Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» Miguel: breve simbologia de um país que não mudou

» Elogio à sensorialidade da Cultura

» Edição de 5 de junho de 2020

» E se a doméstica desafiar a Casa Grande?

» Esperança como ação: caminhos ao pós-pandemia

» Como reinventar o estar presente, em quarentena

» Literatura dos Arrabaldes: Territórios culturais

» Depois da pandemia, a semana de quatro dias

» Edição de 4 de junho de 2020

» George Floyd: esse não é só um caso policial

Rede Social


Edição francesa


» Industrie, socle de la puissance

» Victoire historique au procès de l'amiante

» La cotisation, levier d'émancipation

» Sur le toboggan de la crise européenne

» Bouée pour la Grèce, béquille pour l'euro

» Faust et l'alchimie capitaliste

» Indétrônables fauteurs de crise

» Comment la droite américaine exploitait les émeutes

» Bush peut-il tirer parti des émeutes de Los Angeles ?

» Les États-Unis, une nation née dans la brutalité


Edição em inglês


» UK Labour: from Corbyn to Starmer

» June: the longer view

» Another ‘Europeanisation'

» Miami: flood risk and development

» Texas opens again for business

» US in the spring of the pandemic

» Florida's flooded future

» Oman struggles to stay neutral

» Syria's quiet return

» UK coexists with coronavirus


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2020

» A fractura social

» Vender carros Audi na Birmânia

» Edição de Maio de 2020

» Defender os trabalhadores

» Todos crianças

» Há um problema com a representação jornalística da violência doméstica

» Chile, o oásis seco

» Edição de Abril de 2020

» O tempo é agora


Comentários sobre esse texto:

Do que disseram

....do que disseram....restou nosso dia a dia...e a vida continua.

bjs

Fátima Piccinini



2008-04-15 22:46:34

Do que disseram

Lindo poema, Pedro! Há momentos em que devemos levar em conta o que nos "disseram"...
Como já dizia Shakespeare :"Aceita o conselho dos outros, mas nunca desistas da tua própria opinião".
Beijos e Parabéns!!
Com carinho:

Lau Milesi


Lau
2008-04-14 23:12:27

Do que disseram


Lau
2008-04-14 23:11:13

Do que disseram

Lindo poema, Pedro! Há momentos em que devemos levar em conta o que nos "disseram"...
Como já dizia Shakespeare :"Aceita o conselho dos outros, mas nunca desistas da tua própria opinião".
Beijos e Parabéns!!
Com carinho:

Lau Milesi


Lau
2008-04-14 23:10:30

Do que disseram

Concordo plenamente.
Se dependesse apenas "do que disseram", hoje eu seria um nada absoluto.
Já fui alvo dos "do que disseram" bons e dos "do que disseram" ruins, mas no final das contas pouco foi somado (acho que graças ao espelho).
Um grande abraço Pedro.
Parabéns pelo poema.

Eduardo Barbosa



2008-04-14 16:03:11

Do que disseram

Concordo plenamente.
Se dependesse apenas "do que disseram", hoje eu seria um nada absoluto.
Já fui alvo dos "do que disseram" bons e dos "do que disseram" ruins, mas no final das contas pouco foi somado (acho que graças ao espelho).
Um grande abraço Pedro.
Parabéns pelo poema.

Eduardo Barbosa



2008-04-14 16:01:19

Do que disseram

Façamos como Picasso que dizia: Eu não procuro, acho!
Belo poema, amigo!
Beijo


Ana Guimarães
2008-04-13 23:34:00

Do que disseram

O verso final, ah!, o verso final!
Só quando aceitarmos que o bom da procura é não se achar suportaremos sair em busca de nós mesmos!
Parabéns, Pedro! Abraço carinhoso em Tânia,

Fernando


Fernando
2008-04-12 22:32:36

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.