Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 24 de setembro de 2021

» Dissidência jovem no coração do sistema

» Ainda não acabou: o mal-estar na pandemia

» Para entender as três crises do Haiti

» Uma cineasta à altura dos desafios de nosso tempo

» 23 de setembro de 2021

» Evergrande: falência e oportunidade na China

» Tecnologia e política para reconstruir mundo em ruínas

» Cinema: Aranha e nossas raízes fascistas

» 22 de setembro de 2021

Rede Social


Edição francesa


» Le vieux monde et la mer

» Émergence de l'Asie sur la scène scientifique

» Singapour, Malaisie, Indonésie : triangle de croissance ou triangle des inégalités ?

» Les rêves déçus et la colère rentrée des harkis

» Conflits d'usages en mer Baltique

» Autocritiques cathodiques en Chine

» L'Australie séduite par la Chine

» Que faisons-nous en Irak ?

» De la mer en partage au partage de la mer

» La Russie à la conquête du Grand Nord


Edição em inglês


» China's post-communist Communist Party

» The Manet effect

» The race to be German chancellor

» September: the longer view

» Meandering through Paraguay

» Don't expect tech giants to build back better

» Long hot nights on the Paraguay river

» Can Pedro Castillo unite Peru?

» Tensions mount over Yemen's contested islands

» Hungary's Fidesz builds a parallel state


Edição portuguesa


» O mundo em mutação e o Estado - em crise?

» Edição de Setembro de 2021

» Transformação e resiliência

» O caminho de Cabul

» Edição de Agosto de 2021

» Ditadura digital

» Desigualdades digitais

» O direito à alimentação no mundo continua por cumprir

» Filho da Preguiça

» Boca de Cena


RÚSSIA

A União Soviética em treze datas

Imprimir
enviar por email

Ler Comentários
Compartilhe

(01/03/2004)

6 de novembro de 1917: Chefiados por Vladimir Illitch Oulianov (Lenin), os bolcheviques tomam o poder.

30 de dezembro de 1922: Constituição da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

21 de janeiro de 1924: morte de Lenin. Joseph Djougachvili (Stalin) o substitui e dá início à coletivização do campo e à industrialização acelerada.

1 de dezembro de 1934: o assassinato do dirigente comunista Serguei Kirov dá início a uma repressão sangrenta. Os processos de Moscou serão acompanhados de centenas de milhares de prisões e de deportações.

21 de junho de 1941 a maio de 1945: agressão hitlerista. Defensiva até a vitória de Stalingrado (fevereiro de 1943), a Grande Guerra patriótica conduzirá o Exército Vermelho até Berlim, à custa de 20 milhões de mortos.

5 de março de 1953: morte de Stalin. Depois de Georgii Malenkov, Nikita Khrouchtchev assume em setembro a chefia do partido.

Fevereiro de 1956: XX Congresso do Partido Comunista; Nikita Kruchóv denuncia os crimes de Stalin. Esse degelo é acompanhado por confusas tentativas de revoltas.

Outubro de 1956: o exército russo reprime a insurreição de Budapeste.

15 de outubro de 1964: uma comissão de três pessoas chefiada por Leonid Brejnev assume a chefia do PCUS.

21 de agosto de 1968: intervenção militar no Pacto de Varsóvia na Checoslováquia para acabar com a Primavera de Praga.

Março de 1985: depois dos secretários gerais de transição Yuri Andropov e Konstantin Chernenko, Mikhaïl Gorbatchev assume a chefia do PCUS e dá início à perestroïka (reestruturação) e a glasnost (transparência).

21 de agosto de 1989: o golpe militar conservador abortado acelera a ascenção de Boris Yeltsin, eleito em junho presidente da Rússia.

8 de dezembro de 1991: os presidentes da Rússia, da Ucrânia e da Bielorússia constatam, em Minsk, que a União soviética “não existe mais”.




Fórum

Leia os comentários sobre este texto / Comente você também

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.

Leia mais sobre

» União Soviética (ex)
» Reconversão dos países “socialistas”

Destaques

» O planeta reage aos desertos verdes
» Escola Livre de Comunicação Compartilhada
» Armas nucleares: da hipocrisia à alternativa
» Dossiê ACTA: para desvendar a ameaça ao conhecimento livre
» Do "Le Monde Diplomatique" a "Outras Palavras"
» Teoria Geral da Relatividade, 94 anos
» Para compreender a encruzilhada cubana
» Israel: por trás da radicalização, um país militarizado
» A “América profunda” está de volta
» Finanças: sem luz no fim do túnel
Mais textos