Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 29 de novembro de 2021

» Breve nota sobre a futilidade do sucesso

» Paulo Freire e a aposta na comunicação libertadora

» Pochmann: do colonialismo mental ao tecnológico

» 26 de novembro de 2021

» Mundo em desencanto: a alternativa do Comum

» Da tabelinha futebol e literatura sai gol de letra

» A potente imaginação política do Teatro Legislativo

» O tempo de tecer comunidade

» Somos todos cavalos

Rede Social


Edição francesa


» Mirages verts et sobriété californienne

» Harry Potter expliqué aux parents

» Revendications et occupations en mer de Chine méridionale

» Le Vietnam

» De la décolonisation à la troisième guerre du Vietnam

» Diaspora vietnamienne

» Vietnam, comparaisons régionales

» La libération inachevée des Afro-Américains

» L'apparition d'un nouveau type d'homme

» Une flammèche obstinée a embrasé la Guadeloupe


Edição em inglês


» Iraq's great divides

» China is open for investment

» Colonial accountability in Niger

» In search of luxurious communism

» November: the longer view

» The carbon balance

» CO2 emissions around the world

» What's in a phone?

» If only Assange had been Navalny

» India's silent but deadly killer


Edição portuguesa


» Edição de Novembro de 2021

» O tecto de vidro europeu

» E a Grécia volta a ser exemplar

» Edição de Outubro de 2021

» Um império que não desarma

» Convergir para fazer que escolhas?

» O mundo em mutação e o Estado - em crise?

» Edição de Setembro de 2021

» Transformação e resiliência

» O caminho de Cabul


Comentários sobre esse texto:

Ouvir o silencio

Félicitations !
Un texte (une expérience) à grande portée théorique et pratique.
Mille merci à vous !
RB


Ruben B
2009-06-25 12:24:47

Ouvir o silencio

Oi, Iza, Vivi. Valeu pelo comentário. É muito animador para mim. Brunão, já te agradeci via e-mail, mas faço de novo. Iza, eu e o Bruno nos pós-graduamos em Jornalismo Literário que é um jeito de fazer reportagem, onde se busca novos caminhos, no lugar de objetividade a gente busca o que faz a vida potente, deixamos de lado a pirâmide invertida e tudo mais que aprisiona o ato de contar uma história.

Aliás, a pós que a gente fez não tem em nenhum outro lugar do Brasil, só na Academia Brasileira de Educação em Jornalismo Literário. Para os interessados, o site é esse daqui: http://www.abjl.org.br/.

Roberto, que legal que você leu e que bonito o seu comentário. Que saudade de você, amigo, beijo enorme.

Beijo, muito obrigado pelos comentários. É muito importante.
Sindia.


sindia
2009-03-10 23:59:05

Ouvir o silencio

Quem nunca viu alguma vez nas esquinas barulhentas de nossas cidades as "mãos dançantes", como inicia a autora desse brilhante e comovente artigo (mas sem se deixar cair no lugar comum e na piedade fácil), a nos ensinar que há muitas outras formas de expressão além da palavra falada, esta, supervalorizada em nossa sociedade? A autora nos faz mergulhar nesse mundo silencioso, mas nem por isso menos repleto de cores e possibilidades. Belo texto!


Site: Ouvir o Silêncio
Roberto Rossi
2009-03-01 15:09:42

Ouvir o silencio

Muito bonito seu trabalho, principalmente pelo tipo de narrativa, que agencia em nós a sensibilidade. Devia ser lido pelos "idiotas da objetividade" do jornalismo "objetivo".
Iza Sardenberg


iza sardenberg
2009-03-01 03:41:21

Ouvir o silencio

Parabéns! Seu texto é sensível e revelador!


Vivi
2009-02-28 00:34:42

Gostei

Parabéns, Síndia, belo exemplo de sensibilidade para desvendar um universo fechado a nós ouvintes. Beijo!


Bruno Pessa
2009-02-26 17:58:48

Ouvir o silêncio

Parabéns, gostei muito de seu artigo. Também trabalho com surdos, sou arte-educadora em Campo Grande-MS no CEADA e sei que encontramos dificuldades, porém também é muito prazeroso os resultados que são obtidos. Um forte abraço e novamente PARABÉNS.



2009-02-24 07:48:17

Ouvir o silencio

Oi, Biggi, Pepe, Clarissa, Eugênio. Obrigado pelos comentários e pela leitura. Fico muito feliz.
Valeu Gustavo, beijo enorme, saudade.
Beijo grande a todos,
Sindia.



2009-02-22 03:43:13

Ouvir o silencio

Parabéns, Sindia, pela lucidez do texto.


Biggi
2009-02-22 00:08:17

Ouvir o silencio

Bom texto.


Pepe
2009-02-21 14:05:11

Ouvir o silencio

Belo texto. Obrigada pela oportunidade de reflexão.


Clarissa
2009-02-20 20:09:02

Ouvir o silencio

Lindo texto que nos ajuda a ouvir um pouquinho mais ao surdo. Fui transportado pela leitura.


Gustavo Kipersmit
2009-02-19 22:49:12

Ouvir no tumulto?

Enigmas são construídos no quadro e para se chegar a uma conclusão sobre eles é preciso de muito raciocínio lógico.

Nas escolas de São Paulo o que vemos é a omissão institucional e o vandalismo depredando janelas e corpos. Professores não constróem enigmas no quadro e os alunos acham que não precisam de raciocínio lógico, só da música de seus MP3 e óculos escuros para viver.

A Secretaria da Educação não investe no seu objeto de trabalho, a sociedade cinicamente concorda com essa omissão estatal e nossos jovens estão cada vez menos interessados na resolução racional dos enigmas que permeiam suas vidas.

Rugem tantas ideologias e pré-conceitos na cabeça dos jovens que eles mal têm tempo e paciência de ficar em silêncio e ouvir o que seus próprios sentidos têm a lhes ensinar. A juventude está sempre no pá-pá-pá, na ira, na irracionalidade rebelde, ou nas contorções do créu e variantes. Quando muito, lêem a internet, e só conseguem deturpar o que lêem. Nem conseguem tirar os óculos escuros para ler. Pensam que informação é mais que formação: como podem se informar se os sentidos estão deformados?

Conheço deficientes físicos e solidarizo muito com eles. Imagino que muitos de nós, videntes, ouvintes e transeuntes conscientes pouco fazemos para realmente perceber o mundo e aprender o que as ciências e a vida nos ensinam.

Os deficientes estão mostrando uma vontade muito mais vigorosa de aprender do que as pessoas saradas e tatuadas das ruas. Acredito que os deficientes podem vencer a demagogia do desinteresse e do consumo com muito mais desenvoltura do que nós, os pefeitos e sãos de MP3 na orelha e óculos escuros na sala de aula.


Eugênio
2009-02-19 14:55:09

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.