'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> 'Enviar matéria', 'envoyer' => 'Enviar', 'reference_de' => 'a referência de', 'par_courriel' => 'por email', 'a_destination' => 'Enviar para:', 'donnees_optionnelles' => 'Dados opcionais', 'separe_virgule' => 'separe com vírgulas se escrever mais de um', 'sujet' => 'Assunto', 'titre_vouloir' => 'Título da mensagem', 'nom' => 'Seu nome', 'adresse' => 'Seu e-mail', 'texte' => 'Texto que irá junto com a mensagem', 'envoi' => 'Enviar', 'annuler' => 'Cancelar', 'enviar_title' => 'Enviar referência deste documento por email', 'enviar_por_email' => 'Enviar', 'referencia' => 'A referencia de', 'enviado' => 'foi enviado a:', 'sentimos' => 'Sentimos muito', 'problema' => 'Houve um problema e não se pôde enviar a mensagem', 'hola' => 'Olá. Talvez esta informação possa lhe interessar.', 'leer' => 'Leia mais...', 'enviado_por' => 'Enviado por: ', 'direction' => 'mas sem um endereço eletrônico válido', 'podemos' => 'não podemos enviar a mensagem', 'fermer' => 'fechar', 'documento' => 'Olá. Talvez este documento de', 'interesar' => 'possa lhe interessar.', 'descargarte' => 'Na página web poderá fazer o download de:', 'source' => 'fonte', ); ?> 'Envoyer l\'article', 'envoyer' => 'Envoyer', 'reference_de' => 'la référence de', 'par_courriel' => 'par courrier électronique', 'a_destination' => 'Envoyer á l\'adresse:', 'donnees_optionnelles' => 'Données optionnelles', 'separe_virgule' => 'séparer les adresses par des virgules si vous écrivez á plusieurs personnes', 'sujet' => 'Sujet', 'titre_vouloir' => 'Titre du message', 'nom' => 'Nom', 'adresse' => 'Adresse mail', 'texte' => 'Vous pouvez ajouter un texte', 'envoi' => 'Envoyer', 'annuler' => 'Annuler', 'enviar_title' => 'envoyer l\'article par mail', 'enviar_por_email' => 'envoyer par mail', 'referencia' => 'La référence de ', 'enviado' => 'a été envoyé à:', 'sentimos' => 'désolé', 'problema' => 'Il y a eu un problème et le courrier n\'a pas pu être envoyé', 'hola' => 'Salut. Cet article t\'interéssera peut-être ', 'leer' => 'Lire la suite...', 'enviado_por' => 'Envoyer par : ', 'direction' => 'mais sans une adresse de courrier électronique valable', 'podemos' => 'nous ne pouvons pas envoyer le message', 'fermer' => 'fermer', 'documento' => 'Salut, les documents de', 'interesar' => 'pourraient t\'intéresser', 'descargarte' => 'Si vous visitez le site vous pourrez télécharger les documents suivants :', 'source' => 'Source', ); ?> Diplô - Biblioteca: Os termos de Genebra
Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Oito teses sobre a Revolução Feminista

» As feridas da Guerra com Paraguai ainda latejam

» A última chance de salvar Julian Assange

» Quando a polícia bandida quer mandar na sociedade

» Zé do Caixão, herói do Cinema Popular Brasileiro

» Poderá Francisco salvar a Economia e o planeta?

» Auschwitz: os portões da memória ainda abertos

» As democracias engolidas e o erro de Piketty

» Eles lutam por todos nós

» Paulo Guedes, o bravateiro velhaco

Rede Social


Edição francesa


» Israël-Palestine, entériner l'occupation

» Toulon, la folie des grandeurs

» De l'État d'Assam au sous continent indien, une mosaïque religieuse

» Les échecs de la démocratisation et le lourd héritage de M. Moubarak

» Les paradoxes d'un régime libéré de l'héritage nassérien

» Départ sans gloire pour M. Anthony Blair

» Précurseurs et alliés du nazisme aux Etats-Unis

» Une Internationale… de la santé

» Wal-Mart à l'assaut du monde

» Réalité en quête de fictions


Edição em inglês


» Trump's Palestine plan: enshrining occupation

» Religion in India

» Wakaliwood forever

» Copenhagen, cycle city

» Walmart's planned economy

» In the name of the rose

» Serbia's strongman tightens his grip

» The Sanders-media showdown

» The Bernie threat

» Indian citizenship, but not for Muslims


Edição portuguesa


» Edição de Fevereiro de 2020

» O que Donald Trump permite…

» As marcas do frio

» Edição de Janeiro de 2020

» Embaraços externos

» De Santiago a Paris, os povos na rua

» Que prioridades para uma governação mais à esquerda?

