Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Uma inovação amazônida: o Geojornalismo

» Edição de 2 de junho de 2020

» O capitalismo ensaia sua distopia espacial

» Ultraliberais buscam sobreviver a seu desastre

» Regina, Jair e a manipulação da espontaneidade

» Não peçam o fim dos levantes, diz Alexandria Ocasio-Cortez

» Raiva e rebeldia e no coração do Império

» Edição de 1º de junho de 2020

» A Frente Ampla contra o Brasil

» Ken Loach e sua crítica incompleta à uberização

Rede Social


Edição francesa


» Bouée pour la Grèce, béquille pour l'euro

» Faust et l'alchimie capitaliste

» Indétrônables fauteurs de crise

» Comment la droite américaine exploitait les émeutes

» Les Républicains peuvent-ils tirer parti des émeutes de Los Angeles ?

» Les États-Unis, une nation née dans la brutalité

» Un débat intellectuel en trompe-l'œil

» Le Texas en armes contre le confinement

» Shaw ou l'engagement ironique

» Cinquante ans de « dé-mesure » à l'anglo-saxonne


Edição em inglês


» Another ‘Europeanisation'

» Miami: flood risk and development

» Texas opens again for business

» US in the spring of the pandemic

» Florida's flooded future

» Oman struggles to stay neutral

» Syria's quiet return

» UK coexists with coronavirus

» Austerity is the killer

» UK, a new leader for Labour


Edição portuguesa


» Edição de Maio de 2020

» Defender os trabalhadores

» Todos crianças

» Há um problema com a representação jornalística da violência doméstica

» Chile, o oásis seco

» Edição de Abril de 2020

» O tempo é agora

» Achatar as desigualdades

» O olhar dos artistas

» Assine por 3 meses (€10) ou 6 meses (€18)


Comentários sobre esse texto:

Bolívia

O que me causa asco é que um presidente fanfarão como esse Evo,não queira realmente colocar um país lindíssimo como é a Bolívia em condições ideais para esse povo viver com dignidade, é mais um poracaria que está simplesmente querendo se promover e mostrar ao mundo que é macho.
Prove que é esse macho mesmo trabalhando, não bancando o valente o encrenqueiro, trababalhe para o seu povo.
OBS.: Como eu gostaria de ser presidente o Brasil pelo menos um dia, eu te mostraria como se trata caloteiro,sem vergonha (Petrobrás)


Cesar
2008-01-10 12:06:46

Bolívia

Esse texto está totalmente ideoligizado, não refletindo a realidade dos fatos. O que Evo vai conseguir é arruinar ainda mais a Bolívia. Mas que sabe, o pessoal de Santa Cruz possa finalmente se livrar do peso da população indígena e conseguir sua independência política ... teremos muito a ganhar se apoiarmos esse legítimo anseio do povo de Santa Cruz.


Pedro Pereira de Paula
2007-07-12 22:10:10

Bolívia

Um artigo bom que resume o regime de escradivão en que se encontrava o povo boliviano até a saida de Sanchez de Lozada. No entanto, vale resalar que hoje(2007)a ultra direita boliviana (americana) está soltando seus últimos e mais fortes "curingas", utilizando a embaixada americana (Endowment for Democracy) e dinheiro de empresas como a Petrobrás, Repsol, as grandes empresas de exploração agroflorestal e até o próprio Sanchez de Lozada para a retomada do poder, isto através do comité civico de Santa Cruz (uma espécie de movimento social deforme, que promove o facismo-racismo no país).
Ainda soma-se ao conflito a promulgação da nova lei INRA (nova lei de terras) e a nacionalização dos recursos derivados de hidrocarbonetos que aumentaram a suceptibilidade dos empresários "democráticos" que obtiveran de presente as empresas privatizadas por Sanches de Lozada.
A luta ainda é duríssima, so resta o apoio a soliedariedade e a esperança de um novo ananhecer.


José
2007-02-23 03:02:02

Bolívia

quero ler os comentários


mario
2007-02-03 20:26:32

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.