Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


» 27 de junho de 2022

» Não culpem Moscou pela crise alimentar

» Trabalho: o que a Espanha ganhou ao restaurar direitos

» Pochmann: o que a parceira com a China pode trazer

» “Meu espirito dorme em algum lugar frio”

» 24 de junho de 2022

» Varoufakis: por que a inflação voltou

» A reencarnação prismática do Ulisses

» Poderá a técnica salvar o patriarcado?

» 23 de junho de 2022

Rede Social


Edição francesa


» Occident contre Occident

» Tunisie : le triple déni des cadres déchus

» L'Ukraine se dérobe à l'orbite européenne

» Le Donbass apprend à vivre sans Kiev

» L'État de droit, une notion faussement neutre

» En Guyane, sous les pavés la Bible

» État d'urgence permanent

» De nouvelles routes pour le pétrole et le gaz

» Donald Trump s'épanouit en chef de guerre

» Le camp d'Hagadera au quotidien


Edição em inglês


» June: the longer view

» Putting internal displacement on the map

» The Trans-Amazonian Highway

» Bosnia-Herzegovina: three intertwined histories

» Energy interdependence

» Consider the croissant: a history of food fraud

» Brazil's trans-Amazonian highway of fire and mud

» Fate of a Chinese colony

» Bosnia: coexistence without reconciliation

» Sinn Féin extends its reach to Ireland's South


Edição portuguesa


» Mapeamento de uma arte político-social: "Untitled", de Paula Rego

» Assembleia-Geral da Outro Modo

» O problema da riqueza

» «Sangrar a Rússia»

» Vulnerabilidades territoriais: o que se pode aprender com a crise pandémica?

» O paraíso da inovação militarizada

» Mineração em mar profundo: para quê destruir os fundos oceânicos?

» O lado oculto das cimeiras da Terra

» Viagem ao fim da Transamazónica

» A Finlândia e a Suécia rompem com o ideal nórdico


Comentários sobre esse texto:

Quando escrever deixou de ser uma arte

De fato. Hoje a maioria escreve por dever ou necessidade. Arte e prazer andam juntos. O que fizeram com o tempo humano, quando dava para ler, calmamente e em silêncio, os bons autores?


santosbr
2008-06-10 23:18:26

Quando escrever deixou de ser uma arte

Nos dias de hoje com a modernidade entrando em nossas casas, e ainda diga-se de passagem digital, o jornal para muitos (inclusive eu) deixou de ser algo de suma importância, com a internet, redes de televisão e tantos outros meios de comunicação que temos a disposição me vem a pergunta que não quer calar. Será o jornal que passa por baixo da porta de alguns milhares de brasileiros algo ameaçado de extinção?


Herick Moreno
2008-06-09 16:14:58

Quando escrever deixou de ser uma arte

Será que a reserva de mercado (jornalismo feito apenas por jornalistas diplomados) não contribuiu para isso?


Navegador
2008-06-06 05:08:53

Quando escrever deixou de ser uma arte

Muito bem pensado...
Inevitável ler um jornal hoje e pensar "Ah, mas eu também sei fazer isso"!
Fica triste para aqueles (inclusive eu) que ainda acreditam na existência do Jornalismo como transformador social e não mero veículo de informação. O jornal pode ser mais que isso, insisto até o fim.


Natasha
2008-06-04 14:08:28

Quando escrever deixou de ser uma arte

o brasil não é só o rio, é um rio caudaloso e de muitos peixes.


blogdafeira
2008-06-03 14:46:28

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.