Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


Rede Social


Edição francesa


» Le capitalisme à l'assaut du sommeil

» Feu le citoyen ?

» La guerre des chaînes d'information

» Deux nouveaux gendarmes : l'Iran et l'Afrique du Sud

» Le devoir de paresse

» Ainsi nos jours sont comptés

» Au Brésil, des collectionneurs d'art très courtisés

» Fantômes russes dans l'isoloir ukrainien

» Bernard Madoff, à la barbe des régulateurs de la finance

» Les famines coloniales, génocide oublié


Edição em inglês


» How green is burning trees?

» Rojava's suspended future

» Biden's Middle East challenges

» April: the longer view

» Africa's oil-rich national parks

» Montenegro's path to independence

» Japan's bureaucrats feel the pain

» Who's who in North Africa

» Being Kabyle in France

» Who wins in Chile's new constitution?


Edição portuguesa


» "Catarina e a beleza de matar fascistas": o teatro a pensar a política

» Edição de Abril de 2021

» A liberdade a sério está para lá do liberalismo

» Viva o «risco sistémico!»

» Pandemia, sociedade e SNS: superar o pesadelo, preparar o amanhecer

» A maior mentira do fim do século XX

» Como combater a promoção da irracionalidade?

» A Comuna de Paris nas paredes

» Como Donald Trump e os "media" arruinaram a vida pública

» Edição de Março de 2021


Comentários sobre esse texto:

Nu, cru e digerível

Entre Red Harvest e The Long Goodbye, fico com os dois, mas prefiro o último. É o pouco que conheço de Hammett e Chandler. Fica a impressão de que o último desenvolve mais a narrativa ’psicológica’ do detetive, e o primeiro o faz indiretamente, deixando para o leitor. Pelo menos nesses dois livros.


Caco
2008-05-16 15:21:29

De Drácula a Philip Marlowe

Bem,concordo inteiramente quando a autora diz que coisas como Poirot ou mesmo Sherlock Holmes,não passam de mero entretenimento e não tinha nenhum interesse em mexer na ordem social,até porque era uma literatura burguesa para burguês...mas discordo em achar que Chandler supera o mestre Hammett...pois como disse certo escritor"Hammett é insuperável seja no seu tempo seja em qualquer outro..."


americo
2007-12-12 10:14:58

Há tanto por aí

Literatura policial de crime e solução é feita desde sempre em inglês. Mas para o genial brasileiro só existem o genial Rubens Fonseca e seus consagrados amigos jornalistas, e o super absolutamente excelente Garcia-Roza e seu médico-delegado não remunerado pelo Estado.

Com essas ofertas de autores brasileiros não me admira que o povo não goste de literatura.


Douglas
2007-11-30 23:54:11

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.