibene
2008-07-09 04:59:02

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Ah! Ótima percepção! Quanto ao conto dos sapatos vermelhos, originalmente foi escrito pelo dinamarquês Hans Christian Andersen. É um dos meus favoritos...
Parabéns!


Maricy
2008-07-08 16:08:26

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Maria Helena, parabéns pela sensibilidade.
Quem convive com crianças sabe bem a dificuldade em dar limites e manter o sentido das coisas neste mundo onde tudo pode, tudo temos e onde nada satisfaz...

Maristela



2008-07-08 15:50:13

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Muito obrigado Maria Helena Masquetti, textos brilhantes como este são o que nos aliviam a cabeça, massacrada pelo "horror econômico" tão bem descrito por Viviane Forrester.


Site: http://diplo.uol.com.br/forum2485#f...
Henrique
2008-07-07 21:08:20

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

É triste a história de Aurora,assim como é triste a história de Helena, Luca, Pedro,lindamente representadas neste texto cheio de afeto.Crianças que não sabem brincar e que,cercadas de pedaços de brinquedos espalhados pelo chão,sem significado ou importância,transitam de um canto ao outro, sem se envolver ou relacionar.


Nena hessel
2008-07-07 12:03:40

Sapatos de pano contra o vazio de afetos

Que texto bom!
Convivo com crianças que vivem em abrigo e mesmo elas, ou especialmente elas sofrem com o ataque de consumismo. Elas querem o que outras crianças querem mas dificilmente terão. Vejo adolescentes privados de um ensino digno gastarem o pouco que conseguem (em trabalhos que não garantem seu direitos) em mp3, mp4.Desejam playstation 3, pois o1 e o 2 já estão ultrapassados. A responsabilidade é dos adultos de ir para o parque ao invés de ir ao shopping.


Ana Maria
2008-07-04 00:17:34

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.