logo

abril 2005



ORIENTE MÉDIO

Cronologia Líbano

13 de abril de 1975. Início da guerra civil libanesa.

Junho de 1976. Intervenção maciça do exército sírio no Líbano contra a Organização de Libertação da Palestina (OLP) e o Movimento Nacional Libanês.

14 de março de 1978. Israel lança a operação “ Litani ” no sul do Líbano. Suas tropas se retiram em junho, depois da chegada da Força Interina das Nações Unidas (Finul).

6 de junho de 1982. Início da invasão israelense do Líbano (Operação “Paz na Galiléia”. O cerco de Beirute começa alguns dias mais tarde. Fim de agosto, a OLP evacua Beirute sob a proteção de uma força multinacional.

14-18 de setembro de 1982. Assassinato do novo presidente libanês Bechir Gemayel. Entrada dos Israelenses em Beirute-Oeste. Massacres nos campos palestinos de Sabra e de Chatila.

17 de maio de 1983. O presidente Amine Gemayel assina um acordo com Israel.

Fevereiro de 1984. Tomada de Beirute Oeste pelo front de oposição (a milícia xiita de Amal e os partidos de esquerda). No dia 7 de março, o presidente Amine Gemayel revoga o acordo líbano-israelense.

1o de maio de 1984. Formação em Beirute de um governo de união nacional.

Junho de 1985. Israel consuma sua retirada “por etapas” do Líbano, com exceção de uma “zona tampão” no sul, que o país controla com o Exército do Líbano Sul (ALS) do general Antoine Lahad.

22 de outubro de 1989. Os deputados adotam os “acordos de Taef” (Arábia Saudita) para pôr fim à guerra civil. Desarmamento das milícias, com exceção do Hezbollah.

Outubro de 1990. Ataque do exército sírio contra as tropas do general Aoun, que se refugia na França. Fim do duplo poder em Beirute.

6 de setembro de 1992. Eleições legislativas, boicotadas por vários movimentos cristãos. Sucesso do Hezbollah, que se torna o primeiro partido político do país. Nabih Berri, chefe do movimento Amal, é eleito presidente da Assembléia e Rafic Hariri se torna Primeiro Ministro.

Abril de 1996. No dia 10, Shimon Perez dá sinal verde ao exército israelense para a operação “Uvas da cólera” contra o Líbano, em represália aos tiros de foguetes do Hezbollah no norte de Israel. No dia 18, mais de uma centena de civis refugiados no campo da ONU em Cana, no sul do Líbano, são mortos. Um cessar-fogo acontece no dia 27.

Maio de 2000. Retirada precipitada do exército israelense do sul do Líbano – com exceção da chamada zona das fazendas de Chebaa – depois da ofensiva do Hezbollah e do desmoronamento da ALS.

14 de fevereiro de 2005. Assassinato de Rafic Hariri.

(Trad.: Fabio de Castro)