» Edição de Dezembro de 2019

» Uma fractura social exposta

» «Uma chacina»


ORIENTE MÉDIO

Os termos de Genebra

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

Assinado por personalidades importantes da esquerda israelense e das organizações palestinas, o texto completo do acordo tem, além dos anexos, cerca de cinqüenta páginas. Leia o documento na íntegra, no site www.monde-diplomatique.fr

(01/12/2003)

O Estado da Palestina será criado dentro das fronteiras existentes em 4 de junho de 1967. Irá abranger a totalidade da Faixa de Gaza e 97,5% da Cisjordânia

O documento de Genebra baseia-se nas resoluções das Nações Unidas que se referem ao Oriente Médio, na conferência de Madri (1991) e seus desdobramentos nos acordos de Oslo (1993), assim como nas iniciativas diplomáticas que se seguiram: o acordo sobre Hebron (1997) e o acordo de Wye River (1998). Mas o documento inspira-se, principalmente, nas negociações de cúpula de Camp David (julho de 2000) e de Taba (janeiro de 2001) para definir as bases a partir das quais virá a ser criado um Estado da Palestina ao lado do Estado de Israel1:

Disposição: o Estado da Palestina será desmilitarizado. Contará, entretanto, com forças de segurança para a manutenção da ordem, para evitar o terrorismo e para vigiar as fronteiras.

Território: o Estado da Palestina será criado dentro das fronteiras existentes em 4 de junho de 1967. Irá abranger a totalidade da Faixa de Gaza e 97,5% da Cisjordânia. Os restantes 2,5% continuarão anexados por Israel e serão constituídos por suas maiores colônias na região de Jerusalém, inclusive, ao sul, as de Guch Etzion – mas as colônias de Ariel, Efrat e Har Homa farão parte do Estado da Palestina. O Estado de Israel compensará estas anexações, cedendo ao Estado da Palestina uma área territorial equivalente, ampliando a Faixa de Gaza. Além disto, uma rodovia, sob soberania israelense e sob controle palestino, ligará a Faixa de Gaza à Cisjordânia.

Capital: o Estado da Palestina terá sua capital em Jerusalém Oriental. Os bairros judeus existentes na parte oriental da cidade (inclusive Givat Zeev e uma parte de Maale Adumim) continuarão sob soberania israelense. A Cidade Antiga, com as exceções do Muro das Lamentações e do bairro judeu, passará a ser de soberania palestina. O livre acesso dos fiéis aos locais de oração será garantido por uma força internacional. A Esplanada das Mesquitas será interditada aos cultos judaicos, assim como não serão permitidas escavações arqueológicas. O Monte das Oliveiras, a Cidade de David e o Vale de Kivron serão colocados sob supervisão internacional. Os dois municípios criarão uma comissão de coordenação e as três religiões, uma comissão consultiva.

O Estado de Israel compensará a manutenção de algumas colonias, cedendo ao Estado da Palestina uma área territorial equivalente, ampliando a Faixa de Gaza

Colônias: com exceção dos colonos estabelecidos nos territórios anexados pelo Estado de Israel, este se compromete a repatriar todos os demais colonos que se encontrem na Cisjordânia e na Faixa de Gaza. As propriedades, assim como a infra-estrutura existente, serão entregues à Autoridade Palestina, de acordo com um calendário a ser definido de comum acordo.

Retirada israelense: o Estado de Israel se compromete a retirar seu exército de toda a Cisjordânia e de toda a Faixa de Gaza em três etapas – de nove (9), vinte e um (21) e trinta (30) meses. O exército israelense continuará presente, entretanto, no Vale do Jordão (por um período de 36 meses) e conservará postos de vigilância no norte e no centro da Cisjordânia.

Refugiados: em conformidade com a resolução 194 da Assembléia-Geral das Nações Unidas (1948) e a resolução 242 do Conselho de Segurança (1967), os refugiados palestinos poderão ser indenizados – assim como os países que os acolheram. Todos que assim o desejarem, poderão instalar-se no novo Estado da Palestina. Em compensação, sua volta a Israel será submetida à decisão das autoridades do país.

Controle: o Quarteto (Nações Unidas, Estados Unidos, União Européia e Rússia), bem como outras forças que desejarem se integrar ao processo, nomeará um representante especial e criará uma Força Multinacional com a finalidade de supervisionar a concretização dos acordos.

(Trad.: Jô Amado<;b>)

1 - Sobre a reunião de cúpula de Camp David, ler, de Alain Gresh, “Uma paz despedaçada?”, Le Monde diplomatique, julho de 2002. Sobre a questão de Taba e a questão dos refugiados, ler, do mesmo autor, “Como a paz foi perdida”, setembro de 2001.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» Criminalidade e Máfias
» Guerras
» Capitalismo e Devastação Ambiental

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos