Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


Rede Social


Edição francesa


» Vieille régulation sociale et nouveau discours alarmiste

» Paix organisée dans les « kampungs »

» La foire aux libertés

» L'Italie, démocratie « de type spécial »

» La trajectoire originale du parti socialiste français

» Les médias et le changement

» Habits neufs et fausses pudeurs de l'extrême droite

» En Italie, le défi de la « question méridionale »

» Changements d'échelle, tranquillité perdue

» Les scientifiques, responsables et inquiets


Edição em inglês


» May: the longer view

» Saudi Arabia's diplomatic volte-face

» Global trade in plastic waste

» Gas pipelines and LNG carriers

» Rise and rise of the Israeli right

» Decline of Israel's Zionist left

» Knight who shed his shining armour

» How to sabotage a pipeline

» No more plastics in Southeast Asia paradise

» Whiteout for the skiing industry?


Edição portuguesa


» Al Qods, cimento do mundo árabe

» Edição de Maio de 2021

» O Estado, o temporário e o permanente

» Disse mesmo unidade?

» "Catarina e a beleza de matar fascistas": o teatro a pensar a política

» Edição de Abril de 2021

» A liberdade a sério está para lá do liberalismo

» Viva o «risco sistémico!»

» Pandemia, sociedade e SNS: superar o pesadelo, preparar o amanhecer

» A maior mentira do fim do século XX


Comentários sobre esse texto:

Fraqueza, declínio e... guerra?

Curioso, andar a ler noticias e por frustacao pesquisar no google "americanos filhos da puta" porque é exactamente isso que apetecia enfiar na goela dos seus lideres.

Espero que o fim do Imperialismo americano esteja para breve, as incoerencias e atrocidades conforme lhes dá jeito, estão aproximar-se de um nivél demasiado alto.



2006-12-30 21:18:24

Fraqueza, declínio e... guerra?

Chegará e não tardará o dia em os norte-americanos sentirão na própria pele o terror do holocausto atômico.



2006-06-30 05:02:42

Fraqueza, declínio e... guerra?

Realmente,é deveras preocupante.

Lendo o que varios colegas opinaram , me preocupa saber que, paises com governos retrógrados,populistas e anacrônicos tenham e terão acesso ao poderio militar atômico.

É preocupante você saber que Chaves,Morales e seus pares Norte Coreanos,Iranianos,Paquistaneses,etc tenham,de alguma forma,acesso a esse tipo de força.

Por Deus,não me venham com conversas do tipo,"São direitos de uso para fins pacíficos dos povos".Com gente dessa espécie,do jeito que comandam seus países,não sou louco em sonhar em acreditar em tal lorota.

O que me deixa intrigado nos meus 50 e poucos anos é ler que os povos dessas verdadeiras "republiquetas" morrem de fome nas mesmas e tem gente,de fora,que apoiam esses loucos.

Finalizando. Passou-se a Guerra Fria,o Comunismo,o etcetera e tal.O que realmente deve preocupar é até onde o Militar Americano irá aceitar possivel decadência num mundo ,teoricamente , fragil e de facil dominio.Da mesma forma como "brincou" de soltar bombinha no Japão quando acuado,pode perfeitamente o Tio Sam,novamente acuado e, o que é pior,desmoralizado,acabar com o seu brinquedo favorito(planeta terra),de forma que os "pretensos bobos da corte de Chaves,Norte coreanos,Iranianos,etc" não tenham tempo nem de dizer " It’s over Bush"

Não brinquem com quem tem o poder,principalmente quando mal administrado.Do resto , apenas dou gargalhada pois são dignos de pena.

Pensem nisso


Mário "Carioca" Luís
2006-06-30 02:05:00

Fraqueza, declínio e... guerra?

Realmente,é deveras preocupante.

Lendo o que varios colegas opinaram me preocupa saber que, paises com governos retrógrados,populistas e anacrônicos tenham e terão acesso ao poderio militar atômico.

É preocupante você saber que Chaves,Morales e seus pares Norte Coreanos,Iranianos,Paquistaneses,etc tenham,de alguma forma,acesso a esse tipo de força.

Por Deus,não me venham com conversas do tipo,"São direitos de uso para fins pacíficos dos povos".Com gente dessa espécie,do jeito que comandam seus países,não sou louco em sonhar em acreditar em tal lorota.

O que me deixa intrigado nos meus 50 e poucos anos é ler que os povos dessas verdadeiras "republiquetas" morrem de fome nas mesmas e tem gente,de fora,que apoiam esses loucos.

Finalizando. Passou-se a Guerra Fria,o Comunismo,o etcetera e tal.O que realmente deve preocupar é até onde o Militar Americano irá aceitar possivel decadência num mundo ,teoricamente , fragil e de facil dominio.Da mesma forma como "brincou" de soltar bombinha no Japão quando acuado,pode perfeitamente o Tio Sam,novamente acuado e, o que é pior,desmoralizado,acabar com o seu brinquedo favorito(planeta terra),de forma que os "pretensos bobos da corte de Chaves,Norte coreanos,Iranianos,etc" não tenham tempo nem de dizer " It’s over Bush"

Não brinquem com quem tem o poder,principalmente quando mal administrado.Do resto , apenas dou gargalhada pois são dignos de pena.

Pensem nisso


Mário "Carioca" Luís
2006-06-30 02:03:15

Fraqueza, declínio e... guerra?

Liberdade norte-americana destruindo a igualdade humana.


Cidadão
2006-06-30 00:54:36

Fraqueza, declínio e... guerra?

Os EUA desde os anos Clinton, ao menos, vive o seu periodo de decadência. Deixou de ser o campeão do mundo livre, para transformar-se no campeão da luta livre, sem regras, sem moral. Lamentável! O Sr. Busch joga pesado, sujo, e no seu rosto frio exibia um sorriso cinico! Até que enfim, o lado americano positivo reagiu publicamente contra ele. Espero que logre coloca-lo no seu devido lugar, que é o ostracismo politico. E que a opinião pública norte-americana também ajude nesta tarefa saneadora. Sem ela, isto não será possível. Na melhor hipotese, todos irão ganhar, inclusive os países que aspiram a paz e a concordia universais! Nesta luta não há necessidade de Chaves, nem de Morales, que mais cedo ou mais tarde terão que prestar contas de seus erros, presentes, passados e futuros. E que Deus nos ajude a todos!


João
2006-06-29 22:30:56

Fraqueza, declínio e... guerra?

para mim poder não é exercitos e arcenaia de guerra, é sim capacidade e boa vontade de ajudar nações que nessessitam de remedios, alimentos moradia,educação direitos e vontades peóprias.paea mim poder não é exercitos e arcenaia de guerra, é sim capacidade e boa vontade de ajudar nações que nessessitam de remedios, alimentos moradia,educação direitos e vontades peóprias.€paea mim poder não é exercitos e arcenaia de guerra, é sim capacidade e boa vontade de ajudar nações que nessessitam de remedios, alimentos moradia,educação direitos e vontades peóprias.


moab
2006-06-29 21:45:57

Fraqueza, declínio e... guerra?

Assim como os nazistas, a esquerda é mestre na propaganda. Dizem eles: "Insistam na mentira que a mentira se torna uma verdade". Para eles é um deleite criticar os EUA. Na verdade, deveríamos enaltecer e agradecer o povo americano. A América livrou o mundo dos nazistas e dos comunistas. Sem eles nem mesmo estaríamos lendo a besteira dessa matéria, pois a genialidade dos americanos nos brindou com a computação. A França tem suas razões em criticar os Estados Unidos, pois foi ultrapassada pela grande águia em todos os setores, desde a economia e a inteligência. Vivem de champagne e perfume. País decadente.


Ruy
2006-06-29 21:12:33

Fraqueza, declínio e... guerra?

MORTE A ESTE AMERICANOS FILHOS DA PUTA



2006-06-29 20:57:09

Fraqueza, declínio e... guerra?

De fato os EUA estão no fim de seu imperialismo.

É a história repetindo.

Outros imperios já existiram. Entretanto nenhum deixou de cair por sua própria arrogância.

Quem será o próximo dono do mundo. A China?


Milton
2006-06-29 20:28:23

Fraqueza, declínio e... guerra?

OS EUA ESTÃO A CADA DIA SE ENTERRANDO NO EMBROLIO DA GUERRA DO IRAQUE . OS EUA SURGIRAM COMO POTENCIA MUNDIAL APÓS A IIª GUERRA MUNDIAL . E NESSES 50 E POUCOS ANOS NUNCA CHEGOU A TER A HEGEMONIA MUNDIAL . INTENÇÃO APENAS . NÃO CONSEGUIU VENCER NO VIETNAN. NÃO CONSEGUIU VENCER EM CUBA . NÃO CONSEGUIU VENCER NO IRAQUE . NÃO CONSEGUIU VENCER NO AFEGANISTÃO . E TANTOS OUTROS . HOJE EXISTEM VÁRIAS POTENCIAS NUCLEARES CAPAZES DE DESTRUIR OS EUA. SÃO ELAS : - CHINA , RUSSIA , INDIA , PAQUISTÃO , COREIA DO NORTE . OUTRAS ESTÃO EM FRANCO DESENVOLVIMENTO . BRASIL, ARGENTINA, IRÃ , VENEZUELA . QUE HEGEMONIA E QUAL DOMINIO DIZEM TER OS EUA???????.
NEM MESMO CUBA , UMA ILHA COM UMA POPULAÇÃO DE POUCO MAIS OU MENOS DE 5.000.000 DE HABITANTES SE CURVA AO GRANDE IMPERIO AMERICANO. NÃO BASTASSE, OS SEUS ALIADOS DE OUTRORA ARMAM UMA REVANCHE QUANDO OS EUA CAIREM . JAPÃO E ALEMANHA NÃO ENGOLIRÃO FÁCIL A DERROTA EM 1945 E 1948 . E A FRANÇA ? SÍRIA . LÍBIA.
O IMPERIO AMERICANO NÃO PASSOU DE UMA ILUSÃO . NÃO HOUVE IMPÉRIO AMERICANO .
QUER QUEIRAM OU NÃO OS JORNALISTAS NÃO CONSEGUEM VESTIR O IMPÉRIO AMERICANO . PORQUE , POR MAIS QUE TENTEM , SEMPRE SE MOSTRA UM PAÍS FRACO , MERGULHADO NO SANGUE DOS POVOS QUE FORAM SAQUEADOS. OS EUA SÃO HOJE UM PAÍS ANTIPÁTICO E OS AMERICANOS DOS EUA SÃO "PERSONAS NON GRATAS" EM TODOS OS PAÍSES DO MUNDO .


CHIRAC
2006-06-29 20:27:08

Fraqueza, declínio e... guerra?

Ser Americano

É ser FRACO de espirito e ter DECLÍNIO somente ao dinheiro e apoiar sempre a GUERRA sem se quer saber o motivo ou seja, para dizer ao mundo que Americano e patriota, patriota ou PODEROSO?


Sérgio
2006-06-29 20:01:54

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.