Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 7 de agostos de 2020

» Os dois combates de Flávio Dino

» A Embraer continua nossa: e agora?

» Feminismo e internet: as fronteiras para o livre saber

» Por que ultradireita teme um Estado de Emergência

» 6 de agosto de 2020

» Hiroshima, 75 anos

» Cinema: as engrenagens do ódio, vistas por dentro

» Quem é responsável pelos crimes da PM?

» Equador e Bolívia: ressurge o golpismo latino-americano

Rede Social


Edição francesa


» Fascination pour les pôles

» Ignorance toxique

» L'Etat utopique ou la haine de l'histoire

» Tunisie : du protectorat à l'autonomie interne

» Algérie : Les réformes de 1947 et l'intégration

» « The Economist », le journal le plus influent du monde

» L'avènement du tourisme de masse... Près de chez soi

» Babel jeune et innocente

» Des usages de Bach

» Rendez-vous avec Frantz Fanon


Edição em inglês


» US-Iran: an election showdown?

» August: the longer view

» Hagia Sophia in Turkey's culture wars

» Pilgrimage routes

» Bolivia's shrinking glaciers

» It's the healthcare system, stupid

» The Twenty Years' war

» Government by the worst

» The eternal Johann Sebastian

» Wake up! I have things to say!


Edição portuguesa


» Edição de Agosto de 2020

» Prisioneiros do paradigma

» A guerra dos vinte anos?

» Offshores: paraíso para alguns, inferno para todos

» Edição de Julho de 2020

» Metáforas bélicas

» Alguém disse «sistémico»?

» Dois ou três lugares a preencher – a propósito de José Saramago

» A Jangada de Saramago

» Um homem chamado Saramago


Televisão

Manos e Minas no horário nobre

Estréia na TV Cultura programa que aborda cena cultural da periferia com criatividade, sem espetacularização e a partir do olhar dos artistas do subúrbio. Iniciativa lembra o histórico Fábrica do Som, mas revela que universo social da juventunde já não é dominado pelos brancos, nem pela classe média

Eleilson Leite
10 de maio de 2008

A estratégia cinematográfica que sustenta Bush

Partindo do pressuposto de que um império cria sua própria realidade e valendo-se da habilidade de tarimbados diretores de Holywood, o ex-assessor Karl Rove transformou cada ato presidencial em um gesto simbólico, capaz de hipnotizar a opinião pública

Christian Salmon
12 de dezembro de 2007

Roma, as ilusões da anti-História

Apresentada como reconstituição da vida romana, a série da HBO cultiva preconceitos, porque se apóia numa idéia falsa e paralisante: a de que "as relações humanas, emoções e sentimentos nunca mudam"

Florence Dupont
29 de abril de 2007

Uma outra televisão é possível

Metade da humanidade sobrevive com menos de dois dólares por dia – a série "A Face Oculta da Terra" mostra quem são as pessoas por trás destas estatísticas e sugere uma trilha para se chegar a “uma Porto Alegre do documentário”

Dominique Vidal
1º de abril de 2003

Preocupar para controlar

A profusão de programas de TV sobre violência (filmes, noticiários etc.) desenvolve um sentimento de perigo e de vulnerabilidade que leva – especialmente, as categorias mais desfavorecidas – a aceitar a exploração e a repressão crescentes e até a desejá-las

Serge Tisseron
1º de janeiro de 2003

Uma brecha no controle da mídia

Passada a ditadura, a quase totalidade dos meios de comunicação continua controlada por dois grandes grupos empresariais, no Chile. Mas há exceções, como jornais satíricos e uma experiência, inédita, de um canal de televisão popular, ’Señal 3’

Nira Reyes Morales
1º de novembro de 2002

O Zorro libertário do audiovisual

O novo filme de Pierre Carles não é um ajuste de contas, como já foi dito, mas, principalmente, um aperfeiçoamento, um complemento – útil e irresistivelmente cômico – de seus dois trabalhos anteriores

Carlos Pardo
1º de novembro de 2002

The West Wing, um bom seriado

Com um elenco e um roteiro excelentes, ’The West Wing’ é um seriado que destoa da mediocridade da TV apresentando, de forma pedagógica e inteligente, o dia-a-dia do gabinete presidencial do homem mais poderoso do mundo

Martin Winckler
1º de setembro de 2002

“Big Brother” e a crise

O perfil dos concorrentes dessa versão de “Big Brother” – um homem e uma mulher com uns vinte anos de idade, solteiros, estudantes, ou empregados com curso superior – tem muito pouco a ver com a população que vive com salário-mínimo

Nicolas Monceau
1º de fevereiro de 2002

Palavras-chave no mesmo grupo
[temas permanentes]

Outros grupos de palavras-chave

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel