Jornalismo Crítico | Biblioteca e Edição Brasileira | Copyleft | Contato | Participe! |
Uma iniciativa


Rede Social


Edição francesa


» Une ambiguïté fondamentale

» Le langage de la violence

» Quand la foi devient un enjeu politique

» Poids démographique des grandes religions

» Aux origines du soutien soviétique à Israël

» En Inde, les tribus courtisées par les nationalistes

» Le Bénin carbure à la contrebande

» Fulgurance de Tadeusz Kantor

» Les filles marginalisées

» Impérative transition vers une société du temps libéré


Edição em inglês


» The digital economy

» June: the longer view

» ‘Intelligence sources say'

» Belgium's role in Rwandan genocide

» Calabria's anti-mafia trial

» China consumes Gambia's waters

» Is an Asian NATO imminent?

» Istanbul, home to the new Arab world

» Colombia's growing repression

» India's second wave


Edição portuguesa


» Edição de Junho de 2021

» O jornalismo no novo negócio dos "media"

» Um povo de pé

» Na morte de Carlos Santos Pereira (1950-2021)

» Documentar o drama balcânico

» Recensão a "A Grande Guerra pela Civilização" (Robert Fisk)

» As feridas abertas da Guerra Civil

» Do bom uso do terror

» Srebrenica: a tragédia e a farsa

» NATO imune ao urânio empobrecido


Comentários sobre esse texto:

Morrer de trabalho

E!!
E nestes paises a qualidade de vida é bem melhor que a nossa,os inpostos pagos são bem aplicados,entendo que o que pagamos para o INSS deveria ser opsional, deveriamos poder escolhr e não ser discontado em folha de pagamento salarial,alias não é disconto e sim confisco,deveriamos ter o direito de escolher uma instituição e planejar nossa aposentadoria,pagando o valor de acordo com nossas condicões e vontade,estas instituições deveriam ser garantidas pelas leis federais brasileira,o que não pode e continuar este confisco e o INSS so anda quebrado,quanto aos que ja pagaram e estão aposentado pega o valor de cada um digo eles devem ter uma conta de cada contribuinte aplica-se juro de mercado e passa para uma dessas instituições e se ainda precisar que o governo banque algun tempo nada mais do que justo nos pagamos muitos inpostos que garante estes aposentados,quanto aos idosos,deficiente,ETC digo a mesma coisa pagamos bastante inpostos inclusive os embutidos ate em alimentos pode cubrir estas aposentadorias, trabalho des do ano de 1977,gostaria de saber guanto tenho na minha conta do INSS mais isso eles não divulgam digo não informam ao contribuinte,gostaria de parar de trabalhar quando quizesse,que a minha aposetadoria fosse proporcional a quanto contribui de uma maneira justa,fiscalizada pela lei federal, pago inposto de renda para que?, isto não e democracia! não somos livres! vivemos no minimo na escravidão financeira!!,desculpe alguns erros de portugues.Vamos fazer uma corente para tirar nossas aposentadorias ou nossas resevas da mão deses espertos.
Carlos M. dos Santos


Carlos A.M. dos Santos
2007-01-16 02:35:00

BUSCA

» por tema
» por país
» por autor
» no diplô Brasil

BOLETIM

Clique aqui para receber as atualizações do site.